Cafezinho & Cinema: conversa com Ducca Rios, diretor de Meu Tio José

Após reunião com Lula e convite de Siqueira, Freixo descarta filiação ao PT ou PSB

Por Redação

07 de maio de 2021 : 11h09

O deputado federal e líder da oposição na Câmara, Marcelo Freixo (PSOL-RJ), descartou nesta sexta-feira, 7, sua filiação ao Partido dos Trabalhadores (PT) e ao Partido Socialista Brasileiro (PSB).

Ao jornal O Dia, o psolista afirmou que não existe debate sobre sua filiação e que não existe interesse de sua parte em uma dessas legendas. Nesta semana, Freixo se reuniu com Lula e recebeu um convite do presidente Nacional do PSB, Carlos Siqueira.

Visando 2022, Freixo lidera uma articulação em prol de uma Frente Ampla para a disputa pelo Governo Fluminense. Opositor ferrenho ao bolsonarismo, o parlamentar pretende juntar forças de esquerda e centro em torno de sua possível candidatura.

Contudo, essa movimentação tem causado incômodo no Direção Estadual do PSOL. Colegas de bancada como o deputado federal Glauber Braga (RJ) afirmou publicamente ser contra a aproximação do partido com setores do centro como o prefeito do Rio, Eduardo Paes (DEM) e o deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ), ambos de malas prontas para o PSD de Gilberto Kassab.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Rodrigo

14 de maio de 2021 às 23h27

O PSOL tem que deixar de ser tão puritano e “sujar as mãos” um pouquinho, senão vai fazer essa enorme burrada de perder o Freixo. Não precisa se lambuzar, igual o PT, se aliando com tudo que é podridão de direita e ainda expulsando seus bons quadros por discordarem disso. Mas tem que se aproximar de um centro mais moderado e menos picareta pra ter força eleitoral e garantir o mínimo de governabilidade. Se isso não acontecer o Freixo vai ser só o primeiro desse processo de desidratação, e vai ser sempre um partidinho de meia dúzia de deputados sem nenhum prefeito nem governador

Responder

João

12 de maio de 2021 às 14h38

Freixo, estamos te esperando no PDT, vai ganhar o RJ disputando pelo partido, unindo forças, é disso que precisamos, não queremos sectarismo como faz o PSOL num momento tão grave da política brasileira. Estamos te aguardando!

Responder

Nei George Pradon

07 de maio de 2021 às 18h01

Freixo seu lugar è no pdt. Venha. Marchemos com Ciro Gomes.

Responder

Deixe uma resposta