Live do Cafezinho (19h): que segurança pública que queremos?

Reuters/Athit Perawongmetha/ Direitos Reservados

Covid-19: Brasil registra 6,53 milhões de casos e 175,9 mil mortes

Por Redação

04 de dezembro de 2020 : 23h30

Segundo o ministério, já se recuperaram da doença 5.744.369 pessoas

Publicado em 04/12/2020 – 19:54

Por Jonas Valente – Repórter da Agência Brasil – Brasilia

Agência Brasil — Os casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus desde o início da pandemia chegaram a 6.533.968. Nas últimas 24 horas, foram registrados 46.884 novos diagnósticos positivos de covid-19. Ontem, o painel do ministério trazia 6.487.084 casos acumulados. Ainda conforme a atualização do órgão, há 613.635 pacientes em acompanhamento. Outras 5.744.369 pessoas já se recuperaram da doença.

O total de mortes provocadas pela pandemia somou 175.964. Entre ontem e hoje, as autoridades de saúde notificaram 694 novas mortes. Ontem, o sistema de estatísticas sobre a covid-19 do Ministério marcava 175.270 óbitos. Ainda há 2.184 falecimentos em investigação.

Os dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde, divulgada no início da noite desta sexta-feira (4). Os totais são resultado da consolidação de informações enviadas pelas secretarias estaduais de saúde.

Estados

A lista dos estados com mais mortes pela covid-19 é encabeçada por São Paulo (42.788), Rio de Janeiro (23.017), Minas Gerais (10.227), Ceará (9.683) e Pernambuco (9.119). As Unidades da Federação com menos óbitos pela doença são Acre (731), Roraima (740), Amapá (823), Tocantins (1.175) e Rondônia (1.589).

Edição: Bruna Saniele

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Luan

05 de dezembro de 2020 às 11h03

A sorte de alguns paises mais “isolados” do mundo foi o virus nao ter se alastrado logo là atràs mas ter chegado sò agora mais perto da disponibilizaçào da vacina.

Responder

Deixe uma resposta