Jornal da Forum: Lula quer reindustrializar o Brasil!

Imagem: Agência Senado

Justiça determina que Eunício Oliveira pague indenização de R$ 50 mil a Ciro Gomes

Por Redação

27 de novembro de 2021 : 08h17

O ex-presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), terá que pagar uma indenização de R$50 mil ao ex-ministro Ciro Gomes (PDT) por danos morais. A decisão foi tomada pela 23ª Vara Cível do Ceará através da juíza Fabricia Ferreira de Freitas e cabe recurso.

Tudo começou ainda em 2015 quando o emedebista concedeu entrevista a Rádio O Povo CBN e chamou Ciro de “batedor de carteira, sem escrúpulos, e cooptador de partido”. Na época, Ciro e seu grupo político estavam em fase de “transição” do PROS para o PDT. Foi neste episódio que os advogados do pedetista entraram em ação.

A defesa de Ciro também citou a Justiça que enquanto Ciro Gomes ocupava cadeira de secretário de Saúde do Ceará, entre 2013 e 2014, Eunício proferiu “ferrenhas críticas” ao pedetista, responsabilizando-o por suposto insucesso das medidas adotadas pela pasta.

Vale lembrar que a guerra judicial entre Eunício e Ciro é de longa data. Só o emedebista move mais de 70 processos contra Ciro Gomes, a maioria por danos morais.

Recentemente, o ex-senador arrematou em leilão o apartamento que pertencia ao pedetista por R$500 mil. O dinheiro da venda do imóvel, que fica localizado na Praia de Iracema em Fortaleza, foi usado para pagar uma indenização ao senador Fernando Collor de Melo (PROS-AL) que acionou a Justiça por Ciro afirmar que o alagoano era um “cheirador de cocaína”.

Acesse a decisão da Justiça do Ceará clicando aqui.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Marco Vitis

28 de novembro de 2021 às 15h26

As pessoas esquecem facilmente. Vamos relembrar: esse notório Eunício Oliveira foi introduzido na política por seu sogro, o falecido Paes de Andrade, deputado ligado a Sarney e apelidado de Presidente de Mombaça. Não foi reeleito deputado federal. Foi nomeado por Lula como Embaixador do Brasil em Portugal. Isso mesmo: o ex deputado foi nomeado Embaixador como um prêmio pode sua comprovada habilidade diplomática na República de Mombaça. Sogro e genro são tudo gente boa, de bons predicados, milionários e latifundiários por imensa bênção de Deus.

Responder

Deixe um comentário

O 2021 de Bolsonaro O 2021 de Ciro Gomes O 2021 de Lula Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade