Jornal da Forum: Lula quer reindustrializar o Brasil!

Live do Cafezinho (18h): uma conversa com Denise Assis

Por Redação

19 de agosto de 2020 : 17h26

O Cafezinho conversa hoje, a partir das 18 horas, com Denise Assis, autora do livro Matar e Queimar, que traz relatos e entrevistas de Claudio Guerra, um dos raros agentes da ditadura que confessou seus crimes no período.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Aureliano

20 de agosto de 2020 às 07h49

FILME/PEÇA DE TEATRO, “A VISITA DA VELHA SENHORA”; NO BRASIL CHEGOU AOS CINEMAS COM O TÍTULO “A VISITA”.

Depois de uma semana de tanto vômito no rosto de uma criança de 10 anos que foi chamada de “assassina” por mulheres doentes, decadentes e frustradas, postadas de joelhos diante de um hospital em Recife, eu me lembrei da peça “a visita da velha senhora”, baseada no livro homônimo de Friedrich Dürrenmatt,

No cinema, a velha senhora é Karla Zachanassian (representada por Ingrid Bergman), uma dama que ao torna-se milionária regressa à sua cidade de origem, Gullen. Foi de lá que saiu quando jovem, grávida e expatriada, após um juízo onde uma suposta moralidade pública decidiu limpar a escória do escândalo. A vida deu suas voltas, a “coitada” herdou uma imensa fortuna do seu primeiro marido, e volta agora decidida a pôr as contas a limpo. Gullen é uma vila decadente e necessitada de ajuda financeira, e para a velha dama dinheiro não é problema. Sim, voltou para ajudar a sua cidade natal, mas com uma condição: quer literalmente a cabeça de Serge Miller (Anthony Quinn), o sujeito que após engravidá-la, abandonou-a à sua sorte, negando a paternidade da criança que Karla estava gestando. Sim, foi por ser mãe solteira que ela foi expulsa de Gullen.

https://pablogonzalezblasco.com.br/2018/03/08/friedrich-durrenmatt-a-visita-da-velha-senhora

No filme, a Velha Senhora compra todo mundo na cidade: do prefeito às autoridades do judiciário (já vimos esse tipo de corrupção aqui no Brasil?), até o maquinista do trem que não permitiu a fuga de Serge Miller, o ex-conquistador, quando este se sentiu ameaçado. O final é apoteótico, mas não vou contar para não estragar a surpresa. Procurei ontem pelo filme na internet, mas só encontrei a versão teatral. Vou continuar procurando pelo filme que é monumental. Se alguém puder me ajudar…

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?