Cafezinho & Cinema: conversa com Ducca Rios, diretor de Meu Tio José

Presidente da Argentina fala que ‘brasileiros vieram da selva’

Por Redação

10 de junho de 2021 : 09h56

Nesta quarta-feira, 9, o presidente da Argentina, Alberto Fernández, foi altamente criticado após afirmar em evento com o premiê da Espanha, Pedro Sánchez, que brasileiros vieram da selva e que os argentinos chegaram em barcos europeus. 

“Particularmente, eu sou um europeísta. Sou alguém que crê na Europa, porque, sobre a Europa, escreveu certa vez Octavio Paz, que os mexicanos saíram dos índios, os brasileiros saíram da selva, mas nós – os argentinos – chegamos de barcos. E eram barcos que vinham de lá, da Europa”, disse.

Após ser detonado nas redes, o presidente argentino pediu desculpas no Twitter. 

“Afirmou-se mais de uma vez que ‘os argentinos descendem de navios’. Na primeira metade do século 20, recebemos mais de 5 milhões de imigrantes que viviam com nossos povos nativos. Nossa diversidade é um orgulho. Eu não quis ofender a ninguém, de qualquer forma, a quem se sentiu ofendido ou invisibilizado, desde já minhas desculpas”, afirmou.

Além da afirmação polêmica e considerada racista, Alberto também errou quando disse que a citação era do escritor Octavio Paz. Na realidade, a frase faz parte do repertório do músico argentino Litto Nebbia.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

16 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

dcruz

11 de junho de 2021 às 23h12

Naturalmente ele está se referindo aos eleitores do bozo, só que ele errou, eles não vieram da selva e sim do pasto.

Responder

Paulo

11 de junho de 2021 às 17h50

É, parece que o complexo de vira-latas não é só brasileiro, não, viu!? Passou recibo, sendo ele próprio, Alberto Fernández, um mestiço cucaracho típico, a toda evidência, assim como Maradona, Tévez, dentre outros…Assim como mais da metade da população argentina tem um pé na cozinha. E os que acham que não têm, têm meio pé, pois são descendentes de mestiçagem consolidada da Europa, na sua maioria de espanhóis e italianos…

Responder

jura

10 de junho de 2021 às 17h00

Os povos originais do Brasil vieram da selva, graças a Tupã e Anhanga.
Quem veio da Europa foram os brasileiros – comerciantes de pau-Brasil – e os colonos.
Fernandes está certo. Onde está o erro, Cafezinho?

Responder

Alexandre Neres

10 de junho de 2021 às 13h57

Declaração deplorável do hermano, a ponto de o boçal-ignaro ter tirado uma casquinha, repetindo bordão do Exército.

Mesmo nós, progressistas, estamos entranhados desse eurocentrismo, destilando preconceitos e racismo.

Sou sul-americano. Não vim de barco, não fui descoberto por ninguém, já estava aqui muito antes desses vermes que só sabem guerrear virem aqui impingir sua religião de forma vexatória e cometer genocídio. Para pôr em prática suas mazelas, trouxeram até povos de outros continentes. São infames!

Sou da selva, com orgulho. Quem se destacou entre nós foi Maradona, Garrincha, Pelé, Machado de Assis, Gabriel Garcia Márquez etc.

Parabéns ao presidente eleito do Peru, Pedro Castillo, por trazer à tona o que a gente insiste em varrer para baixo do tapete!

Responder

    Paulo

    10 de junho de 2021 às 23h29

    Não entendi, Alexandre Neres! Fernández é um traidor ou um alienado?

    Responder

      Paulo

      11 de junho de 2021 às 22h39

      Ambos.

      Responder

      Alexandre Neres

      12 de junho de 2021 às 00h35

      Nem um nem outro, Paulo. Fernández passou recibo dos seus preconceitos e do seu racismo. Creio que não tenha noção do alcance das suas palavras. Como disse você, foi de um viralatismo a toda prova. Essa adoração que temos a europeus e americanos, se for da Inglaterra, Alemanha ou Holanda então, vixe.

      Pior ainda nós que fomos forjados em uma sociedade fortemente escravagista, Paulo. Suponho que você, como eu, tem a pele bem clara. Nossa posição nos trouxe uma série de privilégios. Um guarda quando me aborda falta me pedir desculpa. Esses mesmos preconceitos que o presidente argentino pôs pra fora estão entranhados dentro de nós.

      Responder

Luan

10 de junho de 2021 às 12h45

Esquerdetes caladas…racismo do bem…??

Responder

    Paulo

    10 de junho de 2021 às 23h17

    Pois é, Alan. E viva La Revolucion!

    Responder

      Paulo

      11 de junho de 2021 às 22h39

      “Luan”, feito SA, rsrs…

      Responder

Tony

10 de junho de 2021 às 12h43

Alguns da selva, alguns da Africa, outos do Portugal, e por aì vai…

Responder

Paulo

10 de junho de 2021 às 11h43

Presidente da Venezuela do Sul fala que ‘brasileiros vieram da selva’.

Responder

    Paulo

    10 de junho de 2021 às 23h15

    ?

    Responder

Alair Molina

10 de junho de 2021 às 11h14

Não como negar que, no noso caso, o brasileiro veio das selvas. Faltou, entretando explicitar duas coisas. Primeiro as selvas não se restringiam às selvas brasileiras, mas fundamentalmente das selvas africanas. Ademais, os que de lá foram retirados à força, o foram pelos navios e governantes europeus.

Responder

Tony

10 de junho de 2021 às 10h34

Os argentinos já foram bem mais pra frente quanto civilização, alfabetização, educação, etc… hoje em dia sei não.

Responder

Ronei

10 de junho de 2021 às 10h11

O bozolóide já disse coisas muito piores.

Próxima pauta.

Responder

Deixe uma resposta