Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Foto: Reprodução

General classifica Bolsonaro como traidor e destruidor da direita

Por Redação

28 de janeiro de 2022 : 10h29

Nesta sexta-feira, 28, o general Carlos Alberto dos Santos Cruz concedeu entrevista a revista Istoé e não poupou críticas a Jair Bolsonaro (PL), que na sua visão, não passa de um “traidor” e ocupa um papel de destruir o campo conservador e de direita.

“Ele destruiu e direita e o conservadorismo”, disparou Santos Cruz. No início da gestão Bolsonaro, o militar chegou a ocupar cargo de titular da secretaria de Governo (Segov), mas foi demitido pelo inquilino do Planalto após conflitos com o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ).

Por falar em Carluxo, o general também criticou as milícias digitais, lideradas pelo filho ’02’ de Bolsonaro. “Uma verdadeira gangue virtual, composta também por pessoas extremistas, que gostam desse populismo barato que Bolsonaro faz”.

Já sobre a queda livre de Bolsonaro nas pesquisas eleitorais e também sobre a impopularidade, Santos Cruz avaliou que “as pessoas estão se conscientizando do despreparo de Bolsonaro para a função, marcado pelo populismo e pela vigarice política”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Batata Tavares

30 de janeiro de 2022 às 15h14

Santos Cruz, um generaL MELANCIA. Verde por fora, VERMELHO por dentro.
Ele comete o PECADO mais ENVERGONHADO, o da INVEJA.
Triste isso, muito triste.

Responder

Cézar

29 de janeiro de 2022 às 10h08

CESTEIRO QUE FAZ UM CESTO, FAZ UM CENTRO, diz o ditado popular.
Esse milico da matéria conhecida bozo com maior intimidade do que a maioria dos brasileiros, eis pertenciam a mesma casta destruidora do Brasil, as forças desalmadas, que sempre estiveram nas tentativas de golpes e nos efetivos golpes de 1964 e 2016.
Portanto, não devemos ouvir MADALENAS ARREPENDIDAS, que ajudaram levar o país para níveis de desgraças inimagináveis onde nos encontramos hoje, nos quais nossos irmãos estão nas filas dos ossos, atacando caminhão de lixo para pegar restos e desenterrando carcaças de frango estragados para matar a fome.
Tudo isso no país primeiro produtor de soja e carne.
Em 1985 a ditadura militar deixou o país com mais de 200% de inflação, miséria e fome.
Agora os militares estão repetindo a dose: fome, miséria e morte.
Os militares ocupam mais de 6 mil cargos no desastrado desgoverno bozo.
Tudo isso para engordar os salários deles, principalmente os generais que estão recebendo mais de R$ 60 mil por mês como Mourão, Braga Neto e outros.
Os militares sempre foram médio classista: acéfalo, oportunista e enrustidos.
Fizeram a carta dos Coronéis de fevereiro de 1954, que levou Getúlio Vargas ao suicídio em agosto daquele mesmo ano.
Em 1955 tentaram impedir a posse de Juscelino Kubitschek. Tentaram golpe em 1956, 1959 e 1961, bem como deram golpe em 1964 e 2016.
Os militares têm o maior déficit previdenciário dentre os dois outros sistemas (servidores civis e regime geral), tudo para manter privilégios de uma filha de militar ganhar R$ 117 mil por mês ou financiar mais de 200 “marechais” em tempo de paz.
Não dá para acreditar nessa gente.

Responder

    Batata Tavares

    30 de janeiro de 2022 às 15h56

    Santos Cruz, o generaL MeLancia, verde por fora, Vermelho por dentro.

    Responder

Paulo

28 de janeiro de 2022 às 20h05

Falou tudo. Esse representa o Exército de Caxias. Agora, o pior de tudo é que, além de destruir o conservadorismo sadio, esse porco vai reentronar um ladrão no Planalto, que vai fazer avançar ainda mais a pauta de costumes e todos os erros que ela encerra…Acordem brasileiros!

Responder

Norman

28 de janeiro de 2022 às 14h03

Sério que ele descobriu isso só depois de levar um chute no traseiro?! Deve ter squecido que ele traiu o exército quando foi expulso por atos terroristas.

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador da Bahia O Xadrez para Governador de Minas Gerais O Xadrez para Governador de São Paulo O Xadrez para Governador do Rio de Janeiro Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes