Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Foto: Ricardo Stuckert

DataFolha: Lula a 2% de vencer no 1° turno

Por Gabriel Barbosa

09 de setembro de 2022 : 20h48

O DataFolha divulgou na noite desta sexta-feira, 9, a nova rodada de pesquisa nacional que mantém tanto o favoritismo do ex-presidente Lula (PT) quanto a sua possibilidade de liquidar a fatura no 1° turno.

Segundo o levantamento, resta apenas 2% para que o líder progressista vença o pleito já no próximo dia 02 de outubro. Nos votos válidos, Lula registra 48% das intenções de voto. Jair Bolsonaro, por sua vez, tem 36% das menções.

Nos votos totais, Lula continua firme na liderança com 45% de preferência ante 34% de Bolsonaro, que subiu três pontos. Enquanto isso, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) caiu de 10% para 8% das intenções de voto. Simone Tebet (MDB) tem 5%. Branco/Nulo 4% e Indecisos, 3%.

O DataFolha ouviu 2.676 eleitores em 191 municípios de todas as regiões do Brasil. A pesquisa foi contratada pela Folha e pela TV Globo e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o código BR-07422/2022. A margem de erro é de dois pontos.

Gabriel Barbosa

Jornalista com passagens pelo Grupo de Comunicação O POVO (Ceará), RedeTV! e Band News FM. Pós-graduando em Comunicação e Marketing Político.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

28 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Uira Lopes

11 de setembro de 2022 às 09h13

Prefiro acreditar no datapovo

Responder

Alexandre Neres

10 de setembro de 2022 às 23h37

Gente, até o Márcio Garcia. Quando o último dos moicanos irá ter a hombridade de assumir o erro crasso que cometeu?

“Eu prefiro não declarar o meu voto. Hoje, devido a essa polarização que é muito forte, eu acho ruim para todo mundo. Tenho grupos de família, discussão no WhatsApp, então eu como formador de opinião prefiro não influenciar desse valor democrático de cada um. Deixo o meu voto secreto e respeito os colegas que desejam falar. Já apoiei [Moro], pra você ver. Eu aprendi. É errando que se aprende, né? Já dei a deixa agora. É o máximo que eu vou falar”, disse o galã.

Responder

Francisco*

10 de setembro de 2022 às 18h57

Pesquisas na Globonews

Diversão garantida apreciar a patota da Globonews a destrinchar as pesquisas com tesouras com viés de segundo turno, ora com Bolsonaro crescendo continuadamente, ora a terceira via a garantir o segundo turno, sem aterem-se ao legado de pesquisas e resultados das últimas 6 eleições, que GRITAM até o momento, a três semanas da eleição, dada a estabilização, que a possibilidade de termos segundo turno em 2022 é improvável e não o contrário, que fingem não perceberem, omitindo para evitarem que o fato consolide-se e aconteça de fato, através da pautada intervenção enviesada, sobretudo no retalhar da pesquisa à moda Jack, tentando mostrar nas partes o que não encontram no todo, a garantia de segundo turno, para enfraquecer Lula eleito presidente.

Pode isso Arnaldo?

Responder

Francisco*

10 de setembro de 2022 às 18h56

Pesquisas na Globonews – Parte II

Será o Benedito não saberem que…

Em março/22, Bolsonaro, Moro e Doria, juntos detinham 36% das intenções de votos no Datafolha e após Moro (8%) e Doria (2%) deixarem a candidatura, o tão comentado crescimento continuo de Bolsonaro, passados cinco meses e meio da saída dos mesmos, ainda não conseguiu sequer absorver os 10% que então detinham, conforme os 34% registrados ontem no Datafolha, a três semanas da eleição?

Para não ter segundo turno, basta o candidato na caixa de candidato com maior intenção de votos, ter 50% dos votos válidos + 1 e os demais candidatos somados em outra caixa, terem no máximo 1 voto a menos que 50% dos votos válidos?

Os votos válidos equivalem a subtração dos votos brancos e nulos dos votos totais e que em todas as eleições desde 1998, os votos válidos não são superiores a 91,5% dos votos totais, ou seja, brancos e nulos não são inferiores a 8,5% dos votos, e portanto bastam 45,75% de votos totais + 1 para não haver necessidade de segundo turno?

Em 2022, Lula nunca teve menos de 44% dos votos totais nas pesquisas que contam, e que nessa situação necessita apenas de 1,75% de votos úteis + 1 para vencer no primeiro turno.
E que na situação de apresentar 45% de intenção de votos, necessita apenas de 0,75% de votos úteis + 1?

Na comparação entre as duas caixas de votos válidos, que é o que interessa para saber se haverá ou não segundo turno, Lula sempre esteve na primeira, do candidato líder, estabilizado em torno de 45% e portanto, sempre na condição de vencer no primeiro turno, sem essa de ‘boca de jacaré fechando’, o que não ocorreu durante todo o ano de 2022, fora da margem de erro?

Não adianta Bolsonaro crescer dentro da caixa dos demais candidatos, com Lula mantendo 45% de votos totais na caixa do líder, pois permanecerá precisando de apenas o,75% + 1 voto para liquidar a fatura no primeiro turno, e se Lula cresce, conta-se dobrado e nem precisará de o,75% de votos úteis, idem se decresce, quando precisará dos úteis.

Haddad, em 2018, entre a pesquisa Datafolha em 04/10/18 e a votação em 07/10/18, recebeu 5% de votos a mais, vindos de Marina que perdeu 3% e dos 5% de indefinidos.
E Bolsonaro recebeu 7% de votos a mais, vindos de Alckmin, Amoedo, Meirelles e Alvaro Dias, que perderam 7% e dos 5% de indefinidos?

Em 2022, além de Lula e Bolsonaro, estão sendo votados significativamente, apenas Ciro e Tebet, somando 12% dos votos totais e ambos tem mais eleitores propensos a votarem alternativamente em Lula, que em Bolsonaro, ao contrário de 2018, quando Bolsonaro teve um crescimento maior entre a pesquisa e a votação?

A rejeição de bolsonaro mantém-se, a mais de ano, acima de 50% e portanto….?

Responder

marco

10 de setembro de 2022 às 16h07

Aproveta e fala aí do papel do Zé Cardoso no cerco ao governo da Dilma.

Responder

Francisco

10 de setembro de 2022 às 15h00

Finalmente O Cafezinho produziu a manchete correta. Não importa quanto o genocida oscilou entre as pesquisas, ele será derrotado. O importante é o quanto falta para a parcela civilizada vencer a eleição, e é bem pouco. O resto é conversa fiada.

Responder

EdsonLuíz.

10 de setembro de 2022 às 13h16

Marcola e Fernandinho Beira Mar são os maiores bandidos ligados ao tráfico de drogas no Brasil.

Cada área tem os seus maiores bandidos. Os maiores bandidos na área da corrupção, por exemplo, são putros bem conhecidos.

Se alguém denuncia tanto o traficante Marcola quanto o traficante Fernandinho Beira Mar e outras pessoas passam a dizer que quem denuncia Marcola está fazendo o jogo de Beira Mar, o que você acha disso?

Você acha que é porque o povo de um bandido quer de qualquer jeito que as pessoas combatam só um bandido e protejam o bandido delas?

Só pode ser isso, não é?

Responder

Jorge Fernandes

10 de setembro de 2022 às 13h01

qual o roubo que aNoivinha do Aristides pratica,que ele é capaz de comprar 51 imoveis em dinheiro vivo ?

Responder

Francisco*

10 de setembro de 2022 às 12h42

O desespero toma conta das falanges ruminantes e não há gabinete do ódio que consiga supri-los de novas desinformações a tempo de aplacar a ansiedade de fazerem qualquer coisa, ao sentirem a trolha que se aproxima, e aí desandarem a replicar bobagens fora do prazo, de forma continuada, que tornam ainda pior o desespero e acelera-os em esperneios cada vez mais descoordenados.

Tic…tac…tic…tac…tic…tac…, restam 3 semanas para acabar o tico-taco-no-fubá da mediocridade que atolou o Brasil de vez no brejo, através da eleição do Mico-Cavalão-Amarelado, com os ruminantes ruminando o vácuo, ao falharem todas as ‘forçadas verbas de ocasião’ voltadas a desigualdade social, a redução de preços de combustíveis e da artificial deflação consequente, destinadas a compra de votos. Nada das ‘excentricidades eleitoreiras’ funcionou até o momento.

Daí restar agarrarem-se, feito náufragos, à multidão presente nos ‘comícios cívico militar’ de 07 de setembro, em Brasília (150 mil presentes), no Rio de Janeiro (75 mil presentes) e no comício de São Paulo (50 mil presentes), que riscaram do mapa da legalidade e das boas práticas de governança, qualquer vestígio de comemoração do bicentenário da Independência, que só não passou totalmente desapercebido graças a providencial comemoração agendada e ocorrida em 08/09/22, em sessão solene no Congresso Nacional, com ‘forfait’ do cavalão, completando o histórico e descomunal deslize institucional.

