Entrevista de Haddad ao SBT

Gilmar Mendes diz que STF não deve rediscutir 2ª instância na gestão Carmem Lúcia

Por Redação

11 de maio de 2018 : 18h42

Em entrevista concedida ao portal Bloomberg, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, afirma que o pleno do STF não deve rediscutir a ação que julga a constitucionalidade da prisão anterior ao trânsito em julgado – como está na Constituição Federal de 88. Mais uma vez, o ministro afirma que Lula está ‘inelegível’ e que apenas em uma próxima gestão – a de Carmem Lúcia se encerra em setembro – poderá haver rediscussão do caso.

“Neste momento estamos nos voltando para outras questões e talvez na gestão da ministra Cármen Lúcia não se discuta mais. Não espere para agora esse debate”, afirmou Gilmar.

Sobre a negativa da Segunda Turma do Supremo no recurso apresentado pela defesa de Lula, Mendes disse que “não cabe à parte brigar com o todo pela coerência jurídica. O colegiado já disse que a prisão era legítima, não nos cabe mais discutir nesse caso específico do Lula”. O decano Celso de Melo também lavou as mãos sobre a decisão que considerou ‘esdrúxula’, ainda que ele respeite obedecendo o princípio da ‘colegialidade’.

Com relação ao preso político e ex-presidente Lula disputar às eleições de 2018, novamente o ministro negou que haja essa possibilidade: “Enquanto houver vida, há esperança, mas, para mim, a inelegibilidade de Lula é aritmética: ele está condenado em segundo grau por crime contra a administração pública”, disse.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Rozângela Saldanha

16 de maio de 2018 às 08h55

Apóio sim o Juiz Sérgio Moro pois ele está eliminando do país seres gananciosos e que só pensam no próprio bolso e destroem o bolso da classe média baixa e pobre ao eliminar nossos empregos e nossa paz e nós prestes a nos aposentar,
nos roubam o direito de usufruir nossa velhice digna. O exemplo disso está na criação. da Ebserh feita por LuLa tal criação que eliminou cerca de 27 mil empregos no Brasil massacrando antigos obreiros dos hospitais públicos universitários federais. Arrependi-me de ter votado nesses petistas.

Responder

john jahnes

13 de maio de 2018 às 00h20

ELE É O CHEFE DA QUADRILHA DOS BANDIDOS DE TOGAS. ELE MANDA E A MULHER OBEDECE.
PAULO PRETO É TUCANO ABANDONADO PELO CORRUPTO SERRA, MAS NÃO PELO PARTIDO PARA O QUAL ELE ROUBAVA E ESCONDIA O ROUBO, ASSIM COMO FAZIA O SEU ANTECESSOR, O BARÃO VERMELHO DO PSDB, QUE MORREU ASSASSINADO PELA FILHA E PELO NAMORADO DELA, POR TER MUITA GRANA ESCONDIDA EM PARAISOS FISCAIS.
SEMPRE EM AÇÃO CONSTITUCIONAL, OS BANDIDOS DE TOGAS, AGINDO PRONTAMENTE EM DEFESA DAS LEIS DA CONSTITUIÇÃO DA QUADRILHA.
E
VOCÊ SABIA QUE SE CHAMAR OS TUCANOS ‘LADRÕES DE MERENDA’ DO ESTADO DE SÃO PAULO, DE “LADRÕES DE MERENDA”, VOCÊ PODE SER PUNIDO E ATÉ PRESO, POR ORDEM DE BANDIDOS DE TOGAS, AMIGOS E PARTIDÁRIOS DOS LADRÕES DE MERENDA??
https://www.conjur.com.br/dl/tj-sp-obriga-twitter-fornecer-dados.pdf

Responder

Maria Érica de Jesus Ribeiro Gama

11 de maio de 2018 às 23h28

Cerjo Moro e o maior ladrão brazileiro juntos com a Globo eles fazem o que quer ater prender Lula eles conseguiram mas o povo vai dar o troco pode esperar

Responder

    Virginia

    12 de maio de 2018 às 19h45

    Parei no “Cerjo Moro”…

    Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com