Bahia: Refinaria privatizada provoca desabastecimento de Gás de Cozinha

Aécio explica a propina R$ 2 milhões: era “negócio privado”

Por Miguel do Rosário

18 de maio de 2017 : 01h00

Meia noite do dia 18 de maio de 2017, e a Folha prontamente corre para tentar salvar Aécio Neves.

A explicação do senador (ver ao final do post) complica-o ainda mais, porque não explica nada.

Ele diz que pediu R$ 2 milhões para um “negócio privado”, sem dizer que negócio é esse.

No meio de uma investigação turbulenta, onde ele mesmo é um dos mais delatados, Aécio Neves pega R$ 2 milhões escondidos de um empresário, em dinheiro vivo, que são entregues a um primo dele?

Seria aquele primo envolvido com venda de sentença para traficante?.

Há uma gravação, na qual Aécio menciona a possibilidade de um homicídio… Aécio não explicou isso e, pelo jeito, também não lhe foi perguntado pela Folha…

Antes de reproduzir a explicação de Aécio, vale lembrar o teor da gravação, conforme compilado pelo colega Fernando Brito, do Tijolaço, que por sua vez recolheu o material em reportagem da Globo:

(…) Meia hora de gravação, feita no dia 24 de março, no Hotel Unique, em São Paulo, são o epitáfio de Aécio Neves na cena politica brasileira.

O Globo narra os detalhes:

“Joesley pergunta como poderia fazer a entrega das malas com os valores. “Se for você a pegar em mãos, vou eu mesmo entregar. Mas, se você mandar alguém de sua confiança, mando alguém da minha confiança”, propôs o empresário”

Aécio foge do flagrante pessoal, mas a gravação o entrega, inclusive com uma ameaça de assassinato:

O senador respondeu: “Tem que ser um que a gente mata ele antes de fazer delação. Vai ser o Fred com um cara seu. Vamos combinar o Fred com um cara seu porque ele sai de lá e vai no cara. E você vai me dar uma ajuda do caralho”

Frederico Pacheco de Medeiros, ex-diretor da Cemig, nomeado por Aécio, e um dos coordenadores de sua campanha a presidente em 2014 foi filmado em uma das quatro entregas de R$ 500 mil.

O dinheiro foi entregue a Mendherson Souza Lima, secretário parlamentar do senador Zezé Perrella (PMDB-MG) que o transportou para Belo Horizonte. Daí, para a conta da Tapera Participações Empreendimentos Agropecuários, de Gustavo Perrella, filho de Zeze Perrella.

Cumpre-se a profecia de Aécio Neves, feita na gravação: “tem que ser um que a gente mata ele antes de fazer delação”.

Vai ter que contar uma história melhor, Aécio. Muito melhor!

***

Aécio Neves deve assumir que pediu dinheiro a empresário

18/05/2017 00h18

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) deve assumir que pediu dinheiro ao empresário Joesley Batista, da JBS.

Ele deve afirmar que solicitou os recursos para pagar dívidas e que se trata de um negócio privado, sem contrapartidas nem tentativa de obstrução da Justiça.

O senador tucano foi gravado pedindo R$ 2 milhões a Joesley e que a quantia foi entregue a um primo do tucano, em ação filmada pela PF, segundo informação publicada na noite dessa quarta (17) pelo colunista Lauro Jardim, do jornal “O Globo”, e confirmada pela Folha.

Segundo os executivos da JBS, a quantia foi entregue a um primo do tucano, em ação filmada pela PF.

A gravação que supostamente compromete o senador Aécio Neves tem 30 minutos e foi entregue à Procuradoria-Geral da República (PGR). Deve integrar acordo de delação premiada, que aguarda homologação do ministro do Supremo Edson Fachin.

Aécio divulgou nota nesta quarta-feira (17) dizendo estar “absolutamente tranquilo quanto à correção de todos os seus atos”. Sobre a relação com Joesley Batista, o senador afirma ser “estritamente pessoal, sem qualquer envolvimento com o setor público”.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

127 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Mari Valadão

19 de maio de 2017 às 16h42

Negócio privado mais helicóptero com o pozinho santo

Responder

Targino Gurgel

19 de maio de 2017 às 14h47

Era negócio feito na PRIVADA , com certeza . Muita merda . . .

Responder

Maria Das Graças Torres

19 de maio de 2017 às 10h17

O playboy perdeu! A folha não entendeu que parte?!!!!!

Responder

Welbersonn Fww

19 de maio de 2017 às 09h37

O NATAL É SÓ EM DEZEMBRO,2 MILHÕES É MICHARIA MAIS PAPAI NOEL É SÓ EM DEZEMBRO MESMO,ESSES CARA ESTÃO ACHANDO QUE O POVO É BESTA PARA ACREDITAR NESTA HISTORIA.

Responder

Roger Nascente Silveira

18 de maio de 2017 às 22h34

o juizeco tucano vai abafar o caso do amiguinho aecio cheirador corrupto….podem esperar….fora golpistasssssss……

Responder

Tereza Müller

18 de maio de 2017 às 22h31

Esperando Gilmar voltar da Rússia amanhã pra nos salvar

Responder

Queli Xablau

18 de maio de 2017 às 21h15

Negócio privado kkk sei .|.??? Mas pago com os impostos pago com o meu dinheiro suado!!!!!!

Responder

Antonio Cavalcante

18 de maio de 2017 às 21h08

Saída ridícula… se forem aceitar uma desculpa esfarrapada dessas, ninguém mais será réu nesse País…

Responder

Gema Gretter Bonet

18 de maio de 2017 às 19h28

Vendo esta foto da pra imaginar de que lado está o juiz Moro

Responder

Lúcia Helena Cusini

18 de maio de 2017 às 18h55

Negócio privado tipo cocaína?

Responder

Paulo Benedito Santos

18 de maio de 2017 às 18h02

O juiz Sergio Moro tem TODAS AS PROVAS contra a irmã de Aécio há dois anos. Extratos bancários e tudo mais. Ela não tem foro privilegiado. No entanto foi necessário o STF intervir e decretar a prisão de Andrea Neves, porque Moro protege tucanos. Juizinho inútil e partidário.

Responder

Braz Pataro Neto

18 de maio de 2017 às 17h25

Pronto!
Explicou.
Aqui em bananaland é assim que funciona.
Tem uns que pedem desculpa e fica tudo bem também.

Responder

Nino Rocha

18 de maio de 2017 às 16h52

Esse “negócio privado” seria a compra de mais um carregamento do pó que não é o de café…???

Responder

Walison Alvim

18 de maio de 2017 às 16h37

Deve ser para comprar pasta base de cocaína.

Responder

Ana Maria Oliveira

18 de maio de 2017 às 16h33

Um dinheiro que não chegou nas mãos do advogado

Responder

Renata Pickert

18 de maio de 2017 às 15h02

A ex presidente do nosso país já explicou não tem corrupção ,KKK vai ser devolvido após as eleições ,dilmanta kkk

Responder

Rafael Santana

18 de maio de 2017 às 14h38

O Aécio virou pó kkkk

Responder

Rafael Santana

18 de maio de 2017 às 14h38

“O Aécio é o primeiro a ser comido”.

Segundo o filho de Teori, o PT deixou a Lava-jato fazer seu trabalho livremente e seu pai pode ter sido assassinado. Recentemente, o Senador Aécio neves disse que mataria o primo antes que ele pudesse delatar. Um policial de Minas Gerais disse que, caso ele morresse, o responsável por sua morte seria o Traficante Aécio. Encontraram um Elicóptero do Senador Perella com meia tonelada de pasta base de cocaína. O Policial de Minas morreu e encontraram a mala da propina do Aécio (mala grampeada) na casa do Senador Perella. O Aécio é um perigo para sociedade, é um réu confesso (no grampo) e deve ser preso.

Responder

Luzia Heitzmann

18 de maio de 2017 às 14h14

Falou …… e náo disse !!!!!!!

