Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Dirigente do PT é solto após ser preso por faixa contra Bolsonaro

Por Redação

01 de junho de 2021 : 13h17

O professor do ensino médio e dirigente do PT em Goiás, Arquidones Bites, foi solto e com todo o direito, fez um discurso na frente da sede da Polícia Federal (PF), em Goiânia.

Bites foi preso pela Polícia Militar por suposto desrespeito à Lei de Segurança Nacional após ter colocado uma faixa com a frase “Fora Bolsonaro genocida” em seu carro. No final de abril, o irmão caçula do professor faleceu por Covid-19 e o professor responsabilizou Bolsonaro pelo ocorrido.

“Somos 19 irmãos, veio morrer justamente o caçula. Ele saiu da ordem”, disse. “Saiu da ordem por causa que o presidente da República, esse genocida, não comprou vacina”, discursou.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe um comentário