Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Datafolha divulga dados sobre impeachment e golpe de estado

Por Redação

18 de setembro de 2021 : 15h50

O Datafolha também divulgou neste sábado, 18, levantamentos referentes ao posicionamento dos brasileiros a respeito do impeachment e sobre golpe de Jair Bolsonaro.

Mesmo diante do fracasso dos atos antidemocráticos de 7 de setembro, cerca de 50% dos entrevistados revelam temer pela investida golpista de Bolsonaro. Porém, 70% declaram que a democracia é melhor regime para o Brasil. Já aqueles que desejam a volta de uma ditadura militar representa 9%.

Sobre o impeachment, cerca de 76% apoiam a medida caso Bolsonaro resolva desrespeitar alguma decisão judicial. Durante seu discurso golpista em Brasília, ele chamou o ministro Alexandre de Moraes (STF) de ‘canalha’ e disse que não iria acatar nenhuma ordem do magistrado.

Outros 21% não apoiam o impeachment mesmo diante do afronte de Bolsonaro contra o Judiciário. Apenas 1% não souberam responder.

Pesquisa Datafolha presencial foi realizada com 3.667 pessoas com 16 anos ou mais entre os dias 13 e 15 de setembro. A margem de erro máxima é de dois pontos percentuais para mais ou para menos e nível de confiança é de 95%.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Kleiton

19 de setembro de 2021 às 08h56

O bozo já era, provavelmente nem será candidato a reeleição, candidatura inviabilizada.

Responder

EdsonLuiz.

18 de setembro de 2021 às 20h41

Os dois populismos ativos no Brasil têm caráter autoritário.

Populismos quase sempre têm caráter autoritário; quando são de matriz latino-americana, sempre!

Substituir a relação dos cidadãos com as instituições democráticas, estabelecendo uma relação direta com o povo, definindo a partir de motivações e inspiração pessoal o destino dos comuns, em construção messiânica do líder carismático-autoritário, e assim chamado Mito, é o modo de operação do líder (Mito) populista.

Para que a mediação direta do Mito populista com o povo não seja questionada, e suas ‘verdades’ messiânicas se cumpram sem enfrentar maiores obstáculos, uma das missões importantes ordenadas pelo Mito a seus fanáticos e enfurecidos adeptos é o constante ataque à imprensa profissional, desqualificando e desacreditando a boa imprensa com mentiras e leviandade e fazendo esta imprensa desaparecer assim que juntam força suficiente para impor suas delinquências políticas.

Qualquer democracia começa com meios independentes de informação. A condição de existência de alguma democracia, para a partir da pouca democracia que se tiver, se conquistar mais democracia, é a existência na sociedade de canais independentes de comunicação. Quando os meios de comunicação encontram-se amordaçados e economicamente inviabilizados, estão dadas as condições para o projeto populista aprofundar seu arbítrio, seu autoritarismo e iniciar a implantação de uma ditadura, que tanto pode ganhar aspecto ideológico de direita como de esquerda. Sobra a “IMPRENSA171”, como as que já têm bolsonaro e Lula.

O outro segmento imediatamente visado pelos populistas autoritários é contra adversários democratas. Desacreditar, sempre com as mentiras e leviandades que puderem plantar e espalhar contra outras forças ou atores políticos, sobrando sozinhos e como força única no processo político é outra missão dada pelos Mitos a seus rebanhos fanáticos. Todos vão tendo qualidades transformadas em defeito, e gente honesta passa a ser atacada como corrupta. Entram com incontáveis pedidos de cassação de mandatos contra os adversários, e quando são eles os fragrados em delinquências, quando são flagrados nos desvios os mais diversos, em associação comk os piores políticos e empresários aos quais se associam para a delinquência política e a corrupção, então eles mobilizam seus fanáticos e o poder que tiverem – e o poder de populistas graduados somado ao poder de empreiteiros e outros empresários poderosos e de políticos corruptos diversos a ele associados é imbatível, para se protegerem e saírem impunes. A não ser que resistamos, a despeito da dor de enfrentar a covardia do gado desses populistas.

Eles, quando são fragrados efetivamente praticando as delinquências que mentirosamente carimbavam em outros, não poucas vezes em bons políticos, convencem seu gado a trabalhar para negar o malfeito, mesmo quando se trata, por exemplo, de falsificação orçamento, como aconteceu no governo da presidenta Dilma.*
* Lembram da reunião no Tesouro Nacional de TODOS os técnicos do Tesouro com o chefe, Arno Augustin, o Secretário do Tesouro do PT (benza Deus), com os tėcnicos alertando das irregularidades e Agustín dizendo que podiam relachar que ele assumia? Eram dessas falsificações que is técnicos falavam!

Populismo é sempre a construção do desastre, construído a partir de suas propostas fáceis, milagrosas e erradas, comunicadas diretamente e sem questionamentos, sem nem o risco de questionamento de setores técnicos sérios e bem preparados, que antes a estrutura do populista desacreditou e neutralizou com a fala fácil, falando diretamente às massas e dizendo o que as pessoas queriam ouvir, não importando que seja uma fraude, uma impostura.

bolsonaro é uma fraude política!
Lula é uma fraude política!
Lula e bolsonaro são os líderes messiânicos dos dois populismos ativos no Brasil.

Mas, como todo populismo de corte latinoamericano, só podem ser associados de forma honesta e verdadeira à CORRUPÇÃO e à INCOMPETÊNCIA. Nunca dä para associar um populista a um bom resultado no longo prazo. O aparente acerto de suas irresponsabilidades é a tragédia de amanhã, com desequilíbrio, recessão e infração.

Para constatar, é só nåo ser negacionista:

É só não negar a construção da maior recessão da história da economia brasileira feita por Lula e pelo PT – sim, a maior! – e suas consequências em desemprego, falta de recursos para educação, para saúde, para tudo!

É só não negar o genocídio nessa pandemia, com centenas de milhões de cadáveres enlutando todo o país, saldo da frieza, falta de humanidade e sobra de incompetência de bolsonaro!

Edson Luiz Pianca.
edsonmaverick@yahoo.com.br

Responder

    Batista

    19 de setembro de 2021 às 15h11

    “Sentir vergonha pelo outro” é tudo que ler esse comentário consagra, pela insistência no vácuo legado, bem além das ‘compungentes’ platitudes iniciais.

    Quando ao correr do tempo, sólida a realidade se impõe às continuadas narrativas sagazes, porém ligeiras e insustentáveis em sua leveza, e não é aceita, dói mais em quem insiste, pois de bestial chega à besta, quando não ao pátio do ‘Casa Verde’, enquanto quem lê constrange-se pelo que teima. Justo assim, quando o que lhe resta é apenas o direito sagrado ao ‘jus esperneandis’.

    Responder

Kleiton

18 de setembro de 2021 às 16h00

As pesquisas Datafolha são feitas sob medida e servem para alimentar sites como o cafezinho, brasil 247, carta capital e o Jornal Nacional.

Ninguém acredita em pesquisas, nem Lula.

Responder

Deixe um comentário