O depoimento de Lula à juíza Gabriela Hardt

Porto Alegre-RS, 30.08.2012 - A candidata a prefeitura da cidade, Manuela D'Ávila(PCdoB), participa do cafe da manha com Deputado Federal Ciro Gomes. Foto: Tomás Edson/Agência Freelancer/Divulgação

As intermináveis intrigas contra Ciro Gomes

Por Miguel do Rosário

21 de junho de 2018 : 21h16

Desde algumas semanas, Ciro Gomes tem ocupado, todos os dias, o centro da agenda política nacional.

O dia de hoje não fugiu à regra. Seja para qual lado você olhasse, lá estava ele. No Painel da Folha, no Brasil 247, no Antagonista, no blog do Josias de Souza, nas discussões das redes sociais. Criticado, elogiado, xingado, defendido. Visto com desconfiança, raiva, admiração, esperança, confusão.

O MBL e bolsominions passaram a atacar Ciro Gomes dia e noite, com a delicadeza que lhes caracterizam. Os primeiros focam mais nos defeitos pessoais do candidato, os segundos, em suas supostas alianças com os “comunistas”.

O Antagonista, porta-voz do “mercado” e da “Lava Jato”, atacou-lhe pela manhã, por causa de entrevista de seu irmão, Cid Gomes, à Folha, em que este reafirma que Ciro não será escravo de dogmas neoliberais, incluindo aí o famigerado “tripé econômico”.

No Brasil 247, a crítica veio por outro ângulo. A manchete diz que “Antes da eleição, Ciro loteia governo com partidos de direita”. É uma reação ligeiramente exagerada à reportagem na Folha, que descreve um mero jantar do candidato com Rodrigo Maia e outros personagens do “centrão”.

No próximo sábado, o presidente do PCO, Rui Costa Pimenta, em sua análise semanal, certamente dará mais algum veredicto terminal sobre o direitismo inexorável de Ciro Gomes.

Cada um puxa Ciro para um lado.

Como se não bastasse tanta atenção, agora à tarde, o líder do PT na Câmara dos Deputados, Paulo Pimenta, aponta seus canhões para… Ciro Gomes. Em entrevista publicada com destaque na Folha, Pimenta diz que “Brizola deve estar se revirando no túmulo”.

O comentário ácido de Pimenta se deve, aparentemente, a uma provocação da jornalista da Folha. A revista econômica Americas Quarterly, uma das mais importantes do mundo, publicou hoje uma excelente entrevista com Ciro Gomes. A entrevista está na capa do site da revista.

(Quanto ao título da reportagem, pode provocar um pouco de confusão. O que Ciro diz é o seguinte: “Meu projeto é de centro-esquerda. Muito claramente. O Brasil não precisa e não pode suportar um governo esquerdista radical”. Original: “My project is the center-left. Very clearly. Brazil does not need, and cannot endure, a leftist government.” Não foi exatamente isso que Lula fez?  E não é uma cristalina verdade? Pareceu-me que Ciro adotou uma retórica inteligente para desarmar espíritos conservadores e ao mesmo tempo manter uma posição ideológica firme.)

Pimenta não deve ter lido a entrevista. Provavelmente respondeu à repórter com base no que ela disse. Há uma pergunta na entrevista que é a seguinte:

Americas Quartely? Você acredita que uma reforma da previdência é necessária?
Ciro Gomes: Sim, claro.

Daí Ciro Gomes esclarece que sua reforma não é, obviamente, a de Michel Temer. É o que ele vem explicando em todas as mil e uma entrevistas e palestras que dá, generosamente, todos os dias.

É claro que o Brasil precisa de uma reforma da previdência. Lula já defendeu, em milhares de ocasiões, a necessidade de reformar a previdência. Lula, aliás, durante seus governos, fez várias minirreformas na previdência. Algumas a um custo político alto. A redução de alguns privilégios do setor público deixaram marcas profundas na relação do PT com a  esquerda mais radical. Dizem que o PSOL surgiu neste momento.

Em seguida, a Folha diz que “o pedetista fez duras críticas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, chamando de trágico o governo petista”.

As críticas de Ciro a Lula, na entrevista ao Americas Quarterly, são as mesmas que ele faz publicamente, em qualquer entrevista. E ele não diz que o governo do petista foi “trágico”. Isso é uma pequena “fake news” da Folha.

O que Ciro diz é, textualmente: “Lula tinha todo o poder do mundo para reformar o país. Mas ele optou por um projeto de construção de poder. E essa tem sido a tragédia brasileira”.

Ora, qualquer crítico à esquerda e à direita tem falado a mesma coisa do PT e de Lula há anos, inclusive dentro do próprio PT. Isso não exclui as grandes conquistas dos governos Lula e Dilma. O jingle da campanha de Dilma em 2014 dizia “que tá bom vai continuar / O que não tá a gente vai melhorar”, e vinha inteiramente ancorado no lema de mudança.

O PT governou o Brasil por 13 anos. Se o partido não pode ser responsabilizado pelo golpe que derrubou uma presidenta honesta, deve-se fazer as necessárias críticas às vulnerabilidades, essas sim, produzidas pela inação petista, que permitiram esse golpe: ausência de um sistema de inteligência e contrainteligência, nomeações desastrosas para o STF, submissão aos corporativismos do MPF e da Polícia Federal, e concessões às pautas punitivistas e reacionárias que levaram à aprovação de leis de exceção, como a da Ficha Limpa, da Delação Premiada, da Organização Criminosa, e Antiterrorismo, todas agora usadas contra o campo progressista.

Fazer críticas a Lula e ao PT não é um crime nem “falta de caráter”, como disse Paulo Pimenta, alegando que “Lula não pode se defender”.

Como assim? Lula está preso, mas tem podido se reunir a qualquer momento com seus correligionários. Tanto é que já fez diversos comentários sobre Ciro Gomes. O último deles, aliás, defendia que o PT tratasse Ciro Gomes como “aliado” e do “mesmo campo político”.

Aí está o problema. O PT quer quer Lula seja candidato à presidência da república, e não aceita que ele seja criticado? Como isso é possível?

Se Lula é “candidatíssimo”, então o debate, necessariamente, terá de conter uma avaliação crítica da era petista.

Como é possível fazer o debate político no país sem criticar o governo que administrou o país de 2003 a 2016, que nomeou 9 dos 11 atuais ministros do Supremo (afora os que já saíram: Joaquim Barbosa e Ayres Brito…), e que foi sucedido pelo vice-presidente golpista escolhido pelo próprio PT?

Até mesmo para entender as coisas boas que o PT fez, e foram muitas (embora infelizmente pouco mostradas por um governo que, misteriosamente, nunca entendeu o valor da comunicação), é preciso mostrar o que se fez de errado.

Ciro Gomes está fazendo críticas transparentes, públicas, sinceras, que precisam ser feitas, que deveriam estar sendo feitas pelo próprio PT.

Quanto ao jantar de Ciro Gomes com membros do DEM, foi apenas um jantar. É muito interessante e promissor que setores da centro-direita estejam se sentindo atraídos pelos discursos do candidato do PDT. Isso tem de ser incentivado pela esquerda, e não criminalizado.

A atração da centro-direita por Ciro Gomes pressupõe vários fatores:

  • Este setor da centro-direita quer se afastar do extremismo de Jair Bolsonaro, o que é um ótimo sinal. O próprio Rodrigo Maia já andou falando que votaria em Ciro contra Bolsonaro.
  • Políticos profissionais como Rodrigo Maia estão recebendo pesquisas que mostram o potencial de votos de Ciro Gomes. Ele é um candidato que está avançando nas pesquisas, e tem um perfil muito desejado pelo eleitor atual.
  • A centro-direita já começou a admitir o fracasso econômico dos delírios neoliberais de Michel Temer, e entendem que é melhor perder alguns aneis, através de tributação progressiva, impostos sobre herança e sobre lucros, do que perder os dedos, através do aprofundamento do caos e da violência.
  • Este flerte do DEM com Ciro Gomes isola Geraldo Alckmin, candidato do PSDB, o partido mais orgânico das elites rentistas, núcleo do  golpe. Isso é muito bom!

Na matéria da Folha que descreve o jantar, descobrimos que um dos presentes era Orlando Silva, líder do PCdoB na Câmara dos Deputados. A presença de Orlando produziu, lamentavelmente, estranha animosidade em setores do PT, com a eclosão de pelo menos um choque duro entre quadros, iniciado por provocação de um importante intelectual petista.

Recentemente, a mesma coluna Painel da Folha publicou que o PT tinha duas metas políticas principais: a primeira era neutralizar qualquer acordo do PSB com Ciro Gomes; a segunda era conquistar possível aliança com o PSB. Sempre é bom lembrar que Ciro Gomes, desde o ano passado, vinha falando em entrevistas que uma chapa dos sonhos seria composta entre ele e Haddad, ex-prefeito de São Paulo. Dezenas de grupos de whatsapp, entusiastas da ideia, foram criados ao final do ano passado, pensando nessa possibilidade. Mas Ciro teve de parar de falar em aliança com o PT porque parte do partido começou a reagir muito agressivamente a qualquer possibilidade de aliança que não implicasse, necessariamente, na manutenção da hegemonia petista.

O PT tenta sabotar a candidatura de Ciro Gomes pela esquerda, e agora também pela direita? Pelos debates que tenho acompanhado nas redes sociais, há muita gente perplexa com o súbito purismo esquerdista do PT, que chega ao ponto de patrulhar – e censurar – jantares de seus companheiros!

O jantar nem quer dizer nada, por enquanto. Josias de Souza, por exemplo, acredita que DEM e seus parceiros do “centrão” estão mais para Alckmin do que para Ciro.

O PT apenas conquistou postos de poder, nos municípios, nos estados e na presidência da república, depois que começou a fazer alianças com a direita. A eleição em São Paulo vencida por Haddad nasceu de uma aliança com PP, na qual Maluf exigiu fotos públicas abraçado a Lula e Haddad. Quanto tentou se reeleger, com poucos aliados, Haddad não chegou sequer ao segundo turno. Todos os governadores petistas estão, neste exato momento, estabelecendo alianças com a direita, tanto para as eleições de outubro, como para formar, desde já, maiorias legislativas a partir dos novos governos.

Seja quem for governar o país a partir de 2019, terá de negociar com a direita. Terá de jantar, conversar, estabelecer pactos. Ciro Gomes está fazendo Política. Tivesse feito um pouco mais de política, Dilma talvez tivesse conseguido evitar a tragédia do golpe.

O campo progressista precisa construir alianças com setores mais amplos da sociedade. O isolamento apenas nos conduzirá a etapas mais sombrias do golpe. Essas alianças entre a esquerda e setores mais abertos da direita é um clássico mundial. Foi a fórmula de sucesso, por exemplo, do socialismo escandinavo dos últimos 50 anos.

Essa aliança entre progressistas e setores do “centrão” é necessária para vencer as eleições, neutralizar o fascismo (que é diferente da direita) e, sobretudo, governar o país com um mínimo de estabilidade.

Se o PT resolveu jogar duro para evitar que Ciro consiga apoio do PSB e do PCdoB, numa tática egoísta e ciumenta, segundo a qual “se não vier comigo, também não vai com ele”, como reclamar que Ciro vá caçar tempo de TV e recursos partidários junto a outros partidos? É uma tática inteligente de Ciro: se as negociações com PSB estão travadas por causa dos avanços do PT, então ele está livre para procurar as legendas da centro-direita, até mesmo para se tornar mais atraente ao PSB. Como dizia Brizola, “a carroceria do caminhão cabe todo mundo, mas na boleia só quem se confia”.

A entrevista de Ciro a Americas Quarterly, volto a dizer, está muito boa. Não acredite nas repercussões sensacionalistas das redes partidárias. Leia no original, se puder.

Segue um trecho muito emblemático das ideias progressistas de Ciro Gomes:

Nosso país fez uma lei, que eu ajudei a escrever, chamada Lei da Partilha. Sob esta lei, a gente tem 70% das reservas livres para o capital estrangeiro. A gente reservou 30% dessas reservas para a Petrobras e o mercado doméstico. Eu estou convencido de que o Brasil está vivendo sob um golpe. O que o golpista faz? Ele aprova uma lei que anula a Lei de Partilha.

Para ser transparente com o investidor estrangeiro, estou anunciando e vou repetir para você: todos os campos brasileiros vendidos lá fora após o golpe e depois da anulação da Lei da Partilha, serão expropriados – com a devida compensação.

Pronto! Como é possível que, com um discurso desse, repetindo até na mídia internacional, setores do PT queiram pespegar em Ciro a pecha de “direitista”?

Segundo a matéria da Folha que trata do tal jantar de Ciro com caciques da centro-direita, o candidato “sustentou posições que defende publicamente e que são tabu para partidos de viés mais conservador, como a tributação de fortunas e heranças, mas se mostrou aberto ao diálogo”.

Este é um trecho que passou despercebido para os internautas mais aferrados às manchetes. A própria presença de Orlando Silva foi um sinal importante. Embora a matéria fale que este veio acompanhado de Rodrigo Maia, me parece mais lógico que tenha sido um convite do próprio Ciro Gomes, em busca de uma testemunha confiável, para a História, de que o jantar foi um evento republicano, onde se discutiu Política, com P maiúsculo.

As eleições deste ano ainda são uma incógnita. Não se sabe se Lula participará. Quer dizer, perante o comportamento do judiciário brasileiro, até se sabe, mas não se pode falar disso muito alto, para não ferir ouvidos sensíveis. Não se sabe quem Lula indicará para substituí-lo. Não se pode ter confiança de que a esquerda já tem “lugar garantido” no segundo turno. Serão dois candidatos de direita? Será um petista e Bolsonaro? Será Ciro Gomes?

O campo progressista, todavia, precisa pensar para além das eleições. Precisa construir alianças para governar. Precisa de um presidente que inspire confiança na sociedade de que não será cassado ou preso a qualquer momento por este judiciário enlouquecido. Não adianta também eleger Lula e vê-lo ser cassado no dia seguinte. O campo progressista precisa ainda conquistar apoio no judiciário, nas polícias e nas forças armadas. Não dá para se ancorar apenas nas “ruas”, não num país com a nossa extensão continental. É preciso ter divisões armadas a nosso lado.

Um governo precisa, além disso, construir sua própria mídia, e incentivar o surgimento de um sistema de comunicação mais plural: esta é uma luta que qualquer governo progressista, a partir de agora, terá de assumir, se quiser sobreviver.

Estas não são missões para nenhum salvador da pátria, mas para toda a classe trabalhadora organizada. Para derrotar o golpe, reitero, será preciso pôr as intrigas de lado e dar um voto de confiança aos companheiros dos partidos aliados, o que inclui ouvir e aceitar críticas, olhar a conjuntura com humildade e entender que, neste momento, a união é essencial.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

203 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Bernardo Antunes

05 de agosto de 2018 às 22h14

Miguel do Rosário, estou surpreso com seu apoio a Ciro, um candidato que defende a lava-jato. Defendeu a prisão de Lula (basta ver suas declarações ao PIG). Eu reconheço que fez uma ou outra critica a sentença (muito pouco), numa atitude ambigua. No mínimo você tem que admitir que ele não usou sua liderança no campo progressista pra chamar a atenção contra esse absurdo. Ao contrário fez força para todo mundo esquece-lo. Estou surpreso porque esse blogue era um dos mais críticos a lava-jato e seu projeto de destruição da soberania do país, que passa evidentemente pela prisão de Lula.

Responder

RICARDO VILAS BOAS

02 de agosto de 2018 às 16h15

Ciro Gomes é o único candidato descente honesto e verdadeiro em suas propostas e projetos para fazer o Brasil uma Nação Grande com o Projeto Nacional Desenvolvimento Industrial Tecnológico e Sócio Econômico que pode tirar o Brasil da Crise e por ordem neste pais…Ciro é inteligente competente e Capaz !
https://www.facebook.com/MPHistoria/videos/1307400249393842/?hc_location=ufi
O Sociólogo Jesse Souza é Brilhante…Desmascara com exatidão de Fatos a nossa triste Historia Social baseada na Hipocrisia e na mentira forjada pela Elite que é corroborada pela Classe media que age como sendo os Lacaios dos dominantes sobre os dominados o povo em sua maioria. Análise muito bem elaborada e moderna da realidade da sociedade Brasileira…Critica de Ricardo Vilas Boas.
O meu Patrão é o Povo Brasileiro…Ciro Gomes Apoio Irrestrito e Incondicional ao Projeto Brasil Pra frente do PDT
Ciro Gomes O Presidente que todos nós Esperamos e Precisamos há décadas… Brasil Grande Nação ! Brasil pra frente Ciro Presidente 2018 !
Um governo dos sonhos seria Ciro Gomes Presidente Vice Roberto Requião e Ministro Mangabeira Unger !

Responder

Diego Baptista

28 de junho de 2018 às 14h46

Ótimo texto. Bem detalhado e levanta várias questões importantes. Bem o O Cafezinho podia tentar publicar uma tradução da íntegra da referida entrevista do Ciro.

Responder

Werner Dietzold

24 de junho de 2018 às 14h40

Ele nao ia impedir o TEMER de assumir?BRAVATA ou mentirinha mesmo?

https://www.diariodobrasil.org/ciro-gomes-ameaca-michel-temer-nao-vai-ser-presidente-porque-eu-nao-vou-deixar/

Responder

assim falou Golbery

24 de junho de 2018 às 00h44

o caso Ciro nem se estaria sequer falando no campo da esquerda, mesmo dos que falsamente são isso, caso não fosse uma imbecilidade dominante por essas bandas. Pois , ele não é fruto do meio esquerdista primário, pobreza, mas da elite. E dentro do que do processo mais imoral da produção socio-política que essa faz no Brasil: uma parte da família é de direita e outra parte é obrigada fingir ser de esquerda para que no abri das urnas, a família terá algum dos seus no poder. Ciro é a coisa mais nojenta que uma elite arenista e escrota do interior cearense produziu. Quem apoia Ciro , também deveria clamar para que Sarney Filho fosse candidato

Responder

Werner Dietzold

23 de junho de 2018 às 17h41

Duplo Expresso apoia Ciro Gomes!?!?

Responder

    Alan Cepile

    23 de junho de 2018 às 20h05

    Não… o Duplo Expresso, aquele blog megalomaníaco que disse que tinha uma bomba (que nunca explodiu) e que se virou contra notáveis que lutam contra o golpe, apoia Lula livre (coisa que todos apoiam, né?) mas nas eleições eles são tão confusos que nem sei, afinal, esculacharam até o Haddad.

    Responder

Ronaldo Braga

23 de junho de 2018 às 13h33

mimimi

Responder

Thiago Araujo

23 de junho de 2018 às 13h28

AS INTERMINÁVEIS INTRIGAS (DE) CIRO GOMES.
Melhor texto para a matéria.
Escrevam: não indo para 2° turno, Ciro se aliará à qualquer um para manter-se no poder e na mídia.
Passada essa fase, quem se aliará à ele?

Responder

Roberto Vagner Negreiros

23 de junho de 2018 às 12h47

Para Miguel do Rosário, quando se trata de Ciro Gomes, não existe mais Direita, só Centrão. Ele já foi mais progressista.

Responder

Helio Mello de Oliveira

23 de junho de 2018 às 10h18

Miguel, excelente análise. Sou filiado ao PSOL, mas não considero o Ciro como traira ou hipócrita. Acredito que atuamos no mesmo campo e para atingir um estágio mais competitivo (passagem para o segundo turno), o Ciro busca ampliar o leque de apoio. O PT fez e faz esta atuação em todas as eleições, portanto, não tem nenhuma credibilidade para criticar.

