Fundador do Instituto Ideia vê chance de Lula vencer no 1° turno

Imagem: Divulgação

De forma sútil, França sinaliza para Rodrigo Garcia

Por Gabriel Barbosa

09 de junho de 2022 : 08h31

O ex-governador de São Paulo, Márcio França (PSB), concedeu entrevista ao Valor Econômico e analisou o xadrez político no maior colégio eleitoral do país.

Segundo ele, ainda não há uma definição por parte do ex-presidente Lula e do ex-governador Geraldo Alckmin sobre a candidatura que represente a chapa no eleitorado paulista.

“Há uma dúvida severa sobre a estratégia para São Paulo. Não é um Estado que permita muito erro. Diferenças aqui ganham dimensões grandes. Errar aqui significa errar bastante”, disse França.

Na sequência, o dirigente socialista declara que um erro de cálculo em São Paulo pode custar caro a dupla Lula-Alckmin, caso vençam a disputa presidencial.

“A eleição nacional está por muito pouco – a passagem no primeiro turno ou eventual segundo turno. Então errar em São Paulo pode ser dramático. O Lula conhece bastante o Brasil, mas o Alckmin conhece mais São Paulo do que o Lula. Eles não estão seguros. Se estivessem, já teriam tomado uma decisão”, alega.

Por fim, França lembrou que ainda conta com uma fatia importante do eleitorado paulista e deu uma leve sinalização para o atual governador Rodrigo Garcia (PSDB) ao dizer, nas entrelinhas, que sua saída do pleito poderá beneficiar o tucano.

“Eu tenho 17% ou 18%. Haddad tem 28% a 30%. Quando somos os dois juntos, o resultado não dá a somatória. Não dá 50%. Então há dúvida: ‘se o Márcio não sai, ele contribui para o Haddad, mas ele consegue fazer o Haddad ganhar no primeiro turno?’ Pouco provável. ‘E ele dá sobrevida ao Garcia?’ Provável. Porque quando você me tira, o eleitor do Alckmin no interior, que tem dificuldade de apertar 13 e não gosta do Bolsonaro, esse vai ficar limitado a escolher o Rodrigo Garcia”, argumenta.

Ontem, publicamos sobre o encontro entre o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, e o deputado federal Rodrigo Maia (PSDB-RJ), sobre a costura de aliança entre os dois partidos no Rio de Janeiro e São Paulo.

Gabriel Barbosa

Jornalista com passagens pelo Grupo de Comunicação O POVO (Ceará), RedeTV! e Band News FM. Pós-graduando em Comunicação e Marketing Político.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Gabriel

09 de junho de 2022 às 16h10

O Tarcisio, jogando parado, já derrubou todos. Agora só falta o poste. Vai carioca!

Responder

Kleiton

09 de junho de 2022 às 15h23

Esse França é isso aí…um comentarista de pesquisas e nada mais.

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina