Live do Cafezinho (19h): que segurança pública que queremos?

Apoiado por Moro, Capitão Wagner diz ter “muito orgulho” de ter liderado motim da PM no Ceará

Por Redação

23 de novembro de 2020 : 14h20

O candidato a prefeito de Fortaleza pelo PROS, Capitão Wagner, apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro e o ex-ministro Sérgio Moro, e que vai disputar o 2° turno contra Sarto Nogueira (PDT), disse em seu programa eleitoral que têm “muito orgulho” de ter liderado o motim da Polícia Militar do Ceará.

Aliado do presidente, o candidato também aproveitou o programa Eleitoral para atacar o senador Cid Gomes (PDT) e o “candidato dos Ferreira Gomes”, se referindo ao candidato Sarto.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

23 de novembro de 2020 às 22h18

Pouco a pouco, Moro vai se se perdendo no limbo da política brasileira…E ceifando seu capital político. Será que o “manager” do “Rei” vai conseguir recompô-lo?

Responder

greg

23 de novembro de 2020 às 21h03

reconheceu a derrota e está demarcando o seu curral eleitoral pro futuro, está garantindo que não perca pelo menos a ala reacionária da população. Pra um politiqueirozinho aproveitador de baixo clero sem vergonha que sabe que vai viver de carguinho de deputado, não é uma decisão burra.

Responder

Marco Vitis

23 de novembro de 2020 às 17h42

Se alguém tinha dúvida de que Moro é um fascista tupiniquim…

Responder

Kleiton

23 de novembro de 2020 às 15h10

Um animal em cima de uma escavadeira tentando esmagar um grupo de manifestantes foi a cena mais vergonhosa a qual eu assisti nos últimos anos…até o assassinato de antes de ontem….coisas de dar inveja ao modus operandi do estado islâmico.

Responder

Gilmar Tranquilão

23 de novembro de 2020 às 14h53

E foi devidamente retroescavadeirizado kkkkkkkkkkkkkkk

Responder

Justiceiro

23 de novembro de 2020 às 14h27

Tem muito orgulho de ter feito algo que é tipificado como crime.

A cara do bolsonarismo.

Responder

Deixe uma resposta