Responder

Nanda

23 de junho de 2018 às 08h44

Para Ciro o MST invade terras, um ato que para ele é de “selvageria”. O MST ocupa terras improdutivas, não invade. Ciro é o candidato da Globogolpe.

Responder

Mirtes Cohen

23 de junho de 2018 às 04h42

Anotei isto é meu tablet:

Miguel:

Quem quiser dar indulto a Lula, não avise antes
É MÁ FÉ

O processo do sítio tem provas mais fortes que o do triplex
É difícil explicar porque duas empreiteiras fizeram obras de graça na propriedade frequentada pelo ex-presidente
NÃO HÁ PROVA MATERIAL EM NENHUM DOS CASOS

Ciro é o pior candidato, mais que Bolsonaro, porque este a gente sabe quem é, e Ciro, Miguel, está mentindo, mentindo e traindo.

Responder

RICARDO FARIAS

23 de junho de 2018 às 03h21

Me assusto quando vejo todos os dias o quanto a esquerda Petista é semelhante com a direita do Bolsonaro, essa esquerda insiste todos os dias em atacar de forma desonesta e rasa o discurso de Ciro, isso é nojento e estúpido.
Isso infelizmente é mais um legado do PT e de Lula sim, uma esquerda acéfala é incapaz de dialogar, de escutar algo que não faça parte do discurso pregado na origem do partido.
A história recente mostra que as acusações feitas pelos petistas a Ciro são as práticas de Lula e Dilma, sendo assim, onde há coerência nisso?
Leio absurdos como Ciro é direita enrustida, traidor…. típico discurso estúpido. Ciro é mais de esquerda do que o governo de Lula ou Dilma jamais foram ou se esforçaram pra ser, a equipe atual é o projeto de governo é o que deveria ter sido no PT e dá inveja nesses.
Triste com essa situação, mas esperançoso ainda.

Responder

Patrice L

23 de junho de 2018 às 03h20

Zzzzzzz….

Aguardando o Ciro se pronunciar fortemente contra mais essa manobra judiciária do Fraquim com o TRF4 contra o Lula.

Toc toc toc, Ciro e ciristas: o Boulos é candidato competidor, mas competidor leal.

Quem é do campo progressista deve ter isso como dever: não aproveitar-se calculadamente da prisão ilegal do Lula para tentar alavancar a sua própria candidatura.

Boulos, que tem se revelado um líder promissor, tem ademais esses gestos de grandeza que faltam ao Ciro.

Lamentavelmente, faltam ao Ciro.

https://www.brasil247.com/pt/247/poder/359397/Boulos-vê-manobra-após-outra-para-manter-Lula-preso.htm

Responder

    Patrice L

    23 de junho de 2018 às 04h02

    A propósito, o Ciro deveria parar de nos tomar, a todos, como bobos. Faz jogo com as palavras para dizer que a prisão é legal, porem injusta. Se é injusta é porque é ilegal!

    Responder

Nilson Moura Messias

23 de junho de 2018 às 00h50

Ciro, e o blog, a neo direita enrustida.

Responder

luis castro

23 de junho de 2018 às 00h37

Ciro é a nova jogada da direita, junto com a Marina, já que os dois têm seguidores na esquerda, para solapar o candidato indicado por Lula, no caso de seu impedimento, de chegar ao segundo turno das eleições deste ano. O grande problema do Ciro é sua incontinência verbal atira para todos os lados e assim confunde o eleitor tanto de esquerda como de direita. Nas duas eleições para presidente que disputou foi a mesma coisa e amargou um distante quarto lugar. Apostar nele é uma fria

Responder

Paulo H Jurgensen

22 de junho de 2018 às 23h54

A ASTÚCIA DAS FELPUDAS RAPOSAS

O mercado especulativo, e a direita está quase com a mão na taça e deverá levar as eleições esse ano.

Falta muito pouco, e para quem gosta de teorias da conspiração, vamos à ela.
No momento, é extremamente vantajoso para eles (direita), manter Lula no páreo.

Vão tentar levar essa estratégia de banho maria o quanto for possível. Isso culminará em nenhuma ação de impedimento para Lula concorrer às eleições, e deixarão seu nome constar nas urnas.

O pior cenário para essa direita é o embate entre Ciro e Bolsonaro em um segundo turno, pois isso foge do seu controle. Qualquer cenário com Lula no páreo é benéfico a eles.

O PT precisa de Lula para puxar votos para o 13 em todas as esferas. O pessoal mais a esquerda, também leva vantagem com Lula no páreo, por outros motivos.

Essa direita com supremo e com tudo adotará a seguinte posição. Se Lula vencer no primeiro turno impugna imediatamente após, e assume o segundo lugar.

Em caso de segundo turno com Lula, continuará o Banho Maria, já com o candidato dela, (e não será nem Ciro nem Bolsonaro). Outra hipótese remota, é mais uma vez, Lula compor-se com eles, mesmo tendo passado o pão que o diabo amassou na mão dela, mas isso é muito improvável.

Em todo o caso, a impugnação de Lula, também virá após as eleições, pois a essa altura já compôs com o segundo colocado.

Então no momento a direita não está nem um pouco preocupada com Lula. Está preocupada em quem será o segundo colocado.

Bolsonaro, pela sua ignorância, é carta fora do Baralho, e só seria apoiado por essas forças, caso tenha um vice forte, e o próprio Bolsonaro seja vítima de um acidente aéreo nos 3 primeiros meses de seu governo.

Marina é frágil e não inspira confiança. Ciro é uma pedra no sapato para interesses inconfessáveis desse mercado. Isso falando somente dos primeiros 4 colocados atualmente. Por fora vem Alckmin, que difilmente decolará, e Álvaro Dias, que essa sim pode ser uma aposta desse pessoal, com campanhas massivas da grande mídia, (afinal elegeram Collor) subliminarmente, ao mesmo tempo com uma campanha brutal detonando Bolsonaro e Ciro.

Para o PCO com Rui Costa Pimenta, que agora quase comanda o PT, e deverá herdar a sigla, também interessa e muito a manutenção de Lula candidato, pois em caso de impugnação pós eleição de Lula, certamente terá um cenário ideal, pré-revolução francesa, para inssurreição ou algo que o valha, e leva as coisas para a sua praia.

Então para essas forças retrógradas, interessa muito a manutenção de Lula candidato até o último prazo, pois para quem anulou 52 milhões de votos uma vez, anular 60 ou 70 não faz muita diferença, ainda mais com todo o arcabouço jurídico a seu lado, decidindo sobre questão polêmica e não pacífica. Isso é a famosa judicialisação da política.

Uma outra hipótese também possível, é Lula tomar ciência desse perigo e na última hora indicar um substituto, nesse caso, a coisa fica bem aberta, e até pode ser alguém de outro partido o indicado, ou o seu vice, desde que o PT faça uma grande bancada na Câmara e Senado. E nesse caso uma chapa pura petista, não é a melhor solução.

Responder

    NELSON PEREZ OLIVEIRA JUNIOR

    23 de junho de 2018 às 11h58

    Veremos, LULA indica vice é impugnado e o vice se torna presidente. Simples assim, temos aos montes situações deste tipo Brasil afora, mas CIRO não tem meu voto no primeiro turno nem que a vaca tussa e vou lhe fazer oposição. Se for pro segundo, voto sabendo que ele vai fazer merda e depois vcs que o apoiam vão fazer cara de paisagem, mas a merda já estará feita. Parece que o CAFEZINHO anda censurando comentários em desacordo com seu ativismo eleitoral. Muito triste, deve ter muitos intere$$e$ em jogo, né?

    Responder

Marcos

22 de junho de 2018 às 23h08

Tá ficando chato esses comentários de supostos apoiadores do Ciro xingando petistas por não apoiarem seu candidato.

Estratégia inteligente e eficaz de convencimento, claro. Todos os votos do Lula migrarão para o coroné de Pindamonhangaba depois de tamanha eloquência e persuasão.

Responder

Potiguá

22 de junho de 2018 às 23h05

Eu, particularmente, estou sentindo uma tremenda DÓ dos Petistas Extremistas. Será que eles ainda não acordaram? LULA JAMAIS será SOLTO antes da eleição! Parem, pelo amor de DEUS de sonharem! Pensem e decidam logo o PLANO B porque o PLANO A JAMAIS vai acontecer. Hoje, tomaram um TAPA NA CARA do FACHIN. Amanha, será outro. Mês que vem, outro. Esqueçam LULA candidato.

Responder

JESSE OLIVEIRA GUIMARAES

22 de junho de 2018 às 22h37

Li o seu artigo. É muito bom. O Brizola dizia que nossa imprensa representava um partido único. Os blogs de esquerda, salvo honrosas exceções estão indo pelo mesmo caminho. Quer coisa mais ridícula do que o 247 ser patrulhado pelo PCO.
Será que Lula quando indicou e manteve o Meirelles 8 anos no Banco Central, estava fazendo um governo de esquerda? Me perdoem os petistas será que o Brasil que está indo para o vinagre, vale menos que a liberdade do Lula? Eu sei que ele foi condenado sem provas, mas ele pagou o preço ao ter se entregue. O Ciro tem reafirmado sempre que o que está sendo tomado do povo brasileiro, vai ser retomado. Temos de nos agarrar a este fio de esperança pelo povo brasileiro. Ninguém mais diz isto. Sempre votei Brizola, Lula e Dilma. Nunca votei Ciro. Hoje eu voto.

Responder

Wilton Santos

22 de junho de 2018 às 21h44

Ciro deve estar comemorando mais uma derrota do Lula no STF com o arquivamento da sua defesa pelo Fachin. Aos poucos o Ciro vai conseguindo o que tanto deseja a eliminação do seu adversário das eleições!

Responder

    Gabriel Soares

    22 de junho de 2018 às 22h03

    O que tem Ciro a ver com Palocci ele delator todos do pt vocês têm de se preocupar em se defender das acusações contra vocês na justiça e deixe o Ciro Gomes cuida da candidatura dele

    Responder

    Potiguá

    22 de junho de 2018 às 23h08

    Mais um Lulista Extremista que acha que Ciro e Lula são inimigos. É esse tipo de militante que afundou com a esquerda desse país.

