Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Cunha também quer a suspeição de Moro para anular condenação

Por Redação

12 de março de 2021 : 11h06

A defesa do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que presidiu a Câmara dos Deputados e teve o mandato cassado em 2016, protocolou um pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para que os ministros julguem pela suspeição do ex-juiz Sérgio Moro por quebra de imparcialidade.

Os advogados de Cunha alegam que Moro agiu de forma combinada com os procuradores da Lava Jato e que a força tarefa foi o “maior escândalo do Judiciário brasileiro”.

O pedido de habeas corpus tem 40 páginas e foi formulado pelos advogados Ticiano Figueiredo e Pedro Ivo Velloso. Na segunda, 8, o ministro do STF, Edson Fachin, decidiu pela suspeição de Moro nas condenações contra o ex-presidente Lula.

Na época, o então juiz também condenou Cunha a 15 anos de prisão no escândalo de corrupção na Petrobras. Atualmente, o ex-deputado cumpre prisão domiciliar.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

12 de março de 2021 às 12h29

Será que o Palocci vai pedir restituição dos R$ 100 milhões devolvidos? E o Cunha? O Lula eu sei que não vai pedir o sítio e o triplex…

Responder

Deixe um comentário