Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Brasil supera meta de superávit fiscal. A crise é braba!

Por Miguel do Rosário

03 de janeiro de 2014 : 15h16

Pois bem, fechamos o ano com a inflação abaixo do texto, superávit fiscal acima da meta, comércio exterior pujante e produção industrial em alta, além da mais baixa taxa de desemprego da história. A crise tá braba!

Os helicópteros da oposição devem estar frenéticos.

Reproduzo um trecho de um post publicado há pouco pelo Fernando Brito, no Tijolaço. Em seguida, matéria da agência Brasil, sobre o superávit fiscal.

*

(…) o comendador Merval Pereira, (…) no final de novembro afirmava:

“(…) o governo central – composto pelo Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central – também não está cumprindo a sua meta, que é de R$ 73 bilhões, o superávit primário este ano será bastante abaixo do previsto.”

E não adianta muito, porque ele e sua trupe, amanhã, estarão dizendo que cumpriu, mas graças ao Refis e a Libra, como se Fernando Henrique Cardoso não tivesse feito superavits vendendo tudo, menos a alma, que não a tinha para entregar.

*

GOVERNO CENTRAL REGISTRA SUPERÁVIT PRIMÁRIO DE CERCA DE R$ 75 BI E CUMPRE META PARA 2013

Kelly Oliveira
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O superávit primário do Governo Central (Banco Central, Tesouro Nacional e Previdência Social) de 2013 chegou a cerca de R$ 75 bilhões, anunciou hoje (3) o ministro da Fazenda, Guido Mantega. O superávit primário é a economia de recursos para pagar os juros da dívida pública. A meta ajustada do Governo Central para 2013 era R$ 73 bilhões. Tradicionalmente, o resultado primário é divulgado pelo Tesouro Nacional no final de cada mês, mas, desta vez, o ministro adiantou o anúncio.

Originalmente, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) previa meta de superávit primário de 3,1% do PIB para a União, estados e municípios em 2013. Posteriormente, o governo lançou mão de mecanismos que permitiam o abatimento de gastos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e de receitas que deixaram de entrar na conta por causa de desonerações e revisou a meta para 2,3% do PIB, R$ 110,9 bilhões. No fim de novembro, o Congresso Nacional aprovou uma emenda à LDO que desobriga a União de compensar o descumprimento da meta dos governos estaduais e das prefeituras.

Em novembro do ano passado, o superávit primário do setor público bateu recorde, depois de um resultado fraco em outubro. Um dos fatores que contribuíram para o resultado primário do governo melhor em novembro foram os parcelamentos especiais para bancos, seguradoras e multinacionais brasileiras que renegociaram tributos em atraso e impulsionaram as receitas da União. O pagamento de do bônus de assinatura do leilão do Campo de Libra, na área do pré-sal, também impulsionou o esforço fiscal.

Edição: Juliana Andrade

Charge-Miriam-Leitao-e-Carlos-Alberto-Sardenberg

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Ieda Dietrich

05 de janeiro de 2014 às 14h58

http://youtu.be/hV76KXU1x6g

Responder

Heitor

03 de janeiro de 2014 às 20h17

“como se Fernando Henrique Cardoso não tivesse feito superavits vendendo tudo, menos a alma”.

QUEM GARANTE QUE ELE NÃO VENDEU A ALMA? E O SERRA DEVE TER DADO UMA MÃOZINHA NESSA VENDA TAMBÉM.

Responder

Cleide Portella

03 de janeiro de 2014 às 22h14

Vinicius estão estribuchando!!!

Responder

Vinícius Borges

03 de janeiro de 2014 às 20h59

crise?! só se for da oposição!!!! como ficará a carreira de aécio (sem trocadilhos)? e o serra? deve estar arrancando os cabelos!!!!!!

Responder

Daniel Menezes

03 de janeiro de 2014 às 18h44

Detesto o conceito de superávit primário, mas adoro ver o PIG errar uma previsão

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?