Responder

Diogo Moreira

18 de maio de 2017 às 13h37

Deve por negócio q ele tem a anos… o narcotráfico

Responder

Marcelo Bessa Freitas

18 de maio de 2017 às 13h32

Praticamente um ato de confissão. Senador as algemas

Responder

Ralfo Penteado

18 de maio de 2017 às 10h03

E quem foi que indicou este narco elemento para presidente da república de excessao do Brasil ! Por acaso é o indicador dos populistas Dória e Luciano Huck !

Responder

Celia Augusto

18 de maio de 2017 às 12h40

Faz nos rir….

Responder

Opção Certa Gás Autorizado

18 de maio de 2017 às 12h37

Será que o moro está envolvido com esta gangue

Responder

Lucy Sousa

18 de maio de 2017 às 12h33

Kkkk era privado msm!ele só não contava que o negócio ia vir à público!

Responder

Fabiana Carvalho Eleutério

18 de maio de 2017 às 12h19

Cuidado pra não focar somente no Aécio é Andréia, e esquecerem o Temer!

Responder

Kátia Mendonça

18 de maio de 2017 às 12h05

SE O POVO BRASILEIRO TIVESSE UM MINIMO DE VERGONHA NA CARA INVADIRIAM BRASÍLIA AGORA #DIRETASJÁ #FORATEMERJÁ #OCUPABRASILIA

Responder

Ruth Galvão

18 de maio de 2017 às 11h51

Se era, pq matar o delator???

Responder

Carlos Mauricio Silva

18 de maio de 2017 às 11h46

DR ENEAS JA FALOU O SISTEMA ESTA PODRE

Responder

Marli Navarro

18 de maio de 2017 às 11h17

Imagem valendo 1000000000 de palavras

Responder

Rogerio Wienhage

18 de maio de 2017 às 11h06

Ladrão fdp

Responder

Lulu Dias

18 de maio de 2017 às 11h05

Cara de pau

Responder

Lucyani Maglioni

18 de maio de 2017 às 10h58

Deve ser para comprar um triplex! !

Responder

Ralfo Penteado

18 de maio de 2017 às 07h50

Privado ? Não, é mais chic, “prive’e”. Foi patrocínio do PSDB de um churrasquinho para a confraternização com a rapaziada das FARC e do PCC. Tre’s chic, prive’e. E o povão, cidadãos comuns que pagaram não foram convidados.

Responder

Robson Segovia Chrysostomo

18 de maio de 2017 às 10h45

Folha empresa safada e corruptá.

Responder

Josinaldo Sobreira

18 de maio de 2017 às 10h44

Óleo de peroba nele!

Responder

Andre Andre

18 de maio de 2017 às 10h43

Um recadinho ao Diogo Mainardi. Se não fosse os Nordestinos, este povo bravo, o Brasil estaria sendo Governados por JAGUNÇOS de paletó.

Responder

Rogerio O Vieira

18 de maio de 2017 às 10h41

Helicoca?

Responder

Ricardo Brugger

18 de maio de 2017 às 10h36

Ao que tudo indica esta foto mostra toda a “quadrilha” reunida em evento.

Responder

Bacabal Gesso Oliveira

18 de maio de 2017 às 10h25

Cada dia tá ficando mais feio pro Moro, justiça partidária.
Mas não vamos aceitar que ele faça vista grossa agora como vem fazendo nos casos Aécio e Temer

Responder

Juliette Oliveira

18 de maio de 2017 às 10h21

Nada de novo sob o sol.

Responder

Antonio Cerqueira

18 de maio de 2017 às 10h19

ESTAVA MAIS PRA NEGÓCIO DE PRIVADA, VASO SANITÁRIO.

Responder

Silvio Cruz Portugal

18 de maio de 2017 às 10h19

Máfia reunida

Responder

Marcos Arruda

18 de maio de 2017 às 10h17

Se fudeu kkkk

Responder

Cacá Mendes

18 de maio de 2017 às 10h11

Mente que nem sente esse sociopata.

Responder

Francisco

18 de maio de 2017 às 07h07

+ um bandido no Senado!

