Jornal da Forum: Lula quer reindustrializar o Brasil!

Deltan Dallagnol e o powerpoint. Foto: reprodução.

Processo contra Dallagnol no caso PowerPoint é arquivado por CNMP

Por Redação

26 de agosto de 2020 : 08h32

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) decidiu nesta terça (25) pelo arquivamento da denúncia contra o procurador Deltan Dallagnol e outros dois integrantes da Lava-Jato em Curitiba no episódio do PowerPoint.

O CNMP considerou o fato de que a pretensão punitiva para o caso se aproxima da prescrição, não cabendo a abertura de processo administrativo disciplinar contra os integrantes da força tarefa.

10 dos atuais 11 integrantes do conselho votaram contra a abertura do processo, mas 8 consideraram haver elementos para a abertura se não fosse a prescrição.

Lula, autor da denúncia, acusava os procuradores Deltan Dallagnol, Roberson Pozzobon e Júlio Noronha de abuso de poder e de exporem Lula e a ex-primeira-dama Marisa Laetícia a constrangimento público.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

carlos

26 de agosto de 2020 às 09h42

O CNMP é um puxadinho do da injustiça, não passa de uma cabide de emprego, afinal quando algum tempo atrás se cogitou a extinção do mesmo foi criada esse tal Conselho para blindar a própria instituição corporativa, mas é urgente uma reforma total do judiciário brasileiro e extinguir alguma dessas instituições que não servem pra nada, justiça do trabalho e MPF.

Responder

Alan C

26 de agosto de 2020 às 09h21

Previsível, o status quo jamais permitiria.

Responder

Deixe um comentário

O 2021 de Bolsonaro O 2021 de Ciro Gomes O 2021 de Lula Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade