Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Imagem: Ricardo Stuckert

Chico Buarque também pede voto útil para Lula no 1° turno

Por Redação

22 de setembro de 2022 : 10h39

O cantor e compositor Chico Buarque, um dos nomes mais respeitados da música brasileira e mundial, também aderiu a campanha de voto útil para o ex-presidente Lula (PT). Mais cedo, o artista divulgou um vídeo direcionado para os eleitores da terceira via.

No vídeo, o artista esclarece que “hoje eu não quero conversa com admirados de Lula”. “Prefiro falar com quem não gosta do Lula, mas há de entender que, neste momento, o importante é salvar a nossa democracia”, afirma.

Na sequência, Chico destaca que o pleito de 2022 é a disputa entre a “democracia contra ameaça de golpe, contra o ódio, contra a violência, contra o descaso com multidões nas ruas, passando fome, revirando o lixo”.

Por fim, ele se dirige aos eleitores do ex-ministro Ciro Gomes (PDT) e da candidata do MDB, Simone Tebet. “Então, que não gosta do Lula, mas aceita votar nele assim mesmo, a contragosto, é melhor votar uma vez só e encerrar o assunto. Vote 13 e vamos com Lula presidente”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

10 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

22 de setembro de 2022 às 23h39

Édson Luiz, a decisão é, e sempre será, sua. Mas me permita lamentar o seu “retiro”, de antemão, se assim decidir. Você é um dos maiores e melhores comentaristas do Blog. Não se deixe impactar – se me permite palpitar – pelos desatinos do Alexandre Neres e outros que o secundam por aqui. Eles não sabem o que dizem…Agem por instinto e paixão, não por reflexão. O Alexandre é novo, creio, e poderá rever sua posição, no futuro. Cabe a nós tolerá-los e aconselhá-los. Se – e quando – eles aceitarão tais conselhos, que ademais, não pediram, é outra questão, e é lícito que eles decidam sobre isso. É o fardo do homem racional e vivido…

Responder

EdsonLuíz.

22 de setembro de 2022 às 18h02

Vou dar mais uma pausa na minha frequênciá neste café. O ar está muito pesado para boas coisas por aqui.

Tenho simpatia grande pela democracia interativa de ‘ocafezinho.com’, democracia interativa essa que, percebo, muitos petistas prefeririam ver suprimida, como é o que fazem em seus blogues menos independentes e um dia, se puderem, calarão toda a imprensa livre, como seus apoiados calam onde dominam.

Mas eu, como crítica, se uma minha crítica importar alguma coisa, estou entendendo que ‘ocafezinho’ está se mostrando um tanto sectário. De qualquer modo este sectarismo não é o que realmente me incomoda, porque democracia se define, exatamente e no limite, por existir ou não canal de manifestação de divergência. E essa interatividade democrática vem sendo preservada neste jornal.

O que me expulsa -e expulsa todos do convívio e da proximidade com eles em qualquer espaço- é a forma beligerante, agressiva, mentirosa, manipuladora e torpe (e tantas vezes limitada por muita ignorância inconsciente) de certos petistas ou adesistas deles, talvez muito por a ignorância impedí-los de se enxergarem e pela violência de suas agressões, mesmo sendo tão bobocas.

Eles tomam dados e fatos que os contrariam como agressão, quando deveriam é pensar nestes dados e fatos e confrontá-los com os dados manipulados das narrativas de seus vaqueiros. E tendo uma cultura autoritária e com baixo limite para serem contrariados, agridem com manipulações, “desconstruções” levianas e pessoalizações. Vão continuar sozinhos, comemorando eventuais apoios temporários sem se envergonharem de serem apoios apenas para evitar certos riscos vistos como ameaças imediatamente ainda maiores que a ameaça que eles representam e vão prosseguirem apoiados por gente da qualidade de Gedel, Renan Calheiros, Eunício e cia, que eles usam criminosamente (mais criminosamente que os criminosos com quem se aliam) contra gente bem mais decente como Ciro Gomes e Simone Tebet, que eles massacram até restarem somente as bolhas putrefatas de seus delírios autoritários, enquanto não puderem ser superados.

É incrível, mas mesmo nas escolas superiores de humanidades, quando o PT domina, só sobra o pobre pensamento petista equivocado e autoritário.

O ódio petista antigo e famoso está intacto e se repete em todos os países que têm a presença dessa matriz de cultura política. A esquerda NÃO é isso! O progressismo NÃO é isso! Muito pelo contrário, os valores progressistas, humanistas e democráticos que nós, que pensamos um pouco mais à esquerda, dividimos irmanados com a direita, esses valores foram pensados, implementados e são sustentados pela direita, e por isso a direita possui, em geral, na parte do mundo menos exposta à barbárie, muito maior respeitabilidade que a nossa.

Com essa gente, sua pouca cultura e mesmo assim uma cultura doutrinária e doutrinada, e com seus vícios bárbaros, a começar pela defesa de preservar corrupção de políticos, partidos e empresas, não vai fazer deste lugar um bom país.

Edson Luiz Pianca.
edsonmaverick@yahoo.com.br

Responder

Alexandre Neres

22 de setembro de 2022 às 17h38

Já li muita besteira no Cafezinho, quanta “eresia”, mas o seguinte parágrafo é hors concours:

“Roberto Carlos demonstra uma maturidade política e responsabilidade social muito maior que a de Chico quando lucidamente tem consciência de sua influência e ascendência na opinião de pessoas incautas e não instrumentaliza levianamente essa ascendência, como Caetano Veloso faz muito e Chico Buarque algumas vezes faz.”

Pra desfiar um rosário de asneiras assim, só uma pessoa que não tem a menor noção da sua ignorância. Como ousa um imbecil se referir a Chico Buarque nesses termos? Ideologismo puro.

E quanto ao peruano Mario Vargas Llosa, então? Não vou entrar nessa seara de tirar seus méritos literários, embora muitos o façam. Perdeu as eleições de presidente pra Fujimori, um déspota nada esclarecido, mas não se fez de rogado. É uma múmia que não aprendeu com o tempo e houve por bem escolher Keiko Fujimori, mesmo pertencendo a uma dinastia corrupta até a medula, como no Brasil prefere Bolsonaro a Lula. Seu lema é sempre à direita, tratando-se de um pernóstico, mas Freud explica. É desses que ao longo da vida foi transitando da esquerda para a direita, até parar na extrema-direita. O momento da virada foi o fato de não ter aceitado ser corneado por Gabo, algo bem típico dos machões latinos que querem posar de eruditos e de modernosos.

Responder

EdsonLuíz.

22 de setembro de 2022 às 17h06

ROBERTO X CHICO não é uma questão importante, a não ser na análise da questão da responsabilidade deles ficarem opinando sobre voto ou evitarem de opinar.

Será que ao comentarem (?) o que eu escrevi sobre isso por ter sido idiotamente provocado não estão trocando o escritor soberbo Mário Vargas Lhosa por…Chico Buarque?

Antes de ser romancista, Vargas Lhosa é um intelectual jornalista da discussão de teoria política e filosofia social. Quando Vargas Lhosa opina, é o intelectual que opina, não o escritor de romances.

E não cometam com Chico Buarque a eresia de nomeá-lo intelectual, porque isso ele não é e não reivindica. É para mim quase certo que intelectual é um título que Chico Buarque não quer e talvez até rejeite (fiquei na dúvida se deveria escrever no subjuntivo, menos impositivo).

Chico Buarque é, para mim, um grande letrista de música e, como escrevi e a pessoa que não leu ou que tenha feito uma leitura na diagonal pode voltar e ler direito, aqui, um pouco mais abaixo, eu escrevi que acho que Chico Buarque merece um nobel pelas letras de suas músicas.

E eu acho que Chico Buarque merece o nobel de literatura exatamente pela altíssima qualidade literária das letras de música que faz. Foi isso que eu escrevi abaixo!

As qualidades literárias podem não precisar de muitas leituras, como entendo que é como o escritor japonês Haruki Murakami concebe quando diz que qualquer um pode escrever bem e que para isso basta que escreva da forma como pensa e fala. Mas para mim a qualidade literária altíssima de Chico sugere a leitura por parte dele de alta literatura, de no mínimo a leitura atenciosa dos clássicos do romance e das peças de teatro.

Mas daí a concluir que Chico conheça teoria política, filosofia social e economia é coisa de alucinado ideológico. Chico, como Roberto Carlos, claramente não se letran nisso.

Com a inspiração literária que Chico Buarque possui, como podemos constatar pelas letras lindíssimas e de referências e a estética lindíssima e rica que carregam, se Chico conhecesse um mínimo suficiente de filisofia e de teoria política e não aprisionasse ideologicamente o pensamento, engessando um tanto as ideias, como escritor Chico Buarque seria um monstro sagrado! Estou para dizer que Chico ombrearia com Vargas Lhosa, caso conhecesse teoria social minima e suficientemente.

Mas eu realmente sou alguém que prefere a qualidade literária de Chico Buarque às letras românti as inspirafas de Roberto, mas não sou dado a seguidismos bobos.

Roberto Carlos demonstra uma maturidade política e responsabilidade social muito maior que a de Chico quando lucidamente tem consciência de sua influência e ascendência na opinião de pessoas incautas e não instrumentaliza levianamente essa ascendência, como Caetano Veloso faz muito e Chico Buarque algumas vezes faz.

Mas pior que eles é Felipe “Ignorância” Neto se metendo com influenciar opinião.

Responder

dcruz

22 de setembro de 2022 às 14h22

Sr.Edson, bem se vê que o senhor não tem a mínima noção do valor intelectual de Chico Buarque, um leitor voraz, poliglota e que lê profundamente sobre todos os assuntos em que emite opinião. Compará-lo neste quesito a Roberto Carlos revela seu total desconhecimento da personalidade de nosso maior compositor.Antes de julgar os outros, talvez o senhor é que precise ler mais.

Responder

EdsonLuíz.

22 de setembro de 2022 às 12h01

Fora todos os esfoladores da liberdade em qualquer lugar do mundo!

Os “Comunistas” são internacionalistas mesmo quando são comunistas de meia-tigela e que de teoria política só conhecem o que se lhes doutrinam; os fascistas são internacionalistas até quando são fascistas de meia-tigela e que de teoria política só conhecem o que se lhes doutrinam.

Nós, politicamente de centro-esquerda ou de centro-direita, irmãos siameses e gêmeos de consciência que somos na nossa defesa da dignidade humana, da emancipação dos seres humanos e na defesa das possibilidafes de realização da humanidade de cada um, o que nos amadureceu a todos, em todo o mundo, para a defesa dos valores liberais, a moralidade pública incluída, também somos internacionalistas!

Nos batemos e sempre vamos nos bater principalmente contra enganadores que apoiam o esmagamento da democracia lá fora enquanto aguardam se fortalecerem para massacrarem a democracia aqui.

Fora Lula!
Fora Bolsonaro!
Pela demicracia, vote contra esses dois em 1° e em 2° turnos!

Você, no 2° turno, tem a possibilidade de votar em branco pela democracia e contra o fortalecimento de populismos aqui no Brasil.

E aqueles apoiadores de populistas que se dizem “de esquerda” e que têm atitudes fascistas como a de seus doutrinadores, meu completo repúdio.m!

O povo brasileiro e o de qualquer país não pide ser massacrado pir gente como Lula e bolsonaro e seus apoiadores. Não sem a nossa resistência!

Edson Luiz Pianca.

Responder

EdsonLuíz.

22 de setembro de 2022 às 11h41

Roberto Carlos é um cantor e compositor popular de música romântica. Chico Buarque não tem público de mesmo perfil e na escala de Roberto Carlos, mas suas composições têm muita aceitação por nós, que gostamos de música com letras literariamente mais elaboradas. Nisso, para mim, Chico Buarque é imbatível! Chico é imbatível no mundo, nessa área, e merece nobel de literatura pelas suas letras de música (pelos seus romances, não!).

Sobre teoria política e filosofia social, é bem notado que nem o artista Roberto Carlos nem o artista Chico Buarque conhecem muita coisa. De economia, então, é que esses dois pouco conhecem mesmo!

Roberto Carlos, uma vez inquirido, declarou que sabe que uma opinião sua influencia muito e que tem consciência desse seu pouco conhecimento de teoria social (não elaborou assim) e que por isso prefere evitar de emitir opinião sobre candidato a cargo político..

Já o para mim fabuloso compositor Chico Buarque vive tentando influenciar o eleitorado, embora seu conhecimento político seja quase apenas ideoligização.

Eu posso preferir Chico Buarque como compositor, achando Roberto Carlos muito bom compositor também…

…Mas não tenho dúvida que, diante do que esses dois significam no imaginário popular e considerando suas limitações sobre questões eleitorais, a atitude de Roberto Carlos é bem mais lúcida e equilibrada do que a de Chico Buarque.

Mas os dois, como todos, têm direito de pregarem as merdas que quiserem, caso se disponham a isso.

O resto é coisa de doidivanas! Ou coisa de jagunço político bobão e truculento, como todo jagunço!

Edson Luiz Pianca.
edsonmaverick@yahoo.com.br

P.S.: Aliás, aqui em ‘ocafezinho.com, faz mais de um ano, eu li um petista elaborando sobre como ele considera essas manifestações de artistas e celebridafes sobre questões eleitorais e políticas, não dando maior valor a essas manfestações por elas não merecerem maior atenção mesmo. Mesmo eu não gostando da visão das coisas desse petista, eu achei essa sua consideração sobre manifestação política de artista perfeita e concordei inteiramente com ela.

Responder

Alexandre Neres

22 de setembro de 2022 às 11h34

Tenho um amigo das antigas do qual me afastei por suas posições políticas. A gente chamava ele de Pelanca.

Ultimamente, um amigo em comum me mandou um post de Pelanca nas redes sociais que tratava de Lula em mais de 90% do texto: que era apoiador das ditaduras de Cuba, da Nicarágua, da Venezuela etc.; que Lula e o petê são os responsáveis pela tragédia econômica e social que vivemos; que Lula roubou, conforme julgado em três instâncias; que seus adevogados não contestaram as provas; que Sergio Moro é íntegro e honesto, houve meros pecadilhos formais nos ritos processuais; que Lula é responsável pela eleição de Bolsonaro; e assim por diante.

Em suma, Lula, Lula, Lula. Pelanca enche o peito pra dizer que não vota em corrupto, insinuando que não há provas de corrupção contra o mito. Tem orgulho de ser isentão, promete votar em branco caso haja segundo turno, embora alguns conhecidos duvidem por já terem visto uma bandeirinha do Brasil em seu maverick. Fica chateado por Mariliz Pereira Jorge e Vera Magalhães não acharem 2022 uma escolha tão difícil assim. Sente-se abandonado, acreditou naquela novela que passou no Jornal Nacional por anos a fio, a dos dutos que emanavam cédulas.

No fundo, no fundo, Pelanca é uma boa pessoa, só é insuportável e é impossível o convívio com ele. É apenas um udenista à espera de um salvador da pátria, como tantos outros por aí, que se sente bem ao se imaginar um progressista, conquanto na prática contribua sobremaneira para levar a democracia e a civilização para o buraco.

Responder

EdsonLuíz.

22 de setembro de 2022 às 11h09

Chico Buarque,

Os ditadores de Cuba estão esfolando os cubanos que lutam por remédio, comida e liberdade!

Dos manifestantes pacíficos de julho/2021 por comida, remédio e democracia em Cuba, crianças de até 14 anos foram condenafas a reclusão por até 4 anos…

Artistas…
▪Cantores;
▪Compositores;
▪Atores…

.. estão sendo condenados por até 20 anos ou se exilando.

Lula apoia o regime cubano e o PT publica notas de apoio e solidariedade aos ditadores cubanos.

E sobre a não condenação por Lula e pelo PT dos abusos da Rússia na Ucrânia e em outros países que querem liberdade e democracia?

Votar em Lula POR DEMOCRACIA?

Qual é, Chico Buarque?

Responder

Alexandre Neres

22 de setembro de 2022 às 11h02

Deve dar uma inveja danada, né? A não assinatura de Bolsonaro no diploma do Prêmio Camões, o mais importante da língua portuguesa, foi para Chico como se tivesse ganho um segundo prêmio. Jaguncisse (sic)?

O pior é que tem gente que louva as posições políticas do Roberto Carlos. Tem base? Vai gostar de ditadura e de lambe-botas assim no raio que o parta!

Será que o nosso comentarista mais folclórico vai vestir a carapuça?

Responder

Deixe um comentário