Paris Café: O PT tem um projeto de governo? Qual é?

Foto: Divulgação/Estadão Conteúdo

Lula defende revogação do teto de gastos e é apoiado por Rodrigo Maia

Por Redação

17 de junho de 2021 : 14h23

Na manhã desta quinta-feira, 17, o ex-presidente Lula (PT) se posicionou sobre o famigerado Teto de Gastos aprovado ainda no governo de Michel Temer (MDB) após o impeachment de Dilma Rousseff (PT). A medida está em vigor pelo quarto ano seguido com o amparo do Governo Bolsonaro.

Após a publicação, Lula recebeu apoio do deputado federal e ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), que está de malas prontas para o PSD de Gilberto Kassab. De acordo com Maia, a “proposta do Lula não precisa assustar o mercado” e disse que Paulo Guedes “descumpriu e desmoralizou o teto em troca da reeleição do Bolsonaro”.

Recentemente, Lula e Maia estiveram juntos em um almoço realizado no Palácio da Cidade, sede da Prefeitura do Rio, com o prefeito Eduardo Paes (PSD) e alguns secretários da gestão.

De acordo com O Globo, o diálogo entre Lula e Maia durou cerca de 20 minutos e o ex-presidente da Câmara afirmou que poderia colaborar com a interlocução política junto a lideranças e setores da sociedade que rejeitam Lula e o PT pelo histórico de escândalos de corrupção e problemas econômicos ainda do Governo Dilma.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

9 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Altair

17 de junho de 2021 às 20h34

Deveriam tornar o teto de gastos permanente. Coloca-lo em cláusula petrea da constituição.

Responder

    Paulo

    17 de junho de 2021 às 22h13

    Mas aí você quer engessar o mundo…De que fonte se nutre para propor algo em termos tão taxativos e definitivos?

    Responder

      Altair

      22 de junho de 2021 às 00h37

      Te inverto a tua pergunta: por que o gasto do governo poderia crescer indefinidamente e sem limites?? Tu acha que isso nao teria consequências?? Teria sim e não seriam boas para ninguém.

      Responder

canastra

17 de junho de 2021 às 20h08

“apoiado por Maia” podia nem fazer parte do título da matéria, pois é irrelevante.

Responder

Willy

17 de junho de 2021 às 19h35

Como assim… banqueiros e financeiros foram os que mais ganharam dinheiro no Governo dele e torçem para que ele volte a dar mais uma estourada nas contas publicas, aumentar a divida, etc…

Responder

Alexandre Neres

17 de junho de 2021 às 16h08

Vai articular bem assim na casa do Carvalho…

Responder

Ugo

17 de junho de 2021 às 14h41

Como dizia a retardada : “gasto público é vida”.

Quem é a retardada ?

Responder

William

17 de junho de 2021 às 14h41

O que Lula e o PT querem fazer com o Brasil que não conseguiram fazer em 15 anos….?

Acho que os brasileiros já viram de tudo e até demais…ou me engano ?

Responder

Galinze

17 de junho de 2021 às 14h39

Grande Botafogo, o novo líder da esquerda…

Responder

Deixe uma resposta