+ um pro Gilmar Mendes defender…..

Responder

Vivi Melo

18 de maio de 2017 às 10h00

Claro que não!o negócio privado deles é a corrupção, escancarada!

Responder

Marcia Pereira da Silva

18 de maio de 2017 às 09h59

Ai explicar la na PF

Responder

Lili Brown

18 de maio de 2017 às 09h52

Este e o time quase completo que esta entregando as riquezas brasileiras, destruindo as empresas nacionais, perseguindo o maior presidente este pais ja teve, Lula, e cortando todos os direitos dos brasileiros, rasgando a Constituicao brasileira e reprimindo a populacao de forma violentissima!!

Responder

Ediane Prestes

18 de maio de 2017 às 09h50

Privado kkkk ou privada acho que foi uma cagada

Responder

Angelica de Almeida

18 de maio de 2017 às 09h39

Claro que era pessoal, como matar o Primo. Tem algo mais pessoal que isso?…..

Responder

    Maria Do Carmo Evangelista

    19 de maio de 2017 às 13h59

    Aqui no Ceará um deputado federal mais um estadual, mataram o primo prefeito porque ele não queria desviar a verba de uma obra! Tasso Jereissati sabe direitinho da Historia! Kkkkk

    Responder

    Angelica de Almeida

    19 de maio de 2017 às 14h50

    que horror!!!! ?

    Responder

Evelyse Herminio

18 de maio de 2017 às 09h34

Imagina se fosse o Lula!

Responder

Lílian Macedo

18 de maio de 2017 às 09h32

E mandar matar o delator, se referia a que???kkkk

Responder

Vitor Dias Junior

18 de maio de 2017 às 09h23

Mas, não era o filho do Lula o dono da JBS?

Responder

Gllaydson Alexandre Sousa

18 de maio de 2017 às 09h19

Era mesmo..
Paga a cocaína do helicóptero..

Responder

Neuza Palaro

18 de maio de 2017 às 09h04

Pior que diz uma reportagem que o dinheiro foi depositado na conta do Perrela. Seria esse o negócio privado?

Responder

Roberto Nascimento Nascimento

18 de maio de 2017 às 09h02

Parabéns coxinha

Responder

Jeferson Ribas

18 de maio de 2017 às 08h58

Negócio privado com Perrela e seu helicóptero ??? È óbvio que é coca !!!

Responder

Jane Melo

18 de maio de 2017 às 08h33

Safado.

Responder

Marcia Royal

18 de maio de 2017 às 07h54

Kkkkkk

Responder

Cleire Sambo

18 de maio de 2017 às 07h36

Excelente análise!

Responder

Tereza Nyqvist

18 de maio de 2017 às 07h02

Eles ainda escrevem que, supostamente o aériopó fez isso? Estão querendo defender esse desgraçado que destruiu tudo por inveja?

Responder

Dalva Rosa Pires

18 de maio de 2017 às 06h50

Mentiroso, hipócrita, psicopata!

Responder

Louis Bloom

18 de maio de 2017 às 06h21

olha o aécio :)
https://www.youtube.com/watch?v=6e4QgbYoEAw

Responder

Vera Maria Mainieri

18 de maio de 2017 às 06h20

Tá mais pra “negócio na privada”, né não?

Responder

Lene Vasconcelos

18 de maio de 2017 às 05h57

Esse filho da puta ladrão pensa que engana a quem.

Responder

Regina Nilson Filho

18 de maio de 2017 às 05h46

Calhorda , imoral e incompetente!

Responder

Felipe Da Silva Amorim

18 de maio de 2017 às 05h26

“Para um negocio privado” Ora proprina geralmente é para isso mesmo. E a larte que ele Diz “só matando mesmo” qual a opiniao dele ?

Responder

William Germano

18 de maio de 2017 às 05h25

É que o Helicóptero não chegou ao destino, então precisava de uma ajuda para recomeçar

Responder

Filipe Wolve Silveira

18 de maio de 2017 às 05h24

Agora pede pra ele explicar o áudio, nessa parte:

Responder

Silvana Stumpf

18 de maio de 2017 às 05h16

Parece o Lula se explicando kkkkkkk

Responder

Rogéria Costa de Paula

18 de maio de 2017 às 05h14

Como 3xplicar a afirmação – ” tem que matar antes dele delatar”?

Responder

Desiree Freitas

18 de maio de 2017 às 05h06

Para pagamento ao tráfico, é lógico.

Responder

Thiago Fortes da Silva

18 de maio de 2017 às 04h46

Kkkkk era! Kkkkk
#cadeianele

Responder

Milton Roberto

18 de maio de 2017 às 04h45

Pó meu ele queria abastecer a turma com muito, Pó meu é negocio particular com os Perrela e ninguém tem nada a ver com Pó meu.onde 2 vira 20 em pó meu

Responder

Rosa Xavier

18 de maio de 2017 às 04h45

#ForaTemer
#DiretasJá

Responder

Sevita Romitti

18 de maio de 2017 às 04h45

Kkkkkkk

Responder

Merlin El Mago

18 de maio de 2017 às 04h42

PARÁSITOS.

Responder

Cirley Borba

18 de maio de 2017 às 04h34

E pra isso, precisa matar?

Responder

Mateus Estevão Orban

18 de maio de 2017 às 04h30

Nao sabia que promessa de homicidio faz parte de negocio privado. Vivendo e aprendendo.

Responder

Netto Sant'Ana

18 de maio de 2017 às 04h28

Negócio de privada. MERDA

Responder

Maria Izabel Ladeira Silva

18 de maio de 2017 às 04h26

Sifu …

Responder

Adriana CF Silveira

18 de maio de 2017 às 04h26

Responder

Adriana CF Silveira

18 de maio de 2017 às 04h26

Responder

Adriana CF Silveira

18 de maio de 2017 às 04h25

Responder

Maria Do Carmo Pereira

18 de maio de 2017 às 04h23

Que quinteto???????

Responder

Sandro Cruz

18 de maio de 2017 às 04h13

Era pra construir um heliporto hehehehehe

Responder

Carlos Cordeiro de Macêdo

18 de maio de 2017 às 04h13

Privado!!—Encontro num hotel—Aecio a ser comido—- 2 milhoes!!!— q f…cara, heim!!!

Responder

Tania Nunes

18 de maio de 2017 às 04h13

#AécioNaCadeia

Responder

Edvone Duarte Santos

18 de maio de 2017 às 04h12

Muita cara de pau! !kkk

Responder

Josiel Ferreira da Silva

18 de maio de 2017 às 04h12

Só vi políticos nesta foto.

Responder

Eder Leandro da Silva

18 de maio de 2017 às 04h12

Priva-lo da cadeia…kkkkkk

Responder

Renato Lessa

18 de maio de 2017 às 04h12

E’ pó que não se acaba mais kkkkk

Responder

Rodrigo Marques

18 de maio de 2017 às 04h11

O cara pede propina para pagar custas de um processo em que é acusado de pedir propina.
Legal, hein?

Responder

Lucio Mauro Gonçalves Froes

18 de maio de 2017 às 04h10

Fico assustado quando as pessoas se surpreendem com esse tipo de situação é só fazer um estudo rápido do patrimônio, das decisões e apoios na história dos membros desse governo. A política no Brasil sempre foi deste jeito, caixa dois, acordos em baixo do pano, digo esse é o problema da democracia no mundo onde os Estados Nacionais são reféns da plutocracia. Infelizmente esse governo vai cair pelo simplismo das denúncias de corrupção, quando deveria cair pelo crime de lesa pátria entrega da nossa soberania, entrega das nossa empresas, favorecimento ao capital vadio, desmonte do estado social em favor dos ricos, pagar o maior juros do mundo aos milionários, isentar de impostos os supericos, perdoar dívidas bilionárias, não tomar os bens e deixar de cobrar bilhões de impostos, permitir todo tipo de abuso das multinacionais , perdoando dívidas, e deixando de cobrar as multas(A Samarco não pagou nem um tostão depois de fazer aquela merda no rio doce), tirar do pobre para dar para os Ricos daqui e de fora, destruir uma nação em favor do imperialismo.