    Responder

zuleica jorgensen malta nascimento

22 de junho de 2018 às 20h50

Você optou por apoiar o Ciro Gomes, tudo bem, é claro que ninguém pode criticar você. Mas achar que não sabemos interpretar um texto é muito triste.
Você repete a expressão do Ciro: Lula teve todas as condições de fazer a reforma do país. Mas ele optou por um projeto de poder. Isso foi a tragédia brasileira.
A meu ver fica claro que Ciro disse que o governo do petista, ao invés de promover reformas no país, tentou construir um projeto de poder, e que isso foi a tragédia do Brasil.
Fica claro que, segundo Ciro: 1)Lula não fez reforma alguma no pais; 2)Lula só trabalhou por um projeto de poder;3) essa opção de Lula levou à tragédia brasileira.
Foi isso que Ciro disse, como você mesmo sustenta, mas você acha que não foi isso o que Ciro disse. Aqui pra nós, me explica o que significa, na linguagem do Ciro, um projeto de poder. Ele quer o que mesmo? Se não é isso, ou seja, se ele não deseja o poder, trabalhar por um projeto de poder só pode significar aquilo que a mídia toda sempre falou de Lula: que ele só fez o que precisava para se perpetuar no poder. Se você concorda com isso, tudo bem, nada a comentar.
Por favor Miguel, em respeito à sua biografia, pare de tentar colocar uma venda nos olhos – nos seus e nos nossos – e não entre nessa. Faça a campanha de seu candidato e deixe Lula e os lulistas em paz. Já basta termos que nos concentrar em livrá-lo da cadeia, para ficar perdendo tempo com um blogueiro que apenas mudou de posição.

Responder

    Miguel do Rosário

    23 de junho de 2018 às 10h15

    Zuleica, não entendo esse tipo de comentário, sinceramente. Você quer que eu pare simplesmente de dizer o que eu penso? Isso seria “respeito a minha biografia”? Quem está botando venda nos olhos não é quem faz esse tipo de comentário? Isso é medo do debate?

    Responder

      NELSON PEREZ OLIVEIRA JUNIOR

      23 de junho de 2018 às 12h03

      Miguel, o q a Zuleika disse de tão errado? Ela respeitou sua escolha, mas não sua interpretação. Usou o crivo de Voltaire, não concordar,mas respeitar. O q vc não faz porque acha que somente sua interpretação esta correta. O q vale uma critica: se um candidato precisa de interprete, ou ele não consegue ser claro ou fala outra lingua. Sugiro ler Walter Benjamin sobre a tarefa do tradutrt, tradução é traição!!! Mas acho que está sendo traído são o Brasil e os brasileiros, mais ainda a verdadeira esquerda. Abraços.

      Responder

      zuleica jorgensen malta nascimento

      24 de junho de 2018 às 04h23

      Não, Miguel. Eu só gostaria que você não chamasse de intrigas e fofocas as críticas que os petistas fazem ao Ciro.
      No mais, você sabe que essas eleições são muito diferentes das anteriores. Estamos no curso de um golpe cujo objetivo é destruir a economia do país, para vendê-lo ao capital estrangeiro, e para isso montaram uma farsa para afastar a candidatura de quem mais tem intenções de votos no país. Se você não acredita nestes fatos, dos quais você vem falando há muito tempo, não há o que discutir. Essa alegação de que não queremos o debate é falsa, e você sabe disso.

      Responder

        Miguel do Rosário

        24 de junho de 2018 às 10h10

        Não chamarei de intriga e fofoca quando não for intriga e fofoca. Há um golpe, é o que Ciro Gomes vem repetindo em todas as suas entrevistas.

        Responder

Marques

22 de junho de 2018 às 19h57

Cuidado com o português. “que lhes caracterizam”, “atacou-lhe”. Logo no início. Desisti de ler. Pena, devia ser interessante.

Responder

Marcos

22 de junho de 2018 às 19h27

Brizola já dizia: “O PT é a esquerda que a direita gosta”

Responder

Cláudio Zani

22 de junho de 2018 às 19h24

A questão é que o Ciro pode perder muito mais do que ganhar com essa aproximação com o DEM. Este último sabe disso. Por que não vão conversar com a Marina, que tenderia a estar mais próxima deles? Talvez estes, com a leitura de que Lula não poderá ser candidato, prefiram antes fazer estragos na única candidatura de esquerda capaz de representar à esquerda com chances de vencer.
Mesmo que o Lula, impedido de se candidatar, indique voto no Ciro, provavelmente boa parte dos seus eleitores não votassem nele e menos ainda apoiassem a sua candidatura.

Talvez, a melhor estratégia para Ciro fosse defender intransigentemente a liberdade para Lula e parar com os sicericídios. Vai perder votos no caso da concretização do impedimento da candidatura Lula e vai ser massacrado pela direita, que, como já sinalizou o principe dos sociólogos, morador do chateau da Avenue Foch, tem grandes chances de apoiar uma figura execrável como Marina Silva.

Responder

    Sebastião

    22 de junho de 2018 às 20h27

    O único problema pra esquerda é essa aproximação com o DEM. CIRO ESTÁ ABERTO AO DIÁLOGO, E PODE FAZER MUDANÇAS NO PROGRAMA DE GOVERNO DELE. Ciro falando isso, não demonstra firmeza, mas volatilidade. Tipo: PRA CHEGAR AO PODER, POSSO TIRAR PROGRAMAS E PAUTAS DA ESQUERDA. Mas aí que está a questão. Os partidos exigem participações no governo, e sabemos que Temer traiu é golpeou Dilma, que Cunha aceitou o pedido de impeachment de Dilma. E que Maia coloca sempre a faca no pescoço do traíra Temer. Como confiar nesses tipos de pessoas, ainda mais quando não se tem alinhamento político? E Maia quer ser presidente da Câmara na próxima legislação, e por isso busca se aproximar daqueles que acha pode vir a ser eleito.

    Responder

Quero-quero

22 de junho de 2018 às 19h14

Lula presidente! Lula Livre!
qué qué qué qué qué qué qué

Responder

Fernando Antônio Carneiro

22 de junho de 2018 às 18h57

Já disse: Ciro é biruta de aeroporto…Sopra pra onde o vento lhe convém. E o Cafezinho tá virando xaropinho na defesa intransigente…

Responder

Lupicinio Gomes

22 de junho de 2018 às 18h38

Como diz o Ciro “não dá pra reclamar da imprensa. É como marinheiro reclamar do mar.”
É apenas o jogo sendo jogado. Os inimigos existem. E estão em todos os lugares.
#Lulalivre e #CiroPresidente.

Responder

Francisco

22 de junho de 2018 às 18h13

Uai!
Pra quem se diz fissurado em pesquisas está demorando a abordagem da informação bem escondida na Folha e no UOL, que 32% dos brasileiros acham que Lula é o candidato mais preparado para acelerar o crescimento da economia do país, segundo pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira.
E se isso já não bastasse para deixar uns e outros de cabelos e sem cabelos, em pé, caiu de 62% para 55% os que não acreditam que Lula vá disputar a eleição e subiu para 49% os que defendem a participação de Lula na mesma.
Coragem Miguel, afinal é apenas mais uma pesquisa, né?

Responder

NELSON PEREZ OLIVEIRA JUNIOR

22 de junho de 2018 às 18h06

Miguel, o Ciro é autodestrutivo e destruidor de alianças. Ele não consegue ser ofendido em publico que sai que nem menino mimado com a bola debaixo do braço. Tem os piores defeitos de COLLOR, BOLSONARO E AÉCIO. O cara se ferra sozinho e ainda não inspira confiança em ningúém por que é uma bomba relógio. Um dia eu achei que o CIRO pudesse ser uma saída viável, mas hoje a cada dia ele me desaponta, assusta e me deixa com raiva. Ele chegou no onibus agora e quer sentar na janela. Quer passar por cima da esquerda, do PT maior e mais estruturado partido de esquerda, não é solidário a LULA, tece criticas como se um dia tivesse sido presidente do BRASIL. Acha que pode acertar de primeira? Como ele pode afiançar com tanta convicção(palavra perigosa) que o BRASIL não suporta um governo de esquerda? Será que o capitalismo, e o nosso capitalismo são tão bons assim? O que ele descreve como bom, LULA fez com um pé nas costas, mas e o controle dessa elite e classe média arrivistas e hidrófoba. Para os ciristas que aplaudem o rosário de fé do miguel, eu respondo que o discursinho do cafezinho é tão sem açucar e pouco café que dá pena.

Responder

Alan Cepile

22 de junho de 2018 às 17h52

Miguel, mais uma excelente análise.
Minha única ressalva é que não estou muito convencido que a centro-direita começa a admitir o fracasso econômico dos delírios neoliberais de Michel Temer, pois eles (golpistas) acabaram de ter uma vitória esmagadora na questão do pré-sal sem nenhum indício de contestação.

Responder

Alan Cepile

22 de junho de 2018 às 17h45

Só o PT pode fazer alianças com os golpistas (vice da Dilma, nas eleições estaduais, Levy, anistis do caixa dois, financiamento de campanha com o nosso dinheiro, etc)…
Só o PT pode fazer aliança com o PSB, outros não!…
Só o PT pode dar boa vida pra banqueiro e continuar a ser “de esquerda”, outros não!…
Só o PT pode posar com golpista na caravana, outros não podem sequer jantar…
Só o PT pode ajudar a eleger o golpista Eunício Oliveira, outros não…
Só o PT é de esquerda no Brasil…. Pobres petistas, alguém os chame pra Terra por favor!

Responder

Erismar

22 de junho de 2018 às 17h42

É Miguel… casa dia vc se supera mais para defender o indefensável. Boa sorte na sua cruzada! Eu sigo com Lula ou quem ele apontar o dedo. Nos reencontramos no segundo turno…

Responder

João Ostral

22 de junho de 2018 às 16h26

Resumo da “estória”: Um político da estatura de Lula, que vem sofrendo as perseguições deste golpe e fez o que fez pelo Brasil (não me venha reescrever a história), jamais poderia ser abandonado por quem se diz de extrema-esquerda, esquerda, centro-esquerda, ou um progressista qualquer que defenda os interesses do povo deste país. Estas forças que estão ai agora vão sempre estar esperando oportunidades para atacar, aprisionar, chantagear, destruir qualquer fiapo de esquerda que tente se insurgir neste país e dominar a paisagem, Não adianta se iludir com uma democracia que foi pisoteada, quebrada e dilacerada. Está em frangalhos. A luta agora é por restabelecer a democracia neste país, e pelo direito do povo escolher quem melhor lhe representa. As pesquisas estão apontando este líder, verdadeiro líder popular.

Responder

    Brasileiro da Silva

    22 de junho de 2018 às 16h40

    Vc só se esqueceu de um detalhe na sua “estória”: Lula esta preso e inelegível.

    Responder

      João Ostral

      22 de junho de 2018 às 17h49

      Releia e constate, defendo a democracia, hoje estraçalhada. Defender a democracia, hoje, passa necessariamente por defender Lula Livre. Não tem saída. Esta é a Luta. Fora disto é fraude. A esquerda, veja bem, a esquerda hoje defende #LulaLivre.

      Responder

        João Ostral

        22 de junho de 2018 às 17h51

        Não é só o Brasil que clama L#ulaLivre é o mundo. Entreguista por outro lado …. não vem ao caso.

        Responder

          Brasileiro da Silva

          22 de junho de 2018 às 19h11

          O Universo clama por isso.O universo paralelo dos defensores do Lula. O mundo real nem liga mais para um ex presidente preso por corrupção.

          Responder

            zuleica jorgensen malta nascimento

            22 de junho de 2018 às 20h59

            É mesmo? Leia a pesquisa de hoje da FSP. Seria bom, até porque acho que o Miguel não vai fazer a análise desta vez.

            Responder

              Brasileiro da Silva

              22 de junho de 2018 às 22h32

              Podemos analisar a parte que fala que 32% acha que Lula é a solução para a economia? Se sim, 68% discorda.

              Responder

                João Ostral

                23 de junho de 2018 às 13h06

                Coitado! E quanto seria os percentuais de bolsonauro ou ciro no mesmo quesito?

                Responder

                  Brasileiro da Silva

                  23 de junho de 2018 às 15h31

                  Devem ser menores, pois nunca ficaram no poder. Estranho é quem ficou 8 anos no poder ser aprovado somente por 32%. Vc não acha?

                  Responder

      Virgilio

      22 de junho de 2018 às 18h23

      Não… ele foi muito claro ao defender que a grande bandeira de todas as forças progressistas é o restabelecimento da democracia e respeito à constituição. Você quer que o PT condene Lula ou lute contra esta condenação absurda e que é parte fundamental do golpe? E o Ciro conversar com estrelas centrais do golpe (um simples jantar, é mesmo Miguel?) tem que ser visto como normal e a gente tem que acreditar que Ciro é a liderança para todo o campo democrático e progressista?

      Responder

    Ferreti

    22 de junho de 2018 às 17h07

    Democracia pra gente(?) como você é Lula eleito. Democracia pra gente(?) como você é o PT no poder. Esquerda só existe se for Lula.

    Só que, só que Lula tá preso e pesquisa não é Habeas Corpus.

    Aliás, pra você, que gosta tanto de pesquisa, deveria saber que 54% querem Lula na cadeia.

    Responder

      Dio

      23 de junho de 2018 às 01h12

      E no meio está Ciro e os 6%?

      Responder

Carlos Lima

22 de junho de 2018 às 16h18

“Esse não é o meu projeto. Meu projeto é a centro-esquerda. Muito claramente. O Brasil não precisa e não pode sustentar um governo de esquerda. O Brasil precisa de um projeto que reúna os interesses práticos daqueles que produzem e os interesses práticos daqueles que trabalham”. ..Miguel, eu li isso no Brasil 247, então é FAKE ou diferença de tradução? O Ciro está muito confuso para agente acreditar no que ele fala, um discurso para cada seguimento. Sinceramente sou de orientação de esquerda e o Ciro me passou uma imagem de medo, do verdadeiro estelionato eleitoral, qualquer discurso que agrade o ele discursa.

Responder

    Cezar R M

    22 de junho de 2018 às 17h58

    Ele disse exatamente isso. Qual o pecado? Não acredito que você, eleitor do campo progressista, não tenha entendido corretamente o sentido de cada palavra.

    Responder

      zuleica jorgensen malta nascimento

      22 de junho de 2018 às 21h02

      Negócio é o seguinte: se o que Ciro fala tem que ser interpretado, ou seja, se o leitor tiver que procurar o sentido do que ele quis dizer, vai ser um tanto difícil. Como todos sabem, o brasileiro não é bom de interpretação de textos.

      Responder

Marcelo

22 de junho de 2018 às 16h15

“O PT é a ‘esquerda’ que a direita aplaude!”
Darcy Ribeiro

Responder

    Carlos Lima

    22 de junho de 2018 às 17h06

    O PDT é um PFL de saia…
    Darcy Ribeiro Revista KALUNGA

    Só mudou a sigla de PFL para DEM e a saia que ficou curtíssima e agora com Ciro que é de PIRIGUETE.

    Responder

sergio

22 de junho de 2018 às 16h13

Miguel do Rosário, você tem todo direito de querer o Ciro presidente, agora dizer que ele está na agenda nacional todos os dias e demais. Está sim na sua agenda e infelizmente do seu blog, que passou a ser peça de propaganda do Ciro.
Ciro está desesperado e como não conseguiu nada com a esquerda, agora está voltando pra casa, ou seja, buscando a direita.
Ciro não comsegue deixar o sangue de coronel e Sá nalftraga na sua vaidade.
O amado Brizola está se remexendo no túmulo ao ver outro canalha usando o PDT

Responder

Bruno Costa Coscarelli

22 de junho de 2018 às 15h56

O artigo é brilhante. Infelizmente, os comentários mostram que nem todos os que leram entenderam.

Responder

Fabio

22 de junho de 2018 às 15h56

Voto Lula ou quem ele indicar

Responder

    Brasileiro da Silva

    22 de junho de 2018 às 15h58

    O bom e velho voto de cabresto. Esse é o Brasil.

    Responder

      vitor

      22 de junho de 2018 às 16h29

      Essa esquerdinha-faz-tudo é engraçada demais…
      Desencoraja não! A gente sabe de que lado o Lula joga na hora do “vamô vê”…

      Responder

Curió ( com água benta no bico )

22 de junho de 2018 às 15h54

” Um jantar nem quer dizer nada por enquanto “. Ah! Faz favor! Esconjuro!
O jantar apenas foi para dar um pouquinho de sangue para o vampiro.
– Será que terei salvação ?
– Claro criatura. Gosto demais de loirinhas…
– Mas para o Lulão não tem arrego…
– Ele já é viúvo.
Tomando mais uma tacinha de sangue o Vampeta mais animado mas pensativo…
Bem… já estou com os pés na cova…
– Tem que manter tudo isso aí viu? Inclui aí o MDB e o PSDB também, com supremo e tudo.

Responder

Nanda

22 de junho de 2018 às 15h04

Quando acabei de ler fiquei pensando na frase esqueça tudo que escrevi….tempos sombrios!

Responder

    Caíque Pereira

    22 de junho de 2018 às 16h03

    PERFEITO!

    Miguel do Rosário sabe que escolheu, ou o lado errado ou sempre foi do outro lado e estava camuflado.

    Responder

Jota One

22 de junho de 2018 às 14h54

Intrigas??? fala sério! Não são intrigas, são fatos.
O Ciro está dando um giro impressionante à direita. Só cego não vê.

Responder

Alexandre Neres

22 de junho de 2018 às 14h05

Abaixo comentário preciso do Fernando Brito do Tijolaço.

Ciro e seu primeiro dever de honestidade
POR FERNANDO BRITO · 22/06/2018

Ciro Gomes é um político que anima a quem trouxe do brizolismo a inconvencionalidade, o nenhum medo de sair do “politicamente correto”, das declarações vazias e que seguem sempre o rito das “ovelhinhas brancas”, iguais e mansas, sempre.

Mas, ao contrário de Brizola, Ciro volta e meia derrapa em afirmações que são contraditórias ou, pior, vazias.

Ele diz, em polêmica entrevista a American Quartely que “o Brasil não precisa e não pode suportar um governo de esquerda. O Brasil precisa de um projeto que reúna os interesses práticos daqueles que produzem e os interesses práticos daqueles que trabalham”.

Não é nada absurdo (exceto pelo “suportar”, que é subjetivo e vago o suficiente para ser lido como “não tolera” ou um “não poderia ser assim”). Afinal, o governo Lula não foi, como defende Ciro, “um projeto que reúna os interesses práticos daqueles que produzem e os interesses práticos daqueles que trabalham”?

Foi, e nem mesmo assim as elites brasileiras deglutiram o “sapo barbudo”, como não digeriram Getúlio, Jango, Brizola ou qualquer outro que procurou reunir desenvolvimento com justiça social.

Ciro não consegue entender isso e, por esta razão, a crueza de suas restrições a Lula, no momento em que este está preso e indefeso, acabam soando – e não sem razão – como música aos ouvidos de quem não pode imaginar que o ex-presidente possa disputar as eleições. Isso seria compreensível que ele estivesse disputando em condições normais, como forma de capturar eleitorado lulista menos sólido, mas não nas atuais circunstâncias.

Nelas, sabe que suas chances só existem porque Lula está à beira da cassação de seu direito de ser votado.

Ciro, que gosta de proclamar a sua honestidade pessoal – o que não é, ou não deveria ser, um mérito extraordinário – não está cumprindo o primeiro dever de honestidade política: o de reconhecer e proclamar que ninguém, e menos ainda uma liderança do tamanho da que tem Lula, pode ser afastado da disputa eleitoral.

