Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Equinor e Exxon investem US $ 8 bilhões em desenvolvimento de campo petrolífero no pré-sal do Brasil

Por Redação

04 de junho de 2021 : 09h10

O campo foi descoberto pela Petrobrás em 2012.


A estatal norueguesa Equinor e ExxonMobil dos EUA chegaram à decisão final de investimento para desenvolver o campo petrolífero de Bacalhau na prolífica área do pré-sal do Brasil com um investimento de US $ 8 bilhões na fase um, disse a Equinor, na terça-feira (01).

A Equinor e a Exxon detêm 40 % cada uma no campo petrolífero de Bacalhau, com a Equinor como operadora. O campo foi descoberto pela gigante estatal brasileira de petróleo Petrobrás em 2012.

De acordo com o plano de desenvolvimento, a Fase 1 terá 19 poços submarinos ligados a uma unidade flutuante de produção, armazenamento e descarregamento (FPSO). Este será um dos maiores FPSOs do Brasil, com capacidade de produção de 220 mil barris por dia (bpd) e capacidade de armazenamento de dois milhões de barris, disse a Equinor.

O primeiro óleo do campo de Bacalhau está previsto para 2024.

A área tem como parceiros a Petrogal Brasil e a Pré-sal Petróleo SA (PPSA).

“Bacalhau é um projeto globalmente competitivo com um ponto de equilíbrio abaixo de US $ 35. As reservas recuperáveis estimadas para a primeira fase são de mais de um bilhão de barris de petróleo ”, disse Arne Sigve Nylund, vice-presidente executivo para Projetos, Perfuração e Aquisições da Equinor.

“O desenvolvimento do campo de Bacalhau é um investimento estratégico em nosso portfólio global e tem o potencial de trazer altos retornos para a ExxonMobil, nossos parceiros e o povo brasileiro”, disse Juan Lessmann, diretor da ExxonMobil no Brasil.

O anúncio do desenvolvimento do campo de US $ 8 bilhões por grandes petrolíferas internacionais é um dos primeiros desde que a Agência Internacional de Energia (AIE) disse há duas semanas que além dos projetos já comprometidos a partir de 2021, não há necessidade de novos campos aprovados para desenvolvimento se o mundo espera atingir emissões líquidas zero até 2050.

Original: Oilprice.com e AEPET

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe um comentário