Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Imagem: Reprodução

Deputado bolsonarista é cassado pelo TSE

Por Redação

28 de outubro de 2021 : 13h37

Nesta quinta-feira, 28, o Tribunal Superior Eleitoral decidiu pela cassação do deputado estadual Fernando Francischini (PSL-PR). Com a decisão, ele ficará inelegível por oito anos.

Aliado de Jair Bolsonaro, o deputado perdeu o mandato por espalhar fake news contra as urnas eletrônicas ainda durante as eleições de 2018. O bolsonarista torna-se o primeiro parlamentar cassado por propagar fake news.

O ministro Luís Felipe Salomão foi o relator da ação contra o deputado e votou pela cassação e a inelegibilidade. Durante seu voto, o magistrado disse que não há duvida que houve sobre as publicações falsas do bolsonarista.

“O parlamentar reiterou a ideia de fraude e destacou que as urnas eram desenvolvidas por empresas venezuelanas sem que a justiça eleitoral não tivesse acesso. Para melhor compreensão do caso, foi uma audiência de 7 mil pessoas, 105 mil comentários, 400 mil compartilhamentos e seis milhões de visualizações”, avaliou.

Pela alegação, os ministros Mauro Campbell, Sergio Banhos, Edson Fachin, Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso seguiram o voto do relator. O único que votou contra a cassação foi o ministro Carlos Horbach.

“Endosso toda preocupação do relator de que são atos perniciosos e podem configurar abuso do poder político. Por outro lado, não pode ignorar o fato de que se está a decidir o futuro de um parlamentar eleito”, disse.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Alexandre Neres

28 de outubro de 2021 às 20h58

Paranaense. Ex-deputado federal. Delegado da Polícia Federal. Bolsonarista. Lavajatista. Da República de Curitiba.

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?