Despolarizando: pesquisa Datafolha neutraliza a terceira via?

Omar Aziz (PSD-AM) sobre CPI: “Paulo Guedes poderá ser convocado”

Por Redação

20 de abril de 2021 : 19h37

Nesta terça-feira, 20, o senador Omar Aziz (PSD-AM), cotado para ser presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do genocídio que vai investigar as responsabilidades e a omissão do Governo Bolsonaro na pandemia revelou que o ex-ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e o ministro da Economia, Paulo Guedes, poderão ser convocados para explicarem as ações das suas pastas no combate ao coronavírus.

“Como não chamar o ex-ministro das Relações Exteriores? Quero saber quais foram as ações deles, a iniciativa daquele cidadão para comprar vacina. O ministro Paulo Guedes poderá ser convocado. Se houver razão de ser chamado, não vejo razão para não ser chamado”, disse na entrevista concedida ao UOL.

No entanto, o congressista deixou claro que a CPI não foi criada “para se vingar” do governo Bolsonaro, mas para “fazer justiça” e falou sobre o papel do negacionismo como eixo central da atuação do presidente da República.

“A CPI não é para se vingar. A CPI é para fazer justiça. O Brasil detém 2,5% da população mundial, mas o número de óbitos é em torno de 26%. Alguma coisa está errada. Negacionismo foi um dos principais fatores para ter esse número de óbitos. Não sou eu que vou prejulgar ninguém. A CPI vai apurar os fatos e chegar a conclusões”

Já em outro momento da entrevista, Aziz garantiu que a CPI vai dar uma resposta para a sociedade.

“Como tenho sangue de palestino, digo que essa CPI não vai terminar em pizza ou em kibe”.

Assista a entrevista completa!

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe uma resposta