Live do Cafezinho (19h): que segurança pública que queremos?

Mourão contraria Bolsonaro e diz que vacinação é “uma questão coletiva, não individual”

Por Redação

11 de janeiro de 2021 : 14h11

O vice-presidente, Hamilton Mourão, disse nesta segunda-feira, 11, que irá tomar a vacina contra Covid-19 mas que não deve receber o imunizante antes dos grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde.

“[Pretendo tomar a vacina] dentro da minha vez. Eu sou grupo dois de acordo com o planejamento [do Ministério da Saúde]. Não vou furar a fila, a não ser que seja propagandística”

O vice-presidente voltou ao trabalho após 12 dias de afastamento por decorrência da testagem positiva do novo coronavírus. Para jornalistas, Mourão afirmou que a vacinação é “uma questão coletiva, não individual”. A afirmação é contrária a trade defendida por Bolsonaro.

“Eu acho que a vacina é para o país como um todo, é uma questão coletiva, não individual. O individuo aqui está subordinado ao coletivo, neste caso”, afirmou.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) analisa o pedido para uso emergencial de duas vacinas contra a Covid-19.

Uma é do Instituto Butantan, desenvolvida em parceria com o laboratório chinês Sinovac, e a outra é a produzida pela Fiocruz junto da Universidade de Oxford e a indústria AstraZeneca, do Reino Unido.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe uma resposta