Está cometendo um erro que lhe pode ser fatal, porque provoca ressentimentos e dificulta o que seria natural, no caso de confirmar-se o impedimento de Lula.

Até porque, no restante de sua entrevista, Ciro diz “heresias”que o fazem não ser acolhido pela direita, como na reafirmação de que os campos do pré-sal entregues pelo Governo Temer, suficientes para afirmar uma posição “de esquerda” – embora seja tão somente de defesa do interesse nacional.

Ser minimamente nacionalista neste país, um pecado sem remissão.

Na questão Lula, porém, em lugar da marca de coragem que sempre procura imprimir à sua imagem, o que passa é fraqueza, por não querer enfrentar a questão da libertação do ex-presidente, um tabu tão grande quanto qualquer outro que as classes dominantes procuram incutir nos brasileiros.

Se faz questão, sempre, de dar “munição” para ser intrigado com o eleitorado lulista não pode reclamar se não for reconhecido por aqueles que ele, hoje, ainda não tem: os 30% do eleitorado que desejam votar no ex-presidente e talvez não o possam fazer, por conta da ditadura da mídia e do Judiciário.

Responder

João Ostral

22 de junho de 2018 às 13h54

Só umas questiúnculas a serem respondidas:
1) O PT ter levado 11 ministros ao stf, faz deles golpistas ou incompetentes ou confusos por natureza ou estamos desprezando forças obscuras por traz de suas decisões,pressões, chantagens, dossiês, covardia ou mesmo oportunismo?

2) O Apoio irrestrito à Lava Jato. Então quer dizer que a indústria das delações é ficção, perseguição ao PT, coordenação das operações a partir de Washington, destruição da engenharia Nacional e entrega de empresas estatais é tudo teoria da conspiração?

3) Um jantar com o DEM(0) e outros do “centrão” (direita), partidos entreguistas, é só um jantar?

4) É o PT quem está sabotando o projeto de poder do ciro? Não seriam suas declarações, entrevistas, articulações?

5) Será mesmo preciso a bênção dos EUA (deus mercado) para um “esquerdista” camaleão ser presidente do Brasil?

Responder

    Brasileiro da Silva

    22 de junho de 2018 às 14h58

    6) Seria mesmo preciso uma carta aos brasileiros e a benção da Odebrecht para Lula se eleger em 2002?

    Responder

      zuleica jorgensen malta nascimento

      22 de junho de 2018 às 21h19

      A bênção da Odebrecht, que eu nem sei se existiu mesmo, foi um afago ao mercado, reafirmado quando Lula disse que contatos não seriam quebrados (e não foram mesmo, alguns infelizmente). Mas a ditadura havia terminado muito tempo antes.
      Hoje, vivemos um golpe que estraçalha o país e eu pergunto: é mesmo necessária a bênção dos golpistas para Ciro vencer? E se vencer, para governar?
      Há uma pequena diferença aí, não amigo?

      Responder

        Brasileiro da Silva

        22 de junho de 2018 às 22h28

        Lógico que sim. A benção da Odebrecht para Lula é um pequeno afago. Para os outros é crime. A parceria com o PMDB, para o PT é governabilidade. Para os outros, é golpe. Existe não uma pequena, mas uma grande diferença. Petistas acham feio tudo que não é espelho.

        Responder

Sheila Ribeiro

22 de junho de 2018 às 13h41

TMJ CIRÃO ?

Responder

Sheila Ribeiro

22 de junho de 2018 às 13h38

Ciro Gomes é o candidato mais preparado para assumir a Presidência do Brasil. Em todas as frentes nenhum outro igualha-se a ele. Digo mais, é o mais honesto, seu nome não aparece em nenhuma maracutaia. Vamos acordar e votar no mais competente, CIRO GOMES PRESIDENTE ?

Responder

    zuleica jorgensen malta nascimento

    22 de junho de 2018 às 21h28

    Essa conversa de mais preparado é coisa do Serra, que achava que tinha nascido com a “missão” de ser Presidente da República. Não acredito que Ciro seja tão arrogante.
    Quanto a ser honesto, vamos com calma, porque a Lava Jato – que ele apoia (hã?) – logo, logo, arruma um delator para falar dele cobras e lagartos, suficientes para mandá-lo para a cadeia por mais de 20 anos. Ou a ficha ainda não caiu pra você?

    Responder

Ze

22 de junho de 2018 às 13h23

Caro Miguel, muito boa a sua leitura conjectural. Engulamos as maguas e Ciro presidente.

Responder

vitor

22 de junho de 2018 às 12h46

É muito engraçado ver o Ciro desmascarando a farsa do PT e a Pelegada alucinada bolsominiando contra o Miguel… hahahahahhaha

Responder

Nilo Ricar

22 de junho de 2018 às 12h18

Toda a força de Ciro naturalmente inflama as raposas da política…. Ciro será constantemente testado e a ginga será fundamental para não sensibilizar demais nós o povo tão afeito a impressões rasas e precipitadas.. . Necessário será vermos o quanto está em jogo para não cairmos em jogadas oportunistas, que querem fazer da hipocrisia ferramenta de manipulação da realidade, comprometendo qualquer bom candidato e suas necessárias ações frias e calculistas para atingir o objetivo…..Lula sagaz que o diga e o PT também com suas coligações pragmáticas…..Fogo amigo deve ser evitado, já que o golpe é presente e perigoso…. Senão a união já, pelo menos não a agressões e gols contra… No segundo turno toda a ajuda será fundamental ou os egoísmos “hegemônicos” poderão ser fatais….

Responder

Nelson

22 de junho de 2018 às 12h06

Ciro “Salieri” Gomes só deu um azar danado de ser contemporâneo do Wolfgang Amadeus Lula.

Responder

Marcos Videira

22 de junho de 2018 às 12h01

Como os demais candidatos de centro-esquerda, Ciro tem se posicionado claramente a favor da Petrobrás e do pré-sal, como patrimônios do povo brasileiro.
Porém, somente Ciro assume uma política econômica contra os parasitas sociais (banqueiros e rentistas).
Em 13 anos Lula e Dilma NUNCA enfrentaram os parasitas sociais. Ao contrário: permitiram que Meirelles e Levy, por exemplo, dessem as cartas no BC e no Ministério da Fazenda. E nunca ninguém disse que Lula e Dilma eram de direita.

Responder

    Marcos

    22 de junho de 2018 às 15h51

    A Dilma peitou os bancos em 2012, reduzindo a Selic ao mesmo tempo em que, através dos bancos públicos, forçou a redução do spread bancário. A mídia esperneou MUITO à época, mas engoliram.

    Depois, inexplicavelmente, ela voltou a aumentar a Selic e talvez aí seus inimigos farejaram sua fraqueza e armaram o bote durante a Copa das Confederações, em junho de 2013.

    Imagina se o Ciro, que já tem um longo histórico na direita, se elegendo por um partido que tem nem metade da bancada do PT, teria poder de fazer isso, monocraticamente.

    Responder

Leandro_O

22 de junho de 2018 às 11h52

O que move a aversão às críticas ao Lula e ao PT é mesmo fator que procurava desidratar as críticas por parte de muitos sindicatos. Deu no que deu: povo despolitizado e sindicatos fracos ou tomados por pelegos.

Responder

Leandro_O

22 de junho de 2018 às 11h48

Resumo: Ciro está propondo claramente, ANTES DAS ELEIÇÕES e ANTES DE SER ELEITO o programa. O PT fez isso?? Não. Daí a crítica. Só que hoje o PT foi mordido pelas alianças que fez e está “P” da vida e acha que haverá uma revolução, a revolução do proletariado. Por isso a crítica ferranha, porque Ciro não pode mais fazer o que o PT fez, ainda que Ciro diga claramente isso muito antes das eleições. Vou esperar sentado a tal revolução.

Responder

Rosa O. Periz

22 de junho de 2018 às 11h17

Os golpistas Aécio, Maia, Temer (PSDB-DEM-PMDB) em encontros clandestinos
no meio da madrugada. CANALHAS, CANALHAS, CANALHAS.

Responder

    Gamel

    22 de junho de 2018 às 17h09

    Foi só um jantar.
    Entrata, prato principal e sobremesa: a cabeça, corpo e membros do PT.

    Responder

Francisco Assis

22 de junho de 2018 às 11h02

Um texto sensato. Justamente o q falta aos antagonistas de Ciro.

Responder

Curió

22 de junho de 2018 às 08h38

Lula não tem que ser criticado neste momento não senhor!
Lula já levou porrada demais. Para aí com esse espalhafato!
5%+1%+1%=1+1% = 9% na próxima pesquisa.
Até o Bolsonazi tem o dobro disso.
E o Lula tem o quádruplo.
Pode jantar até com o Vampirão a meia noite e levar o Alkimim de vice. Pensa que não ?
Seja publicado como requer a pluralidade.

Responder

Wilton Santos

22 de junho de 2018 às 08h00

Ciro é hipócrita ao fazer criticas moralistas ao PT por ter se aliado ao PT e depois buscar apoio de partidos como o DEMO, PP, SD. Mais uma vez o Ciro se mostra uma pessoa desleal e canalha. Se ele se unir com essa direita que promoveu o golpe e o desmonte da nação brasileira, certamente, não vai se contrapor aos interesses dos seus aliados.

Por que o Ciro não toma a iniciativa de procurar a Gleisi Hoffamann presidenta do PT para propor uma aliança? Ele não faz isso pois é orgulhoso e arrogante e a presidência para ele é uma questão pessoal. O Ciro mais uma vez terá voo de galinha.

Voto no Lula ou em quem ele indicar! Quanto ao Ciro não vai chegar muito longe, seus ataques desleais ao Lula e ao PT inviabilizarão sua candidatura ao Planalto.

E a propósito, desde quando o PT é de esquerda? O PT é de centro esquerda! Bem diferente do PDT que após a morte do Brizola se transformou numa legenda de aluguel de centro direita como o PMDB.