Mas durou pouco…, ontem veio o Datafolha e junto o retorno a rotina de esperneios, entremeados com narrativas de auto engano de apegados a multidão de 7 de setembro, que ainda não conseguem desapegar da realidade paralela. Que tristeza!

E olha que ainda não conseguiram compreender que a pesquisa Datafolha de 04/10/18, sobre a qual tanto berram ter errado a três dias da eleição, na realidade corretamente escancara o que estatisticamente lhes aguarda no dia 02 de outubro, em termos de voto útil, com sinal trocado.
Daí querer que compreendam é querer demais, consequentemente aumentam os esperneios e com a trolha aproximando-se, aquela sensação de ‘mato ou morro’, de não saber se correm pro mato ou se correm pro morro. Na dúvida, acho que devem correr pro bueiro, de onde jamais deveriam ter escapulido.

Responder

Bandoleiro

10 de setembro de 2022 às 10h24

Todas as provas claras do cometimento do crime: https://youtu.be/E65NM39OL34?t=27028

Responder

    Perry Mason

    10 de setembro de 2022 às 14h31

    “As provas claras do cometimento do crime”, no caso em questão e parte de lawfare composto por mais de duas dezenas de processos, consubstanciam a sentença que condenou o réu por Corrupção Passiva e Lavagem de Dinheiro, e tais “provas claras do cometimento do crime” são tão cristalinas que necessário se fez, para fechar o processo, utilizarem duas pérolas jurídicas, respectivamente: o Ato de Ofício Indeterminado e a Lavagem Sem Dinheiro, pela atribuição do bem.

    O juiz que proferiu a sentença, posteriormente foi julgado e declarado PARCIAL no caso, que permitiria anular o processo, antes anulado na questão de Foro, em tentativa de exatamente evitar que o juiz fosse julgado e declarado PARCIAL, o que acabou acontecendo.

    O então juiz torna-se ex juiz ao passar a ser ministro do presidente eleito, que se viu beneficiado pelo fato do adversário que liderava as pesquisas, a um mês da eleição, ser impedido de concorrer, condenado e preso que fora por tal então juiz, agora ministro da justiça do beneficiado presidente eleito.

    Na instância seguinte, ao correr do tempo, ainda veremos esclarecidos certos detalhes pitorescos como a inédita senniana aceleração do processo contra o relógio da eleição, a fantástica sincronia de 3 juízes em relação a pena estipulada, certas declarações antecipadas do presidente do tribunal, diálogos alvejantes da vaza jato e por aí seguem, entrelaços, coincidências e sintonias finas, além do fantástico papel do Tribunal lavajateiro de condenação antecipada, o da Televisão.

    ‘Que beleeeeeza’.., as provas ‘claras’ e esses fatos nada claros, ainda, né?

    Responder

    Vieira

    10 de setembro de 2022 às 15h53

    A corja da segunda instância!!!

    Responder

Gilmar Antunes

10 de setembro de 2022 às 09h58

Alguns aqui querem comparar as eleições de 2018 com as de 2022, quando as circunstâncias são muito diferentes.
Em 2018, Lula foi preso injustamente para não participar das eleições.
Só foi solto quando alguns juízes do STF perceberam que sua prisão decorria de inúmeras ilegalidades praticadas pela turma da Lava Jato chefiada por Sérgio Moro, o “juiz ladrão”, como bem definiu o deputado Glauber Braga.
Agora, depois de tantos crimes cometidos por Bolsonaro e sua gangue de incompetentes, espero sinceramente que a imprensa e o povo percebam o enorme equívoco que foi confiar num político corrupto e obscuro como ele, e devolva o país à normalidade democrática elegendo Lula, que é o que sobrou de melhor entre os quadros políticos que aí estão.
Não que o Brasil não pudesse ter outros melhores e tomara os venha ter.

Responder

Bandoleiro

10 de setembro de 2022 às 09h58

Como funcionava o esquema de propina para o PT e Cia na Petrobras: https://youtu.be/E65NM39OL34?t=22905

Responder

Zulu

10 de setembro de 2022 às 09h53

Ao minuto corrente desse video ha todas a analise preliminar sobre qual tribunal era competente para julgamento do Larapio e parceiros de assaltos. O prorpio STF encaminhou os processo para Curitiba… https://youtu.be/E65NM39OL34?t=6652

O processo a Lula foi perfeito…quando chegou ao STF começaram movimentaçoes estranhas e que os brasileiros viram muito bem.

