Paris Café: O que esperar da classe média para 2022?

Na Bahia, PP e PSD protagonizam racha com o grupo político de Jaques Wagner

Por Redação

07 de abril de 2021 : 11h05

O grupo político do senador Jaques Wagner (PT) enfrenta o primeiro racha após o líder petista comunicar que pretende ser candidato ao governo da Bahia em 2022.

De prontidão, o também senador Otto Alencar (PSD) afirmou que não deve abrir mão de sua candidatura de reeleição ao Senado pela chapa petista.

Dessa forma, isso impossibilita a indicação de Cacá Leão (PP) para ocupar a vice na chapa de Wagner e a candidatura do atual vice-governador João Leão (PP) ao Senado.

Já no lado do PP, o vice-governador pode também não estar na aliança do PT pela orientação da Direção Nacional. Presidido pelo senador Ciro Nogueira (PI), o partido tem a preferência de apoiar a reeleição de Jair Bolsonaro ou embarcar numa candidatura de terceira via.

Na Bahia, o PP é cobiçado pelo ex-prefeito de Salvador e presidente Nacional do DEM, ACM Neto, que também pretende se lançar candidato a governador. Até o momento, base aliada de Neto é formada por DEM, PDT e Republicanos.

Com Raul Monteiro – Política Livre

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe uma resposta