Haddad e Dilma em Belo Horizonte

Os embargos de Lula ao TRF4

Por Miguel do Rosário

21 de fevereiro de 2018 : 11h49

Para registro histórico, segue o link para os embargos de declaração de Lula ao TRF4.

A defesa de Lula indica dezenas, ou mesmo centenas, de omissões, contradições, erros factuais, nos embargos.

Se houvesse um mínimo de ambiente democrático no país, ou seja, se tivéssemos uma imprensa comercial minimamente comprometida com o Estado de Direito, esses embargos seriam destrinchados e analisados por equipes enormes de jornalistas e advogados, e seriam produzidos infográficos e vídeos explicativos, para que houvesse um mínimo de contra-pressão sobre os tribunais superiores, para que estes não ficassem submetidos apenas à pressão das forças econômicas interessadas em consolidar um regime de exceção neoliberal.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Ivan José Ellena

22 de fevereiro de 2018 às 10h25

Grande parte do Judiciário brasileiro, ou seja, vários ministros, delegados federais, desembargadores, stf, procuradores,etc; foram grampeados, e, foram descobertos seus esqueletos no armário. Ou condena ou prende o lula, dilma, petistas, e, até mesmo arrumem um jeito de fechar o partido, pois os acusador

Lula presidente, 2018.

Responder

Horacio Duarte

21 de fevereiro de 2018 às 13h20

A defesa pediu por ofício, tinha que pedir. A decisão foi ridícula, aprova uma metodologia obsoleta, não usa recursos e técnicas forenses de investigação, um besteirol para enrolar semianalfabeto. Perda de tempo, usando os mesmos parâmetros, juros de 500% ao ano seriam lavagem de dinheiro e todo sistema financeiro deveria estar preso assim como os suspeitos tomadores.

Responder

Carlos Eduardo Luz

21 de fevereiro de 2018 às 13h04

Cinco dias após Wesley Batista pedir para delatar o judiciário, por uma enorme coincidência, ele foi solto.

Responder

Cebolinha

21 de fevereiro de 2018 às 13h00

Chola mais.

Responder

    Carlos Eduardo Luz

    21 de fevereiro de 2018 às 13h09

    Prefiro chorar à mugir.

    Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com