Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

FGV detecta forte queda na inflação de 2013

Por Miguel do Rosário

08 de janeiro de 2014 : 11h08

Os urubus perderam mais essa. Segundo a Fundação Getúlio Vargas, a inflação caiu fortemente em 2013. O índice IGP-DI encerrou o ano em 5,52%, contra 8,1% em 2012. Para efeito de comparação, em 2002, a inflação do IGP-DI foi de 26,41%.

Aliás, segue um histórico da inflação nos anos FHC. Repare que somente em 1998 a inflação ficou abaixo da inflação que registramos ano passado, mas a custo de uma grande operação de fraude cambial, montada para garantir a vitória de FHC em outubro de 1998. No início do ano seguinte, a bolha iria estourar, a inflação explodiria para mais de 20%, tragando o Brasil para o fundo de uma terrível crise financeira, que multiplicou nossa dívida pública e nos amarrou ainda mais ao FMI.

ScreenHunter_3169 Jan. 08 11.08

Inflação medida pelo IGP-DI fecha ano em 5,52%
08/01/2014 – 9h28

Vitor Abdala, Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro – A inflação medida pelo Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) fechou o ano em 5,52%. A taxa é inferior à observada em 2012, quando o IGP-DI ficou em 8,1%. O dado foi divulgado hoje (8) pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

A queda da inflação foi influenciada principalmente pelos preços no atacado, mas o varejo também registrou queda no ritmo de alta. O subíndice Preços ao Produtor Amplo, que analisa o atacado, teve taxa de 5,07% em 2013, ante inflação de 9,13% em 2012. Já o subíndice Preços ao Consumidor, que analisa o varejo, passou de 5,74% para 5,63%.

Os preços da construção civil, no entanto, cresceram mais em 2013 do que no ano anterior. O subíndice de Custo da Construção passou de 7,12% para 8,09%.

Apesar de fechar o ano em queda, o IGP-DI do mês de dezembro (0,69%) foi superior ao observado em novembro (0,28%). A alta de dezembro foi influenciada pelos preços no atacado, que passaram de 0,12% em novembro para 0,78% em dezembro, e pelos preços no varejo, cuja taxa passou de 0,68% para 0,69%. A inflação na construção caiu de 0,35% para 0,1% no período.

Edição: Denise Griesinger

 

bonito-dos-desenhos-animados-dragao-vector_34-47969

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?