Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Na avenida Paulista, Bolsonaro diz que não vai aceitar ordens de Moraes

Por Redação

07 de setembro de 2021 : 16h28

Durante seu discurso na manifestação golpista na avenida Paulista, Jair Bolsonaro sinalizou claramente que deve continuar sua guerra com o Supremo Tribunal Federal, em especial com o ministro Alexandre de Moraes.

O magistrado é relator do inquérito que investiga os atos antidemocráticos e que já mandou prender aliados de Bolsonaro como o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB) e Daniel Silveira (PTB-RJ) por ataques contra a Suprema Corte e por ameaças a realização das eleições de 2022.

“Cada vez mais, nós respeitamos as leis e a nossa Constituição. E não vamos mais admitir pessoas como Alexandre de Moraes continuem a açoitar a nossa democracia e desrespeitar a nossa Constituição”.

Na visão golpista de Bolsonaro, o magistrado “teve todas as oportunidades para agir com respeito a todos nós”.

“Mas não agiu dessa maneira, como continua não agindo. Como agora há pouco, interceptou um cidadão americano para ser inquirido sobre atos”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

07 de setembro de 2021 às 21h17

Vai aceitar, sim! Amanhã mesmo ele diz que foi mal interpretado…

Responder

Gilson Marques Gondim

07 de setembro de 2021 às 18h38

Já era pra vocês, esquerdalhas! A democracia com povo de Bolsonaro derrotou a “democracia” sem povo de vocês.
Kkkkkkkk….

Responder

William

07 de setembro de 2021 às 18h24

Talvez em alguma República africana ou do Oriente Médio existam cortes constitucionais que censuram, investigam, prendem, julgam…

Uma coisa vergonhosa digna de um paiseco de terceiro Mundo.

Tudo obviamente no silencio dia auto proclamados bam bam bam da democracia, grande imprensa, ecc…

Responder

Deixe um comentário