Análise da reunião ministerial de Bolsonaro

Aprovação de Lula supera a de Sergio Moro

Por Miguel do Rosário

20 de dezembro de 2017 : 16h11

Agora entendi porque o Estadão escondeu, em seu portal da internet, o infográfico completo dos números do Ipsos para aprovação e rejeição dos principais agentes políticos do país.

A informação ficou restrita aos assinantes, ou seja, a uma ínfima minoria dos internautas que visitam o site do jornal.

É que Lula ultrapassou Sergio Moro na relação aprovação/rejeição.

Enquanto a aprovação a Lula disparou para 45% e sua rejeição despencou para 54%, a de Moro seguiu o caminho contrário: sua aprovação caiu para 40% e sua rejeição subiu para 53%.

Ou seja, enquanto Lula tem um déficit baixo para um político brasileiro nos dias de hoje, de apenas 9 pontos, o saldo negativo do mercenário da Globo é de 13 pontos.

Temer, o presidente que Sergio Moro, com suas ações, levou ao poder, tem rejeição de 97%…

 

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

28 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Ed Freitas

28 de dezembro de 2017 às 07h27

Dia 24 tá ai…o TRF-4 vai jogar a pá de cal.

Responder

Pedro Cândido Aguarrara

21 de dezembro de 2017 às 15h15

O fato dele se eleger não significa que conseguirá governar.

Mas pelo menos vai dar pra editar uma enorme MP desfazendo toda a merda
que fizeram no PreSal e colocando a PF e a PGR atrás das roubalheiras realizadas.

E desfazer também tudo de antisocial que os golpistas fizerem nesses 2 anos de 2017 e 2018.

Responder

wanderley kusma de faria

21 de dezembro de 2017 às 11h30

O Lula não é o Lula são 1/3 dos eleitores, do país o povo tem memória. Os GOLPISTAS estão desesperados, pois 2018 está logo ai.

Responder

PEDRO AUGUSTO MACHADO

21 de dezembro de 2017 às 01h28

A MOÇA IMPARCIAL SERÁ CANDIDATA?

Responder

Mordaz

20 de dezembro de 2017 às 19h39

É difícil apagar o Lula da memória do povo. Foi, inquestionavelmente, o melhor presidente que o Brasil já teve. Sua aprovação seria maior ainda, não fosse o bombardeio midiático contra ele e o apoio irrestrito dessa mesma mídia aos lavajatistas entreguistas e traidores da pátria. Aos poucos as pessoas vão percebendo que foram enganadas pelo Golpe, mas será que vão fazer alguma coisa para reverter essa situação? Não estou muito esperançoso, não. Os golpistas não vão largar o osso assim, fácil. Vão apelar para tudo o que puderem: condenação sem provas (já é rotina…), semipresidencialismo/parlamentarismo ou algo que o valha, adiamento ou cancelamento das eleições, talvez até assassinato.

Responder

Graciela Pozzo

20 de dezembro de 2017 às 19h30

Responder

Paulo L Maia

20 de dezembro de 2017 às 19h04

Tem que manter isso viu!

Responder

Vera Cury

20 de dezembro de 2017 às 18h56

Responder

Roxane Carreirao

20 de dezembro de 2017 às 18h44

Responder

    Victor Emanuel

    20 de dezembro de 2017 às 18h52

    Responder

      Viva o 4° Reich ! Eia Sus!!

      20 de dezembro de 2017 às 23h21

      Um completo imbecil dessa juventude leite, mimada nos anos de bonanca da era Lula, que se politiza por meme, nao trabalha nem estuda, e acha que é culpa do Feminismo a vida dele se resumir a ficar só 5 a 1, ver seriado e jogar videogame.
      Ainda bem que nasci nos anos 80

      Responder

Jaqueline Navegantes

20 de dezembro de 2017 às 18h39

A cada dia vcs aumentam as intenções de voto do Lula, cuidado daqui a pouco está em 135% …..hahaha

Responder

    Toledo Di

    20 de dezembro de 2017 às 19h01

    pobre de direita sendo pobre de direita. já ouviu falar em pesquisa? margem de erro? como são feitas? ao inves de ficar postando merda na internet já parou pra entender que vãrias estão sendo feitas há meses e em todas o lula cresce? ninguém tá aumentando nao, fia. só seu cérebro que tá diminuindo pelo jeito, que não sabe pensar

    Responder

    Lourdes Neves Vieira

    20 de dezembro de 2017 às 19h15

    Toledo Di boakkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Responder

    Jaqueline Navegantes

    20 de dezembro de 2017 às 19h16

    Toledo Di sério que vc se deu ao trabalho de responder, sério que vc acha que vc é o paladino da sabedoria e eu não tenho conhecimento em estatística e não sei como é uma pesquisa. Sério que vc se acha melhor que o outro. Sério? Nunca vi um imbecil hesitar!

    Responder

João Ferreira Bastos

20 de dezembro de 2017 às 16h36

e o merda descendo a ladeira

Responder

Henrique Correia

20 de dezembro de 2017 às 18h33

Responder

    Mordaz

    20 de dezembro de 2017 às 19h18

    A gente tem de reconhecer que o pessoal da direita é criativo. Desinformado, sim, mas criativo.

    Responder

Mirian Clemen

20 de dezembro de 2017 às 18h31

#Lula2018 #omelhorpresidente #Requiaovice

Responder

Acicleide Cassiano

20 de dezembro de 2017 às 18h30

Estranho seria se fosse ao contrário!

Responder

Ricardo Luiz Malta Malta

20 de dezembro de 2017 às 18h27

LULA FOREVER

Responder

Ricardo Luiz Malta Malta

20 de dezembro de 2017 às 18h27

LULA 2018

Responder

Silvia Regina

20 de dezembro de 2017 às 18h24

O duro ´ver Bolsonaro e Alckmin om essa aprovação!!!

Responder

Edilson Nora de Oliveira

20 de dezembro de 2017 às 18h23

Henrique Correia

Responder

Felix Nonnenmacher

20 de dezembro de 2017 às 18h18

A aprovação e a rejeição de Alckmin também são interessantes: a primeira só cai, a segunda só sobe. O canalha Aécio Neves conseguiu acabar com o partido dele. Não vai fazer falta.

Responder

    Marcos

    21 de dezembro de 2017 às 03h19

    Apesar de que o PSDB sempre foi uma bosta de partido.
    A mídia mafiosa e golpista é que sempre blindou esses canalhas (FHC, Aécio, Alckmin, Serra, etc.).
    O Aécio acabou sendo um meio pelo qual a Vida conseguiu trazer à tona, vencendo pelo menos em parte a blindagem criminosa da mídia, as patifarias não só dele como dos demais hipócritas e entreguistas tucanos.

    Responder

Deixe uma resposta