Responder

    Marcia Royal

    18 de maio de 2017 às 07h55

    Perfeito. Pena q ninguém quer enxergar o q está na cara.???

    Responder

    Marcia Royal

    18 de maio de 2017 às 07h57

    Vou publicar. Está perfeito

    Responder

    Graça Regina Rodrigues

    18 de maio de 2017 às 11h14

    Belo texto! Vou Compartilhar!

    Responder

    Liese Duarte

    18 de maio de 2017 às 11h40

    ÍDEM

    Responder

    Antonio Cavalcante

    18 de maio de 2017 às 21h14

    Concordo Lucio, de fato sempre foi esse o modus operandi de se fazer política nesse País… só vejo uma explicação para esses caras ficarem tão loucos atrás de dinheiro… porque o canalha gasta uma fortuna em campanhas eleitorais exatamente para tentar provar para o eleitor que ele é gente boa… e o pior de tudo é que o eleitor ainda cai nesses papos de políticos…

    Responder

    Targino Gurgel

    19 de maio de 2017 às 14h50

    Assino em baixo de seu texto . Concordo plenamente . Acho que o João Saldanha também , concordaria . . .

    Responder

Márcio André Passos

18 de maio de 2017 às 04h09

Um negócio privada

Responder

Izabel Cristina Kröger

18 de maio de 2017 às 04h09

Então foi para comprar o pó .

Responder

Alex Oliveira

18 de maio de 2017 às 04h09

essa foi de matar.

Responder

Pablo Almeida

18 de maio de 2017 às 04h08

E o Moro? Ele sábia.

Responder

João da Silva

18 de maio de 2017 às 04h08

A rede esgoto só fala do Temer. E o Aécio? Quem assume agora é o Aécio?

Responder

Dani Hellen

18 de maio de 2017 às 04h08

A patota reunida

Responder

Felipe Silva

18 de maio de 2017 às 04h08

Responder

    Sevita Romitti

    18 de maio de 2017 às 04h45

    O proprio parente? Qual e Aecin. Endoidou de vez e? O loco meu. Ta borrado. Kkkk

    Responder

João Carlos Portela

18 de maio de 2017 às 04h08

no caso: uma fazenda e um aeroporto….kkkkk

Responder

Lúcia Maria Felipe da Silva

18 de maio de 2017 às 04h06

Deve ser para dar de dote ao Moro quando fizer o pedido de casamento…

Responder

Darlene Leme Ichimaru

18 de maio de 2017 às 04h06

Um helicoca!?

Responder

Carlos Yamashita

18 de maio de 2017 às 04h06

se for nessa quero ver a explicação c receio da delação

Responder

Cínthia Raposo

18 de maio de 2017 às 04h05

Coca?

Responder

Adriana CF Silveira

18 de maio de 2017 às 04h05

SÓ DIGO DUAS COISAS:

Responder

George Dourado

18 de maio de 2017 às 04h05

Privado, Tráfico de nióbio, pedras preciosas ou pó,??

Responder

Adriana CF Silveira

18 de maio de 2017 às 04h04

Responder

Dantis Wal

18 de maio de 2017 às 04h04

O FACHIN acertou outra de esquerda no queixo da vasa jato,

Responder

Haroldo Kennedy

18 de maio de 2017 às 04h03

Tá cheio de bandidos fazendo negócio privado !

Responder

Sheila Accioly

18 de maio de 2017 às 04h03

kkkkk mandar matar também é um negócio lícito e privado?

Responder

Emilio Souza

18 de maio de 2017 às 04h02

“Tem que ser um que a gente MATE antes de fazer delação”,

Aécio Neves

Responder

Cleide Vieira Matos

18 de maio de 2017 às 04h02

Privado???? Tem dó de eu bandido.

Responder

Marcelo Dornelis Carvalhal

18 de maio de 2017 às 04h01

Pirvado? Deve saber a merda que fez

Responder

Deixe um comentário