Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Imagens: Divulgação

Lula e Neto lideram na Bahia, diz pesquisa

Por Gabriel Barbosa

08 de novembro de 2021 : 10h22

Uma pesquisa realizada pela consultoria Atlas, comandado pelo cientista político Andrei Roman, e divulgada pelo Valor mostra que até o momento os baianos estão optando pela Lula (PT) para presidente e ACM Neto (DEM) para governador da Bahia.

Na disputa pela presidência Lula tem um índice maciço de 60,7% das intenções de voto naquele estado. A diferença é de um pouco mais de 40 pontos sobre Jair Bolsonaro que aparece com 20%. O pedetista Ciro Gomes aparece na terceira colocação com 8,7%, na sequência vem Sérgio Moro (5,9%) e Eduardo Leite (0,7%). Esses índices são correspondentes ao cenário extenso. Em cenários divididos, Lula também exerce liderança.

Em cenários de 2° turno, Lula vence todos os seus virtuais candidatos com bastante folga. O petista tem maior porcentagem de votos quando o embate é contra o próprio Jair Bolsonaro, seguido por João Doria, Eduardo Leite, Sérgio Moro e Ciro Gomes.

Agora vamos aos números da eleição local, para o governo do estado. Mesmo ainda viajando pelo interior baiano em busca de alianças, Neto abre uma vantagem de 17,5% sobre o senador Jaques Wagner (PT) que tem o apoio do grupo governista encabeçado pelo governador Rui Costa. Vale lembrar que Wagner governou a Bahia entre 2007 e 2015 e Neto foi prefeito de Salvador entre 2012 e 2020.

Enquanto o demista tem 44,6% das intenções de voto, o petista aparece na segunda colocação com 27,1%. O ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos), tem seus 4,4% e empata com Marcos Mendes que também registra 4,4%. Não sabe é 12,3% e Branco/Nulo 7,2%.

O Atlas também levantou cenários de 2° turno para o Palácio de Ondina e mostra a resiliência de Neto na disputa, ele sai vencedor tanto contra seu ex-aliado João Roma quanto contra Jaques Wagner.

Nos dois cenários, o demista ganharia praticamente de “W.O” contra Roma, mas vê sua vantagem diminuir significativamente contra Jaques. O petista seria vencedor se a disputa fosse contra João Roma.

O Atlas realizou a pesquisa entre os dias 30 de outubro e 5 de novembro e coletou 827 respostas de eleitores baianos, a margem de erro é de 3 pontos.

Gabriel Barbosa

Jornalista com passagens pelo Grupo de Comunicação O POVO (Ceará), RedeTV! e Band News FM.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

kamecasa

09 de novembro de 2021 às 02h22

eu acho que esse ano só vai dar NETO a Bahia estar cansada de tanta violência, assalto morte queremos um governo que trabalhe realmente pela Bahia que não abandone seu povo e esse cara é Neto ele mostrou na prefeitura que sabe administrar agora vai governar a Bahia. ACM NETO GOV> em 2022 sem duvida a pesquisa é verdadeira.

Responder

Sebastião

08 de novembro de 2021 às 20h15

Aqui na Bahia, pesquisas locais sempre colocam o grupo de Neto na frente. No final, o PT que vence as eleições. Em outra pesquisa, mostra Lula e Rui como os mais populares da Bahia.

Responder

eu

08 de novembro de 2021 às 17h47

E O CIRO ???

Responder

Netho

08 de novembro de 2021 às 16h08

Perdendo nos dois maiores colégios eleitorais do Brasil, Lula pode ser derrotado pela mesma política do “café com leite” que sustentou a Velha República, sobretudo quando a tempestade de outubro chegar, mais violenta e pesada do que nunca.
Fato é que o referido instituto de pesquisa não é dotado de credibilidade suficiente para afiançar a alta aprovação paulista à República das Milícias, mas não há dúvida quanto ao fato político óbvio e ululante de que Lula nunca fez sucesso eleitoral na terra dos barões quatrocentões.

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?