Live do Cafezinho (19h): que segurança pública que queremos?

Líder do PT na Câmara, Guimarães ressalta vitórias do partido no 2° turno

Por Redação

30 de novembro de 2020 : 23h02

Nesta segunda-feira, 30, o deputado federal e líder do PT na Câmara, José Guimarães (PT-CE), comemorou as quatro vitórias que a legenda conquistou nas disputas de 2° turno em Mauá (SP), Diadema (SP), Juiz de Fora (MG) e Contagem (MG).

Fonte: Reprodução / Twitter

No caso de Mauá e Diadema, o parlamentar afirmou que são “vitórias importantes que a mídia não reconhece”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Netho

01 de dezembro de 2020 às 22h01

Millôr Fernandes dizia que “o pior cego é aquele que quer ver”. A burocracia partidária petista está ganindo em arrancos de cachorros atropelados, como diria Nelson Rodrigues. Não é só quanto ao numero de capitais, que em 2020 foram zeradas, com zerésima e tudo. Mas nas Câmaras Municipais também não há alívio nem refresco para a água fresca do fundo partidário e sombra para o fundo eleitoral dos petistas. Embora montados em mais de R$ 200 milhões de reais com o maior fundo eleitoral entre todos os partidos, o PT também morde a maior bufunfa do fundo partidário; algo em torno de R$ 159 milhões. Mesmo assim, das 5.185 cadeiras em Câmaras Municipais conquistadas em 2012, a legenda foi a 2.813 em 2016 e agora a 2.658. A estrela que subiu nos anos 2000, agora desce ladeira escorregadia abaixo. Falta fundo à fundura do poço do PT.

Responder

Alan C

01 de dezembro de 2020 às 16h22

A capacidade de discernimento e análise desse petista, surpreende.

Negativamente, lógico.

Responder

Luan

01 de dezembro de 2020 às 11h32

VITORIA !!! ….vamos rir até 2045….Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

Netho

01 de dezembro de 2020 às 02h54

O estresse pós-traumático do PT ter sido varrido do mapa das capitais em todo o território nacional deve ter obnubilado o discernimento do líder do governo Dilma. O juízo do deputado é semelhante ao momento seguinte ao impeachment. Dizia o então “líder do governo” na Câmara dos Deputados, em 2016: “Todas indicações que temos é que tem grandes possibilidades de reversão”. Como se vê, já se passaram 4 anos e o deputado conserva intacta sua extraordinária capacidade de análise. Não por acaso, Dilma foi catapultada da ribalta à berlinda. Não é mera coincidência que o deputado Guimarães tenha sido o “Líder do Governo Dilma” na Câmara dos Deputados. Deu no que deu. O PT não aprendeu nada, não esqueceu nada, como dissera Talleyrand.

Responder

    Darcy Brasil

    01 de dezembro de 2020 às 13h30

    É verdade. Comparado a 2016, o número de eleitores do PT cresceu de forma reconfortante para um partido que foi (e continua sendo) atacado por uma das maiores campanhas de calúnias e difamações jamais desencadeadas contra um partido socialdemocrata em todo o mundo, equivalente aos ataques rasteiros sofridos pelos partidos comunistas durante a Guerra Fria. Mais ainda há muito terreno a ser recuperado, existindo boas perspectivas de crescimento do prestigio desse que é o único partido socialdemocrata brasileiro de massas. A única coisa boa dessa campanha, que é positiva até mesmo para um comunista como eu, que não se identifica com o programa socialdemocrata do PT, é que ficou fácil reconhecer todo tipo de indivíduo mau caráter, inescrupuloso, provocador e agente infiltrado da direita que, durante muitos anos, circulavam no interior da esquerda, fingindo à ela pertencerem. Os ataques infames ao PT, aos seus dirigentes e aos seus militantes, feitos por indivíduos desclassificados, desonestos intelectuais, agentes mercenários da plutocracia financeira nacional e internacional, e oportunistas de todo tipo, servem também para que nós, mais até que os petistas, por sermos defensores da luta de massas como única forma de transformar revolucionariamente o nosso país, adotemos medidas para expurgar esses pulhas de nosso meio, afastando-os como ratos que são de nossa convivência.

    Responder

      Batista

      01 de dezembro de 2020 às 17h25

      Darcy, deixe os ratos de lado, o caso em questão do sujeito de uma nota só, está mais direcionado à psiquiatria, o individuo aparenta tratar-se do clássico caso de mau-caratismo, junto e misturado com analfanethismo político, porém observando-se mais criteriosamente, revela-se um enfermo com fixação profunda no lulopetismo como ‘razão’ de vida.

      Sem Lula e o petismo, candidatíssimo a hóspede no Casa Verde, em busca do eixo perdido.

      Responder

Jerson

30 de novembro de 2020 às 23h16

Capitão Cueca…kkkkkk

Responder

Deixe uma resposta