Live do Cafezinho (19h): que segurança pública que queremos?

Bolsonaro e Pazuello pressionam prefeitura de Manaus para utilizar cloroquina contra Covid-19

Por Redação

12 de janeiro de 2021 : 10h33

Em meio a segunda onda da Covid-19, a prefeitura de Manaus está sendo pressionada pelo Ministério da Saúde, comandada por Eduardo Pazuello, e pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a distribuir para população remédios sem comprovação de eficácia contra o novo coronavírus, como a cloroquina e ivermectina.

Além disso, Pazuello também pediu autorização para realizar rondas pela cidade, buscando icentivar a utilização dos medicamentos. A não utilização dos remédios são tratadas como algo “inadimissível” em documento enviado à Secretaria Municipal da Saúde de Manaus.

Em ofício encaminhado à prefeitura da cidade na última sexta-feira, 7, o Ministério da Saúde pede autorização para realizar visitas nas Unidades Básicas de Saúde destinadas ao tratamento da Covid-19 “para que seja difundido e adotado o tratamento precoce como forma de diminuir o número de internamentos e óbitos decorrentes da doença”.

“Aproveitamos a oportunidade para ressaltar a comprovação científica sobre o papel das medicações antivirais orientadas pelo Ministério da Saúde, tornando, desta forma, inadmissível, diante da gravidade da situação de Saúde em Manaus a não adoção da referda orientação”, continua o ofício.

As medicações defendidas incansávelmente por Pazuello e Bolsonaro não possuem eficácia comprovada no tratamento contra o novo coronavírus.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe uma resposta