Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Nova pesquisa Atlas confirma derretimento de Bolsonaro

Por Miguel do Rosário

06 de setembro de 2021 : 18h10

Mais uma pesquisa na praça. Dessa vez é do Atlas Político, e a íntegra pode ser baixada aqui.

Vamos começar a analisar pela parte mais animada, que são os gráficos e tabelas com intenções de voto.

O gráfico com o cenário extenso mostra apenas uma tendência firme: o crescimento paulatino de Lula, que agora chegou a 41%.

Bolsonaro, por sua vez, mantém um percentual estável desde o início do ano, mas nota-se tendência de queda nos últimos meses.

Ciro Gomes mantém uma posição firme em terceiro lugar, e tem 7,8%, com evolução nos últimos meses, mas abaixo do que tinha em janeiro, quando chegou a 9%.

Os outros candidatos ainda patinam abaixo de 3%.

A tabela estratificada (abaixo, clique para ampliar) do cenário extenso traz um dado novo, bem interessante. Bolsonaro tem 38% dos votos de policiais, e Lula 30%. A diferença entre os dois, afinal, não é tão profunda como se imaginava.

Bolsonaro, porém, tem 53% do votos evangélicos, contra 29% de Lula.

Bolsonaro está empatado tecnicamente com Lula no Centro-Oeste e Sudeste, mas tem vantagem de 6 pontos no Sul.

Na divisão por renda familiar, Lula ganha apenas entre famílias com renda até 2 salários, entre as quais o petista tem 47% X 30% Bolsonaro.

Num cenário reduzido, com apenas quatro candidatos, nota-se um fenômeno curioso: a polarização aumenta ainda mais. Os votos dos candidatos alternativos da quarta via se distribuem para os quatro nomes, mas isso beneficia os dois principais.

A pesquisa traz tabelas sobre apoio a democracia, mas nem vou analisar aqui porque elas não tem nenhum significado, pois os bolsonaristas também apoiam a democracia, ao mesmo tempo em que defendem fechamento do congresso, do STF e intervenção militar. Ou seja, eles não sabem o que é democracia.

Achei interessante contudo esse gráfico da pesquisa, que mostra que 56% dos entrevistados consideram que as manifestações de Bolsonaro “não são justificadas”. Apesar disso, os 36% que as consideram justificadas mostram a resiliência do presidente.

Abaixo, os cenários de segundo turno da pesquisa Atlas. Bolsonaro perde de todo mundo, até mesmo de quem não perdia antes, como Doria e Leite.

Lula vence Bolsonaro por 52% X 36%.

***

Os gráficos de aprovação do governo e do presidente, mostram uma tendência clara de deterioração. Segundo a pesquisa, 61% consideram o governo ruim e péssimo, e 64% desaprovam o desempenho do presidente.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

canastra

06 de setembro de 2021 às 18h57

Segundo as pesquisas Haddad é o Presidente do Brasil.

Responder

Galinzé

06 de setembro de 2021 às 18h55

Lula ganha as eleiçoes porque é a favor do aborto, da maconha livre, do desarmamento da policia e de quem quer ter uma arma, do estado que se mete em tudo,porque é a favor da regulaçào da midia, porque nos governos do PT tiveram petrolao, mensalao, assaltos aos cofres publicos dioturnos….e os brasileiros sao idiotas e concordam com isso tudo…nao é ?

Vao ser idiotas assim em outro lugar ….

Responder

Bandoleiro

06 de setembro de 2021 às 18h24

Lula ja ganhou as eleiços e Bolsoanro perde de todo mundo no segundo turno….kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Tem que ser muito ibécil para acreditar e pesquisas…

Responder

Deixe um comentário