Bahia: Refinaria privatizada provoca desabastecimento de Gás de Cozinha

Moraes revoga prisão de deputado bolsonarista

Por Redação

08 de novembro de 2021 : 18h19

O ministro Alexandre de Moraes (STF) revogou a prisão do deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ). Em fevereiro, o bolsonarista foi preso em flagrante por crime inafiançável depois da da divulgação de um vídeo onde atacava e ameaçava os ministros da Suprema Corte. Vale lembrar que a ordem de prisão também foi expedida pelo próprio Moraes. 

Na decisão, o magistrado concedeu a liberdade mas impôs uma série de restrições ao parlamentar.

De acordo com o despacho, o bolsonarista está proibido de “frequentar toda e qualquer rede social […] em nome próprio ou ainda por intermédio de sua assessoria de imprensa ou de comunicação e de qualquer outra pessoa, física ou jurídica, que fale ou se expresse e se comunique (mesmo com o uso de símbolos, sinais e fotografias) em seu nome, direta ou indiretamente, de modo a dar a entender esteja falando em seu nome ou com o seu conhecimento, mesmo tácito”.

“Destaco que o descumprimento injustificado de quaisquer dessas medidas ensejará, natural e imediatamente, o restabelecimento da ordem de prisão”, ressalta.

Moraes tomou sua decisão baseado no relatório da Procuradoria-Geral da República que aponta 30 violações do deputado contra a tornozeleira eletrônica. Desse total, cerca de quatro violações são referentes ao rompimento da cinta/lacre, outros 22 a falta de bateria e cinco na área de inclusão, ou seja, o bolsonarista não ficou restrito a área determinada pela Justiça.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

carlos

23 de junho de 2022 às 09h06

Esse era policial e miliciano, como já extorquir matou, gente inocente acha, que pode tudo, por onde anda ,Deus acima de tudo, eu acredito o dia desse chegará, as provas estão aí, ➕ dia , ➖ dia, ele irá prestar contas com Deus.

Responder

Eduardo

21 de junho de 2022 às 20h55

Como é difícil no Brasil prender criminosos, principalmente Gado Bolsominion.

Responder

Deixe um comentário