Responder

    ucoiso

    22 de junho de 2018 às 10h22

    Ciro não buscou apoio de nenhum desses partidos a hipocrisia aqui citada né acreditar em fakenews

    Responder

    raul barroso

    22 de junho de 2018 às 14h06

    Concordo contigo.

    Responder

Dorgival

22 de junho de 2018 às 07h37

Muito bonito o esforço dos ciristas. Fazem até tese para transformar declarações desastradas do boquirroto em simples intrigas dos seus concorrentes. Acho que ele vai precisar de um intérprete para decifrar, ou colocar “panos quentes”, nas suas declarações bravateiras. Acho que é um direito dele de se revelar quem é, o errado são seus defensores que desqualificam qualquer crítica ao seu candidato nascido no berço da Arena, com longo estágio no tucanato e mais 5 partidos. Pensando bem, parece mesmo que toda crítica é uma inveja dessa fantástica trajetória do Ciro que adota qualquer partido, de acordo com seus objetivos e circunstâncias. Grande Ciro! Ciro Presidente!

Responder

    Benoit

    22 de junho de 2018 às 08h49

    Se vocer quer criticar o Ciro, o que é perfeitamente legítimo, por que voce não se refere às propostas concretas dele? Por que voce não se refere ao que ele diz, em vez de se fiar em relatos que distorcem o que ele disse? Se voce quer criticar o Ciro, o que é legítimo, por que voce não considera o que foi dito acerca do assunto, as respostas a essas críticas? A sua crítica não vale absolutamente nada se voce não é capaz de discutir o assunto com uma certa responsabilidade.

    Responder

      zuleica jorgensen malta nascimento

      22 de junho de 2018 às 21h42

      Eu já assisti dezenas de entrevistas do Ciro, algumas até fascinantes. Ele tem verve, passa sinceridade e disposição, e em geral fala coisas bem interessantes.
      O meu problema é que eu conheço Ciro desde que ele começou na política – eu já tenho 70 anos. E tenho rodagem suficiente para saber que aquilo que o candidato diz não pode ser considerado definitivo. Muito mais que o discurso, conta o que o dito cujo fez. Ciro fez bons governos no Ceará e em Fortaleza, foi um ministro competente, mas ele tem um problema fundamental para mim: Ciro não é um homem de partido, passou por muitos sem se identificar com nenhuma, o partido dele é e sempre foi ele mesmo. Não há uma estrutura partidária que o enquadre, não no que ele quer, mas no que é preciso fazer. Quando a coisa aperta, ele cai fora do partido da vez. Esse não é o comportamento de um democrata.

      Responder

        Benoit

        23 de junho de 2018 às 05h41

        O Brasil tem um problema com partidos. O PSDB começou com gente que tinha inclinações sociais-democratas e hoje é um partido de direita. O FHC que passava por um intelectual de esquerda não é hoje nem um intelectual e nem de esquerda, embora continue no mesmo partido. Como voce vê, a pessoa pode mudar completamente e continuar no mesmo partido. Os partidos brasileiros são em geral partidos novos e de orientação pouco sólida. Mesmo no PT houve uma disputa entre a ala mais esquerdista e a ala mais pragmática e acho que alguns mais esquerdistas sairam ou tiveram que sair do partido. Por isso não vejo nenhum problema só por o Ciro ter mudado de partido. Voce diz que ele foi um bom governador e um bom ministro, apesar da troca de partidos. Então por que ele não poderia vir a ser um bom presidente também?

        Responder

    Batista Neto

    22 de junho de 2018 às 09h36

    A luta inglória daqueles que se empenham em tentar demonstrar uma linha lógica nos discursos oscilantes e contraditórios do Ciro faz lembrar a mesma batalha que travam os defensores da existência de Israel na tentativa de justificar a ação terrorista do Estado de Israel. O esforço é legítimo e meritório mas o Beniiamin Netaniyahu consegue neutralizá-lo em cada ato terrorista praticado contra a população palestina indefesa. O mesmo faz o Ciro. A cada movimento pendular ele produz uma factoide, uma reviravolta que derruba o argumento dos seus defensores. Essa acusação cafajeste contra o Lula, por exemplo, nós não vamos esquecer nem perdoar jamais!!!

    https://www.youtube.com/watch?v=qH7-AyZhHno

    Aliás, por que será que o Coroné Ciro Gomes não é molestado pelas quadrilhas do judiciário brasileiro?

    Responder

      Marcos

      22 de junho de 2018 às 15h57

      E ainda faz um tremendo elogio ao Zé Eduardo Cardoso, o Zé da Justissa, que deixou a PF correr solta, solta e minar o governo da Dilma por dentro…

      Responder

      zuleica jorgensen malta nascimento

      22 de junho de 2018 às 22h17

      Eu já tinha ouvido o Ciro dizer que Lula era um “deslumbrado” e coisas do gênero. Mas nunca o tinha visto acusar o Lula diretamente de corrupção, como neste vídeo. Eu vejo que estava certa quando sempre disse que Ciro acha que Lula merece cadeia, sim, porque ele roubou. Ele não diz isso porque não tem peito, como afirma que tem, e porque sabe que o processo contra Lula é uma farsa. Mas ele é do tipo que diz “se ele está preso alguma ele fez”.

      Responder

        Miguel do Rosário

        23 de junho de 2018 às 10h14

        Zuleica, nesse vídeo aí (já sei qual você se refere), Ciro NÃO acusa ninguém de corrupção. Não inventa.

        Responder

          zuleica jorgensen malta nascimento

          24 de junho de 2018 às 04h52

          Ah Miguel!! Você anda meio atordoado só pode ser isso. Você acha mesmo que Ciro diria “Lula é corrupto” assim, na lata, podendo correr o risco de ser processado?
          Menos, Miguel, menos. O cara falou horrores do Lula e insinuou de modo muito forte corrupção dele e dos filhos. É o que eu falei antes: defender e fazer campanha para o seu candidato, tudo ótimo, mas fazer de conta que não vê nem ouve o que está na sua frente já é bem diferente.

          Responder

Régis

22 de junho de 2018 às 07h09

“deve-se fazer as necessárias críticas às vulnerabilidades, essas sim, produzidas pela inação petista, que permitiram esse golpe: ausência de um sistema de inteligência e contrainteligência, nomeações desastrosas para o STF, submissão aos corporativismos do MPF e da Polícia Federal, e concessões às pautas punitivistas e reacionárias que levaram à aprovação de leis de exceção, como a da Ficha Limpa, da Delação Premiada, da Organização Criminosa, e Antiterrorismo, todas agora usadas contra o campo progressista.”
Este comentário acima de Miguel, sou obrigado a concordar. Faltou inteligência e coragem para barrar uma série de medidas que foram sendo construídas com o objetivo de destruir o campo progressista. Principalmente a submissão ao corporativismo do Ministério Público e a estranha doações de computadores e treinamentos dos americanos à nossa Polícia Federal, noticiado pela Folha de São Paulo em 2013, numa clara evidência de aparelhamento da instituição por um país imperialista. A partir daí foi só destruição de indústrias nacionais privadas e estatais.

Responder

stalingrado Lula da Silva

22 de junho de 2018 às 06h40

Lula recebe pancadas da direita, esquerda, de todos os lados, inclusive de Ciro Jeirissati e não precisa de advogados para chorarem por ele nos blogs. Ciro disse recentemente na BBC Brasil “olhe onde está Lula e onde estou eu”…Ciro, o imaculado, está solto, Lula, está preso. Ciro, se apertar, peida.
Enquanto isso, por onde anda Lula? Ele está na mente do povo , http://www.tijolaco.com.br/blog/datafolha-mostra-que-chama-o-lula-e-esperanca.
Ciro do Rosário, deixa de mi-mi-mi. Olha onde está Lula!
#LukaLivre!
O PT abriu mão da luta ideológica, Ciro não é a resposta para isso. A candidatura de Lula é pura luta ideológica, no melhor estilo gramsciano.
#LulaPresidente

Responder

    Cézar R M Lopes

    22 de junho de 2018 às 07h07

    Mas que candidatura? Olha, ou vocês sabem de alguma coisa que eu não sei, ou são muito ingênuos.

    Responder

    Benoit

    22 de junho de 2018 às 08h52

    Voce dormiu mal a noite passada?

    Responder

    Batista Neto

    22 de junho de 2018 às 09h41

    O Lula é a ideia e o MOVIMENTO político no sentido Gramsciano, conforme vc disse. E onde está o Lula graças a isso? Está no coração e na mente de cada brasileiro que ama o Brasil que deu e dará certo.

    Responder

Manoel

22 de junho de 2018 às 05h43

Quando o Miguel voltará ao jornalismo?

Responder

    Benoit

    22 de junho de 2018 às 08h53

    Quando voce vai escrever um comentário com algum contúdo sério? Se voce não está de acordo com alguma coisa, por que voce não diz exatamente com o que voce não está de acordo e fundamenta o que voce diz com argumentos?

    Responder

      Manoel

      22 de junho de 2018 às 18h32

      No seu conceito estamos empatados. Apesar que eu considero que estou ganhando.

      Responder

        Benoit

        23 de junho de 2018 às 05h31

        Manoel, como é que voce vai ganhar alguma coisa sem ser capaz de dizer nada até agora?

        Responder

Bené da pça seca

22 de junho de 2018 às 05h32

Ciro Gomes é alvejado de todos os lados, isso mostra que estamos no caminho certo… à luta, brasileiros e patriotas!!! #Ciro2018

Responder

Patrice L

22 de junho de 2018 às 04h03

O Ciro não é, como se diz aqui, alguém a perseguir.

O Ciro é alguém de quem fazer o strip tease da estratégia eleitoral desrespeitosa com a democracia e com o Lula, pois que pensa a prisão ilegal do ex-presidente como elemento fundamental e propulsor do seu sucesso.

E nao é o seu único desrespeito, diga-se.

Isoladamente, o Ciro não passa de 6% e a biruta da sua campanha sofre vento de todos os lados porque, propondo-se pretensiosamente como uma terceira via, ora elogia ora baixa o pau à esquerda e à direita.