Anulaçào da prisao em segunda instancia, Moro entrou na mira dos juizes, ecc….

Quando a ocasiao para anular os processo do Animal chegou na mao do companheiro Fachin o advogado do MST e garoto propaganda da estocadora de vento nao achou nada melhor para inventarque os processos foram para o CEP errado…tudo na cara dura brincando com a inteligencia dos brasileiros e de todo o sistema juducial.

A ideologia esquerdista é um cancer que ainda hoje faz desastre e escaraviza bilhoes de pessoas no mundo.

Responder

Uganga

10 de setembro de 2022 às 09h37

Eu acho que esta pesquisa està com os numeros invertidos, a velha imprensa precisa manter viva a candidatura fajuta do Canastrao para criar materias, vender “copias”, ecc…as eleiçoes sao fontes de dinheiro e precisa manter o interesse quanto mais alto possivel para ganhar mais obviamente.

Bolsonaro 45% +/-
Lula 35% +/-

Igualzinho a 2018…alguem quer apostar ?

Eu nao conheço uma sequer pessoa que mudou de 2018 pra cà.

Responder

alex

10 de setembro de 2022 às 09h08

O massacre deste verme em direta nacional sò começou…

Responder

Bandoleiro

10 de setembro de 2022 às 09h07

Dépois da candidata do MDB “Simone Estepe” descobrimos que o ato do “Bossonaro” parecia uma reuniao do “Cuscuz Clan”…kkkkkkkkkkkkkkkk

Como nao rolam um mensalao e um petrolao com estes escapados de casa em Brasilia ?

Responder

    Bandoleiro

    10 de setembro de 2022 às 09h13

    https://www.youtube.com/watch?v=BjYwSbL2glA …kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Responder

    Walfredo Ferreira da Silva

    10 de setembro de 2022 às 09h26

    A pergunta que não que calar : Quanto Ciro Gomes tá recebendo de Bolsonaro para atacar LULA ?
    Digo isso por que a intimidade dele com Bolsonaro nos bastidores do debate da Band chamou a
    atenção .

    Responder

      Bandoleiro

      10 de setembro de 2022 às 15h07

      O Ciro nem tanto, quem paga bem mesmo a gente são os Imperialistas Yankee, a CIA mesmo manda um pix para mim toda semana….kkkkkkkkkk

      Estes petistoides são completamente retardados….kkkkkkkkkkkk

      Responder

Luiz

10 de setembro de 2022 às 07h46

Eu não voto em quem compra 51 imóveis com dinheiro vivo.

Responder

Fanta

09 de setembro de 2022 às 23h33

Está tudo claro….grande imprensa, Faria Lima, STF/TSE de um lado e as pessoas na rua manifestando do outro.

Tá tudo a luz do sol, da pra ver claramente como os brasileiros eram tratados.

Responder

Arthur Albuquerque

09 de setembro de 2022 às 22h36

A tristeza disso tudo é que Ciro destruiu o Partido que um dia foi de Leonel de Moura Brizola

Responder

Jorge Fernandes

09 de setembro de 2022 às 21h53

Os 2 pontos que o Ciro perdeu, coincidentemente o genocida achou

Vamos ao que interessa, onde a noivinha do Aristides consegue tanto dinheiro vivo para comprar 51 imóveis?

Responder

Dutra

09 de setembro de 2022 às 21h53

A vitória de Lula no 1° turno vai deixar muito gado com raiva! Gadaiada sem vacina vai ser uma catástrofe! Viva Lula! VIVA A DEMOCRACIA! Feliz Brasil em 2023

Responder

William

09 de setembro de 2022 às 21h48

A mesma resenha de 2018, as pesquisas inventando e as pessoas na rua dizendo outra coisa.

https://veja.abril.com.br/politica/bolsonaro-perde-de-haddad-por-45-a-39-no-2o-turno-diz-datafolha/

O Datafolha/Globo como já foi dito será a última a querer chegar perto da realidade por motivos óbvios.

Em 2018 “erraram” a poucos dias das eleições do primeiro turno (onde podem inventar tudo e um pouco mais) de no mínimo 10 pontos.

Narrativas (pesquisas) Vs Fatos (pessoas na rua).

Responder

Kleiton

09 de setembro de 2022 às 20h56

Deixe sua risada, é de graça…kkkkkkkkkk

Responder

Deixe um comentário