Paris Café: O que esperar da classe média para 2022?

Jaques pede que PT não antecipe candidatura de Lula

Por Redação

08 de março de 2021 : 21h19

O senador Jaques Wagner (PT-BA), aliado e amigo pessoal do ex-presidente Lula afirmou que apesar da decisão do ministro do STF, Edson Fachin, que anulou as condenações da Lava Jato contra o líder petista, o partido não deve adentrar na agenda eleitoral.

“Eu continuo achando que 2021 é o ano de trabalhar pelo auxílio emergencial, pela vacina, pela volta do emprego. Está muito longe, isso ainda tem muita coisa para acontecer, ninguém sabe como vai estar a economia. Eu sinceramente não recomendo adentrar a agenda eleitoral”, disse ao Congresso em Foco.

Jaques ponderou que a decisão de Fachin não necessariamente torna Lula inocente.

“É muito recente a notícia, evidentemente as pessoas estão comemorando, não como partidária, mas como amigas dele e como defensoras de que se anule um processo eivado de erros e falhas. Acho que nem deu tempo para raciocinar até porque ele não disse que ele é inocente, ele disse que o fórum não era lá, essa decisão podia ser muito anterior, se o fórum não era lá não era para ter sido preso. Mas ainda que tardia, vale a verdade. Vai mandar para o Ministério Público, em São Paulo ou Brasília para saber se querem ou não oferecer denúncia”, afirmou.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe uma resposta