Live do Cafezinho (19h): que segurança pública que queremos?

Maia critica Governo Bolsonaro e defende aliança entre Ciro, Huck e Doria

Por Redação

30 de novembro de 2020 : 22h20

Nesta segunda-feira, 30, em entrevista ao UOL, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou a omissão do Governo Bolsonaro em relação as atitudes do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

“Cabe agora ao Governo Federal definir em qual campo vai atuar, vai continuar com o ministro do Meio Ambiente [Ricardo Salles], das Relações Exteriores [Ernesto Araújo] , estragando a imagem do país no exterior? Ou vai caminhar para o centro-direita?”

Na sequência, Maia defendeu uma aliança de centro-progressista que envolva PSDB, DEM, PDT e PSB.

“Eu acho que seria histórico e um ganho para o Brasil se a gente pudesse juntar PSB e PDT, que têm uma densidade no Parlamento, para que a gente pudesse gerar um projeto para o Brasil. Na parte econômica seria mais difícil, de como chegar na agenda de reformas do Estado, existe divergência que a gente teria de tentar chegar no ano que vem numa convergência”

Após falar sobre isso, o presidente da Câmara também citou nomes que podem chegar competitivos em 2022 para bater de frente com o presidente Jair Bolsonaro.

“Eu acho que o João Dória, claro, o Luciano Huck está se aproximando, o Ciro Gomes, sem dúvida nenhuma, algum nome do PSB. O mais importante é a gente compreender que é preciso uma aliança desses nomes, o ACM Neto por exemplo, para que a gente possa tirar uma chapa desse campo”

Por fim, Maia rechaçou qualquer tipo de aliança com ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro.

“Não precisa, o Moro agora é consultor de uma empresa que, pelo que eu vi nos jornais hoje, presta serviço para o Odebrecht. Acho que ele já está encaminhado na iniciativa privada”

Assista entrevista completa!

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

22 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Hairy Heart

01 de dezembro de 2020 às 19h31

Para defenestrar o Bozo da presidência, aliamo-nos até ao capeta, mas não queremos aliança com PETEBAS nem no inferno !!! Morram seus petebas de M…

Responder

Gabriel

01 de dezembro de 2020 às 11h03

Gostei bastante da visão do Rodrigo Maia. Tem aquelas bobagens liberais mas acerta em cheio no enfoque tributário brasileiro que ajuda a piorar nossa desigualdade social. Vejo bons frutos se essa aliança der certo.

Tem um custo politico aos eleitores mais radicais, mas é assim que se avança. PDT e PSB se mostram maduros para o desafio que vem nos próximos anos.

No campo à esquerda as pessoas precisam entender que o PT lamentavelmente destruiu o campo todo na visão da grande maioria da população. Ou se faz alianças estratégicas ou não saímos do lugar.

Responder

    Sebastião

    01 de dezembro de 2020 às 22h29

    Aliança estratégica tipo a que Ciro já fazia com o velho ACM em 2002. Onde o coronelismo ainda era forte, onde pessoas como Tarso, Sarney e Collor são poderosos e donos dos meios de comunicação. Aliança estratégica que Lula fez com Sarney, Maluf e Romero Jucá. Este, que fez parte de todas as administrações e tem feito parte do governo Bolsonaro com cargos.

    O DEM faz parte do governo Bolsonaro, que tem dois ministérios. Pessoas do grupo de ACM Neto está no governo Bolsonaro. E acredite, que se o DEM ver que a popularidade de Bolsonaro estiver alta ou com possibilidade de reeleição, eles apoiarão Bolsonaro. O único interesse do presidente do DEM, é tirar o PT do governo da Bahia. E ele fará de tudo, mesmo que tenha que se aliar a outros partidos da esquerda ou caminhar ao lado de Bolsonaro.

    Responder

Ivan Lima

01 de dezembro de 2020 às 10h00

Esse é o lugar de Ciro. Com essas figuras lamentáveis. Está na hora de parar com a história de que o instável cearense pertence ao campo da esquerda.

