Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Foto: Marcos Corrêa/PR

Presidente do BC admite que as reformas não trouxeram crescimento para o Brasil

Por Redação

28 de março de 2022 : 10h00

Na noite deste domingo, 27, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, admitiu que as reformas tanto defendidas pelo Governo Bolsonaro, e que tiveram início ainda na gestão Michel Temer (MDB), não trouxeram o crescimento esperado para o Brasil.

“A pergunta de US$ 1 milhão é o que o Brasil precisa fazer para ter um crescimento estrutural de longo prazo”, disse Campos Neto durante entrevista ao programa Canal Livre, na BandNews.

Ele também citou que entre 2011 e 2012, pesquisas do próprio Banco Central, com base em análises de economistas do mercado financeiro, diziam que o crescimento brasileiro no longo prazo teria uma média de 2% e 2,5% ao ano. Atualmente, as projeções estão entre 1% e 1,5%.

“Quando enumeravam as razões apontadas para o baixo crescimento, lá em 2014, vinha que precisávamos de reforma da Previdência, tributária, trabalhista, uma lei de eficiência econômica, outra para o mercado de gás, precisávamos de infraestrutura”, lembra.

“Se eu fizer uma lista de 20 de itens de que precisávamos e for ver o que foi feito, temos que boa parte da lista foi endereçada. A projeção tinha que melhorar, subir, mas caiu”, completou.

Assista a entrevista completa!

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Zulu

28 de março de 2022 às 16h01

Sem a pandemia o Brasil estaria hoje se recuperando da desgraça petista, com emprego diminuindo todos os meses, dólar na faixa de 3,50-4 R$, ecc… infelizmente foram 2 anos plenos jogados fora inutilmente mas uns 6 meses para recuperar uma pseudo normalidade econômica.

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador da Bahia O Xadrez para Governador de Minas Gerais O Xadrez para Governador de São Paulo O Xadrez para Governador do Rio de Janeiro Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes