Cafezinho & Cinema: conversa com Ducca Rios, diretor de Meu Tio José

Mídia Ninja - 18.jan.2018

Ala pró-Lula cresce dentro do PSOL

Por Miguel do Rosário

09 de junho de 2021 : 15h07

Uma reportagem publicada esta semana, no Estadão, traz uma informação importante para entender as articulações políticas que já começam a ser feitas para as eleições de 2022.

Antes, permitam-me uma digressão sobre o PSOL.

Seria um erro achar, hoje, que o PSOL é uma legenda pequena, cujas decisões não afetarão o grande jogo político para 2022.

O PSOL é pequeno em algumas coisas, mas já se tornou bem grandinho em outras.

Em 2020, foi o partido de esquerda que mais registrou crescimento nos legislativos municipais, uma tendência que vem se repetindo há várias eleições.

Em várias capitais, o PSOL se tornou uma das legendas mais expressivas na Câmara dos Vereadores. No Rio, por exemplo, o PSOL tem hoje sete vereadores, a maior bancada entre todos os partidos, junto com Republicanos e Democratas, que elegeram o mesmo número.

O vereador Tarcísio Motta (Psol) foi o mais bem votado da cidade em 2020, com 86 mil votos, ultrapassando Carlos Bolsonaro (Republicanos), filho do presidente Jair Bolsonaro, e um dos coordenadores da comunicação do presidente Bolsonaro. Em 2016, o bolsonarista ficou em primeiro lugar, deixando o psolista em segundo. 

A vitória de Motta sobre Carluxo é, obviamente, uma vitória simbólica muito importante do campo progressista sobre o movimento bolsonarista.

Em São Paulo, maior cidade do país, o PSOL triplicou o número de vereadores; de 2 eleitos em 2016 para 6 neste ano, e se tornou a terceira maior bancada da Câmara Municipal de São Paulo. O PSDB e o PT permanecem sendo os partidos com as maiores bancadas, com 8 vereadores cada, mas ambos perderam cadeiras: em 2016, o PSDB tinha 11 e o PT, 9 vereadores.

Mas a principal força política do PSOL hoje é a pujança de seus quadros nas redes sociais.

Guilherme Boulos e Marcelo Freixo tem hoje redes que, em alguns momentos, atingem números superiores aos de Bolsonaro, Lula e Ciro, ou seja, ocupam o topo do ranking dos políticos com redes mais movimentadas no país.

Boulous hoje aparece nas pesquisas para o governo de São Paulo empatado na liderança com quadros tradicionais, como Alckmin e Marcio França.

Diversos deputados federais, estaduais e vereadores do PSOL tem redes muito fortes. Nos rankings de parlamentares com maiores redes, o PSOL sempre tem um lugar de destaque.

Num ambiente eleitoral onde as redes sociais se tornaram determinantes para construir ou desconstruir candidatos, é óbvio que esses números serão relevantes na campanha presidencial.

Voltando à reportagem, ela informa que o grupo político liderado por Guilherme Boulos, ex-candidato do partido à presidência da república, e que chegou ao segundo turno nas eleições municipais na capital política, e por Juliano Medeiros, presidente nacional do partido, e Ivan Santos, deputado federal, defendem que o PSOL apoie a candidatura do ex-presidente Lula.

Juliano Medeiros tem votos e apoio suficientes para permanecer como presidente do partido, diz a reportagem.

Esse grupo hoje já possui hegemonia dentro do partido, e Boulos trabalha para ampliar essa tendência, com a filiação de militantes sem-teto em várias cidades.

Boulos formou uma corrente no PSOL chamada Revolução Solidária, mais alinhada com essa linha de aproximação com o PT, que tem apoio da Primavera Socialista, a mesma de Juliano Medeiros e Ivan Valente.

Entre as correntes contrárias a essa linha, e que defende uma candidatura própria do PSOL à presidência da república, há o Movimento Esquerda Socialista (MES), ao qual pertence a deputada federal Samia Bonfim (SP).

“Desde que recuperou seus direitos políticos, o Lula sinaliza mais para o Centrão e a direita liberal do que à esquerda. Seria irresponsabilidade o PSOL não apresentar um nome próprio”, disse Bonfim à reportagem.

O MES lançou a pré-candidatura do deputado federal Glauber Barga à presidência da república.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

19 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Rafael Hernandes

10 de junho de 2021 às 15h58

O PSOL tem que ter um candidato à presidência no primeiro turno ! Não podemos nos tornar linha auxiliar do PT.

Responder

Valeriana

10 de junho de 2021 às 09h26

Parecem pai e filho.

Responder

Luiz Mattos

10 de junho de 2021 às 05h04

MIGUEL DO ROSÁRIO ESCANCARA DE VEZ SEU ANTI PETISMO; DE CIRISTA A PSOLISTA.

Responder

Tony

09 de junho de 2021 às 22h19

Lula tá só esperando que aconteça algo que o tire novamente das eleições…talvez alguma outra condenação ou qualquer coisa pela qual consigo se desvencilhar da candidatura.

A cada decisão do STF favorável a ele entra em desespero…não engana mais ninguém além dos petistoide amongolados e trogloditas doutrinados.

Responder

Kleiton

09 de junho de 2021 às 22h07

Que dia esse Pilantra sai dos ambientes de puxa saco dele e sai pra ver e mostra a própria força… tô tão ansioso !!

Responder

    Efrem Ventura

    10 de junho de 2021 às 09h35

    Aguarde sentado pois vai demorar…kkkkkkkkkkkkkkkk

    Responder

Gilmar Tontolão

09 de junho de 2021 às 21h24

Com essa oposição eu acho que Bolsonaro vai DESPERDER fácil em 2022…..kkkkkkkkkk

Responder

    Efrem Ventura

    10 de junho de 2021 às 09h35

    Boa !! kkkkkkk

    Responder

Marco Vitis

09 de junho de 2021 às 20h27

É claro que o Executivo é muito importante como poder político. Não resta a menor dúvida.
Porém, o Legislativo também é um PODER e muito importante. Veja que o Legislativo Federal IMPEDE o impeachment de Bolsonaro. Tá lá um monte de picaretas, venais, autorizando a privatização criminosa de empresas públicas, aprovando a destruição da CLT e da Previdência…
Por que os partidos de esquerda menosprezam o Poder Legislativo ?

Responder

    Bandoleiro

    10 de junho de 2021 às 09h28

    Porque com um mensalao o executivo compra o legislativo facil.

    Responder

ana

09 de junho de 2021 às 19h46

Existe diferença entre PT e PSOL???
São tudo uma merda.

Responder

Alexandre Neres

09 de junho de 2021 às 15h48

Longa vida ao PSOL!

Tanto a parcela que tende a apoiar Lula quanto a contrária têm bons argumentos para defender sua posição. Não podemos perder de vista o desgoverno inepto que representa a barbárie.

Uma pena a saída do Freixo. Também a ida ao PSB, partido que há pouco funcionava como um valhacouto de golpistas. Mas temos de pensar em termos regionais e o que pretende Freixo em um futuro próximo. Diante disso, o PDT e o PT nas circunstâncias atuais se tornam contraproducentes em razão de sua candidatura, ao passo que o PSB carioca está situado mais à esquerda e tem bons nomes. Freixo quer ampliar seu arco de alianças e disputar pra valer o governo do estado.

Responder

Tony

09 de junho de 2021 às 15h42

Qual seria a novidade…? O PSOL faz o que Lula mandar desde sempre.

Responder

Rony Lopes Lunguinho

09 de junho de 2021 às 15h34

Com esse movimento o PSOL perde o sentido de existir quando saiu do PT. Porque o PT continua o mesmo.

Responder

    EdsonLuiz.

    10 de junho de 2021 às 01h09

    Eu concordo com você. A saída do PSOL do PT perde o sentido com essa adesão.
    Já se o apoio for no segundo turno, e o adversário for bolsonaro, aí eu acho que até se justificará apoio do PSOL ao PT.

    Para mim, só uma emergência democrática justificaria que um partido até aqui bem definido ideológicamente, como o PSOL, renunciasse a ter candidato próprio, que seria para a formação de uma frente total em defesa da democracia, com todas as forças políticas um pouco mais saudáveis de todo o espectro político (existir força 100% saudável parece ser muito muito difícil) renunciando a ter candidatura própria para se juntar no apoio a um só candidato contra o que estivesse ameaçando a democracia. Se essa frente política surgisse, na minha opinião mesmo partidos coerentes como o PSOL deveriam renunciar à candidatura própria e compor com TODOS para defender os valores democráticos.

    A ameaça bolsonaro provoca essa emergência, mas a frente total não vai acontecer. Então, se não vai acontecer essa frente, eu acho que o PSOL deveria ter candidatura própria.

    E, de mais a mais, deixar de ter candidato próprio para apoiar um partido tão corrupto como o PT? Com esse apoio ao PT logo no primeiro turno o PSOL só perde.

    Responder

      EdsonLuiz.

      10 de junho de 2021 às 01h18

      A situação política, econômica e policial do estado do Rio de Janeiro hoje é uma situação que representa uma emergência política tanto quanto a ameaça bolsonaro. Dada essa emergência no Rio de Janeiro, eu acho importante os esforços do valoroso Marcelo Freixo. Só acho que isso deveria ser discutido com essa possível frente primeiro, e depois fosse escolhido o candidato. Freixo seria um candidato maravilhoso, mas não só ele.