Responder

Vixen

01 de dezembro de 2020 às 09h34

Os brasileiros na maioria sao de direita/conservadores, sei là como se diz… mas sem alfabetizaçào e sem acesso a pluralidade de opinioes e informaçoes estavam acuados e sufocados pela egemonia esquerdista….que nunca gostou de deomocracia.

Internet tirou da esquerda (a GLOBO financiada com bilhoes de dinheiro publico…) o monopolio da informaçào e da narrativa, a lava jatou tirou o poder economico fraudolento para financiar todo o aparato.

O poder emana do povo e o Brasil està se finalmente se democratizando.

Ainda fica o controle ideologico nas escolas superiores….mas como tudo é questao de tempo.

Responder

Valeriana

01 de dezembro de 2020 às 09h19

Quem ganhou as eleiçoes foram as abstençoes.

Responder

Luan

01 de dezembro de 2020 às 09h17

E’ uma impressao minha ou as pesquisas fizeram cagadas novamente e como sempre para um lado…?

Responder

Aroldo Bernhardt

01 de dezembro de 2020 às 09h07

O Ciro ( Coronel do NE ) encontrou o seu lugar – a direita “cheirosa”. Nunca foi de esquerda.

Responder

ermes

01 de dezembro de 2020 às 09h03

Ministra Damares processa Ciro Gomes por te-la chamada de “bandida nazifascista”…quem mora em Fortaleza e precisar de um carro vai ter mais um leilão em bréve !!! hahahahahahhaha

Responder

cezar

01 de dezembro de 2020 às 07h18

LEMBRETE: HOJE ESTÁ FAZENDO 40 DIAS QUE O EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RIO DE JANEIRO RECEBEU A DENÚNCIA DO MINISTÉRIO PÚBLICO CONTRA FLAVITO RACHADINHA, PARA DAR UM COMPLEXO DESPACHO DE 4 PALAVRAS:
RECEBE A DENÚNCIA. CITE-SE:

Responder

dimas

01 de dezembro de 2020 às 00h15

Qjue vergonha! Compor com Maia, Huck e Dória. A que ponto esta descendo o Ciro. E tudo pra tomar um pé na bunda. Ou ele acha que podera ser o lider dessa cambada? Vamos esquecer o Ciro. Já era.

Responder

    Hilario

    01 de dezembro de 2020 às 09h01

    VAi levar um pé na bunda como de costume…kkkkkkkkkkkkkkk

    Responder

    Eduardo

    01 de dezembro de 2020 às 10h49

    Pé na bunda o ciro tá acostumado. Já tomou vários do pt.

    Responder

    Hairy Heart

    01 de dezembro de 2020 às 19h33

    Vergonha é se aliar ao MOLUSCO, a Gleisi Haoffman et caterva… tudo o que há de pior e mais retrógrado na política nacional !!!

    Responder

Garrincha

30 de novembro de 2020 às 23h37

Sempre elegante e charmoso nosso Primeiro Ministro…kkkkkkk

Responder

    Gerson

    01 de dezembro de 2020 às 11h46

    Podia ser formalmente Primeiro-ministro.

    Responder

Kleiton

30 de novembro de 2020 às 23h35

Moro não tem nada a ver com a política, fez algumas tentativas mas se revelou um elemento grotesco…o único interesse dele era chegar ao STF via Governo, se lascou.

Responder

Gedeon

30 de novembro de 2020 às 22h55

Companheiros eu tô dentro mas a uma condição, o Amoedo tem que ser dos nossos também, caso contrário tô fora….!!!

Responder

    Tony

    01 de dezembro de 2020 às 08h58

    Boa KKkkkkk

    Responder

Garrincha

30 de novembro de 2020 às 22h51

Ai sim hein esquerdetes….kkkkkkkk !!!!

Responder

João Ferreira Bastos

30 de novembro de 2020 às 22h50

Será que agora os ciristas vão continuar afirmando serem de esquerda ?

Responder

Alan C

30 de novembro de 2020 às 22h35

Só consigo rir disso, mais nada.

Vamos colocar quem mais nessa aliança surreal? Cunha? Calheiros? Lula? Jucá? Collor? Sarney? Todos os amiguinhos da lulopetezada???? Um pouco mais de seriedade, por favor… rs

Responder

Deixe uma resposta