      Responder

      Alexandre Neres

      11 de junho de 2021 às 01h12

      Perde o sentido para você, a quem falta bom senso. Você se diz liberal e renega um direito liberal clássico, um direito humano de primeira geração, qual seja, o direito ao devido processo legal. Liberal que não consegue enxergar essa questão primordial não é liberal nem aqui nem na metrópole. O PSOL se aproximou do PT pelo lawfare e pelo julgamento parcial, suspeito e teleguiado ao qual Lula foi submetido. Você é fã ardoroso de Sergio Morto. Dizer mais o quê? Tu acredita em super-herói canalha. Portanto, não reúne condições mínimas para querer debater essa questão. Não à toa defende o Novo, que de liberal não tem nada, haja vista ter sido bolsonarista de primeira hora, e é ligado ao Cidadania e tem a pachorra de dizer que este partideco é de centro-esquerda. Não por acaso tanto o vereador Donaldo Seling (PR) com seus ataques homofóbicos ao ator Paulo Gustavo quanto o deputado Fernando Cury que assediou em plenário Isa Penna pertenciam a esse arremedo de partido, que é o Cidadania, presidido pelo quinta-coluna-mor da nação.

      Responder

        EdsonLuiz.

        12 de junho de 2021 às 03h05

        Você fala muita besteira, seu bosta. Inventa opiniões para as pessoas que as pessoas não têm, por pura leviandade, bem típica de dementes autoritários mal intencionados. Seus ataques quando fica contrariado, querendo impor suas asneiras , sào típicas de autoritários despreparados bolsonaristas e petistas. Embora os seus exagedaros levianos o fazem parecer mais com um bolsonarista que com um petista doente e autoritário.

        Você nem sa e dk que fala quando fala em liberalismo, começando por misturar liberalismo com neo liberalismo ou não entendendo o que é liberalismo e o que é sua ideologização.

        O PT produziu muito lixo, um desses lixos é você. Agora inventa uma coisa de Sérgio Moro sem pé e nem cabeça para me agredir. Eu quero sim, que o devido processo legal seja concedido a Sérgio Moro. Não se pode condenar alguém em um hábeas corpus. Você é quem condena ou inocenta acusados de forma picareta, dependendo de suas intenções. E eu não estou falando isso para repetir a sua prática leviana não. Estou baseado nk que eh escrevi aqui e no que você escreveu. Como você sabe dá muito rabalho procurar e por isso ninguém vai saber, você faz como fazem petistas e bolsonaristas levianis e escrdve qualquer coisa para ficar por isso mesmo.
        Agora, se você me associa a Sérgio Moro , embora eu tenha imensas divergências com ele, por eu não gostar de corrupção e desonestidade, eu não gosto mesmo. Tenho que admitir qud admiro o Sérgio Moro por ted sido o primeiro a penalizar o trafjcante Fernandinho Beira Mar, pod ter combatido a corrupçào de dezenas de políticos e empresários graduados e de ter estado na cola dd investigações de bolsonaro e família, mesmo sendo Minustrk da Justiça de seu governo. E eu acho que ele ia conseguir pegar o bolsonaro, mas infelizmente não deu tempo. bolsonark percebeu que Moro alimentava por dentro as investigações, entrou em desespero e o Moro se demitiu.

        Você adoraria o Moro se ele pegasse todo mundo, desde que não pegasse os criminosos do PT.

        Quanto a devido direito legal, e você só ss refere de fato ao que envolve o PT e o Lula, você leh tanto quantk qualquer um aqui que eu defendia a anulação das medidas decisórias dk Moro em relação a Lula, desde que não anulasse as provas que estão no processo, e defendi também que o mork seja julgado por suas knadequações, mas parece que ele não falsificou provas contra Lula, na medida que os advogados de Lula reclamam do rito processual, mas nunca questionaram as provas. O que aliás leva a pensar que sofrerá as mesmas condenações.

        Você já me ofendeu demais com suas leviandades, alexandre bostonéris (você sabe que eu não me dirigiria a ninguém assim antes de sofrer quinhentas agressões. Chega seu merda. Vá defender corrupção lá na sede do PT.

        Você é muito desqualificado, tanto políticamente quanto pessoalmente. Nào respondo maiz a você. Das próximas vezes vou apenas escrever: lá vem o leviano petista.

        Responder

    Luiz Mattos

    10 de junho de 2021 às 05h06

    Sim e será o mesmo a te dar oportunidades e crie vergonha; não cuspa no prato que comeu

    Responder

Deixe uma resposta