Mas nem todo mundo lá e cá é bobo. E ele não cresce significativamente em nenhuma direção.

Calculou tudo muito mal.

À esquerda, achou que o povo ia abandonar o voto em Lula e que esse voto ia cair por gravidade no seu colo na luta contra o nazi Bolsonaro, enquanto ele, Ciro, baixava o pau no PT pra ganhar votos à direita.

Assegura à direita que o petismo não terá voz no seu arco de alianças. Mas, cada vez que vocifera (é real?) contra as mazelas do neoliberalismo, gera desconfianças mil na direita.

Macron não é alguma coisa que se repita com facilidade em outro país, em outro contexto, em uma democracia tão violentada assim.

Não foge à regra: eleito Ciro, faltará a ele, como faltaria aos demais, a legitimidade que só ao Lula é conferida pela maior parte dos eleitores.

Como diz um tuiteiro bem humorado, eu é que não caio no canto da Cireia Gomes!

Não me convencem as enormes qualidades que o Miguel insiste enxergar no Ciro, enquanto é pródigo em achar defeitos no petismo.

Responder

Rodolpho A.

22 de junho de 2018 às 02h56

Miguel, com todo respeito mas tá escrevendo merda. Diz que Pco e Brasil 247 tão fazendo intriga. Mas tu não fez entrevista com o Rui? Tu não foi chamado pra conversar no programa do Brasil 247? E não foram esses mesmos caras que te defenderam quando deu a merda com o Duplo Expresso?
Se tu tem lado, e com já disse que tem blz. Mas não tente pagar de isentão ao estilo direitinha.
Qual é o único partido popular da América senão o PT? Qual o partido que tem mais filiados e sedes no Brasil? Qual o partido que foi golpeado? Qual o candidato real de ganhar uma eleição no primeiro turno? Quem é o sujeito sindicalista raiz que tá quase 50 anos na estrada tentando acabar com o apartheid social?
Você cobra ações do PT, mas não é militante, não tá no sindicato ou no partido, cobra revolução social do PT mas nunca vi seu nome numa maldita reunião de sábado. Quer pagar de Che então puxa a linha de frente contra a PM!
Ciro está trilhando o mesmo caminho de JK em 1964. Um traidor como os golpistas. Ciro foi o cara que interviu no Banespa e Banerj que levou a privatização, criou os índices dolarizados do Real que nos fode até hoje, quebrou a indústria nacional em pleno vapor liberando a importação em 1994. O Ciro rodou mais de partido que bolsonazi. Toda linha decente do PDT saiu do partido na chegada do Ciro. E vc espera que a verdadeira esquerda popular apoie um sujeito desses?

Responder

    Miguel do Rosário

    22 de junho de 2018 às 11h22

    Rodolpho, quem foi golpeado foi o povo brasileiro. Não entendi a questão de cobrar ações. O que eu tenho a ver com “reuniões de sábado”? Que raios de reuniões são essas? VocÊ acompanha minha vida por acaso? Quanto ao final do comentário, são exagerados, tendenciosos e mentirosos. Ciro mudou de partido para continuar apoiando o PT. Sobre as privatizações de Banespa e Banerj, não foi ele que errou ali. Esses bancos foram sucateados por outros e privatizados por outros.

    Responder

      zuleica jorgensen malta nascimento

      22 de junho de 2018 às 21h54

      Ah Miguel, você entrou numa espiral muito complicada. Defenda seu candidato, o programa dele, mas não nos venha com contos da carochinha, como essa história de que Ciro mudou de partido para continuar a apoiar o PT. Isso é história, se fosse verdade ele apoiaria o PT no momento em que o partido (e o Brasil, muito mais importante) mais precisa. Não podemos simplesmente desistir de derrotar o golpe para defender o indefensável Ciro Gomes. O Brasil só poderá ir adiante e se recuperar se o golpe for derrotado. E o fato é que Ciro NÃO ESTÁ NADA A FIM DE FAZER FRENTE AOS GOLPISTAS. E se por acaso se eleger, e tentar levar a cabo o programa menos ainda fará, porque a Lava Jato que ele apoia irá providenciar umas delações contra ele, sob qualquer pretexto, e ele estará imobilizado.

      Responder

        Benoit

        23 de junho de 2018 às 05h30

        O que é que o PT está então fazendo contra o golpe que o Ciro não está fazendo? Não se pode dizer também que o PT não está fazendo nada contra o golpe?

        Responder

Nil

22 de junho de 2018 às 01h39

Caraca! O que tem de perfil fake e bots aqui no cafezinho contra o Ciro só comprova mais esta excelente análise do Miguel. Podem muito bem, esses perfis e bots, ser dos MLB (como disse o Miguel), e apaniguados da vida, como também de alguns sites ditos progressistas e que tem muitos interesses, digamos… publicitário$ e banqueirísticos (DD), em não ver o crescimento do Ciro.

Responder

    André Medeiros

    22 de junho de 2018 às 02h30

    Ué, Nill, que desespero é esse de chamar de fake internautas que tem uma visão diferente da sua?

    Por esse mesmo raciocínio, poderíamos dizer que o fake aqui é vc, né?

    Mas não vou dizer isso. Acredito que vc seja apenas um cirominion megalomaníaco que acha que Cirocídio vai vencer alguma coisa contando mentiras para a esquerda e se aliando ao DEM. (Sei, sei que o PT se aliou ao PMDB, mas foi em outro contexto, não tínhamos sofrido o golpe e a direita era minimante discreta e responsável. Noto que o argumento de vcs é defender que Ciro imite os erros do PT)

    Responder

      Nil

      22 de junho de 2018 às 07h17

      Ué, a carapuça serviu?

      Responder

      Benoit

      22 de junho de 2018 às 09h01

      Andre, a sua tentativa de usar dois padrões diferentes é um pouco infantil. Então a proximidade do PT com partidos de direita, inclusive com algumas das piores figuras da politica brasileira, seria justificada mas as conversas do Ciro não seriam justificadas? Talvez as conversas e debates do Ciro sejam agora ainda mais justificadas quando a necessidade de derrotar as forças mais extremistas é ainda maior, quando se pode ter uma ideia melhor de quem pode desempenhar um papel positivo para o futuro, quando a situação é bem mais dificil que a situação enfrentada pelo Lula quando ele começou o governo dele.

      Responder

    Marcos

    22 de junho de 2018 às 16h02

    Essa estratégia de acusar nos outros aquilo que você faz é velha… Só reforça a suspeita de que todos os comentários pró Ciro são artificiais.

    Aliás, parecem vir da mesma fonte que faz comentários pro Bolsonaro e fazia pro Aécio em 2014. Será a mesma empresa?

    Isso rende uma investigação interessante…

    Responder

Brasileiro da Silva

22 de junho de 2018 às 01h14

E que nem diria o Ciro, eu entendo a situação dos petistas. Sem ninguém para ser candidato, com o chefe preso. Não é fácil.

Responder

Daniel Vieira

22 de junho de 2018 às 01h08

Parabéns teu texto foi o melhor sobre isso…quanta hipocrisia dessa galera..

Responder

Marcos

22 de junho de 2018 às 00h49

O pretígio atual do Rui Costa Pimenta é porque ele diz o que as pessoas acham, por experiência prática, o que faz mais sentido nesse momento. Há uma tendência geral de radicalização à esquerda que é tão cristalina que um partido marxista trotskista até saiu da obscuridade para ter cada vez mais destaque entre as camadas mais politizadas da população.

E na população em geral isso se manifesta na insistência de um terço do eleitorado em querer o Lula de volta, não importa como. Claramente querem ir pro pau, como os militantes queriam enfrentar a tropa de choque para não deixá-lo ir preso naquela tarde de abril.

Nesse cenário Ciro não tem a menor chance. E nem adianta usar Bozonaro como espantalho, pois a ofensiva da direita só existe nas instituições e na mídia: no voto ele não ganha.

Responder

    Esdras

    22 de junho de 2018 às 00h56

    Perfeito.

    Responder

    Brasileiro da Silva

    22 de junho de 2018 às 00h58

    Prestígio de PCO? Aonde? Em que mundo vc vive?

    Responder

    Miguel do Rosário

    22 de junho de 2018 às 01h34

    Querem ir pro pau com que armas? E foi Lula quem mandou desarmar a resistência em São Bernardo. Lucidamente, a meu ver.

    Responder

      Gabriel Soares

      22 de junho de 2018 às 22h06

      Miguel o pt tá com Ciro Gomes igual a mulher ou homem que separa e não quer ver outro casado com ninguém mais parece dor de cutuvelho kkkkkkkl

      Responder

    Batista Neto

    22 de junho de 2018 às 09h50

    Ir pro pau para quem não tem armas é radicalizar a resistência como fez Lula ao aceitar passar pelo sacrifício de ser um PRESO POLÍTICO, simbolizando o martírio de todo o povo brasileiro e, ao mesmo tempo, demonstrando que o Povo e Ele são maiores que a cadeia de Curitiba e todo o podre judiciário brasileiro. Ele foi PRO PAU e demonstra a cada dia que tem força e meios para vencer por meio da resistência em vez do enfrentamento armado, que seria a alegria da BANCA e da GLOBO.

    Responder

      Marcos

      22 de junho de 2018 às 16h14

      E dos EUA… O que eles mais devem querer é fazer com o Brasil o que fizeram com a Iugoslávia: com a nação fraturada em Estados fracos, eles poderiam declarar nossa Zona Econômica Exclusiva, o território oceânico onde se localizam as reservas do pré-sal. de área internacional, e não teríamos poder de fazer nada.

      Outro motivo para apoiar Lula até o fim. É crucial manter esse movimento de politizar a população para preparar para as lutas que virão pela frente. Mesmo que hajam eleições esse ano, não importa quem ganhe: não teremos paz por ao menos uma década. Estamos no meio de uma verdadeira guerra e ela só vai terminar com a capitulação completa de um dos lados.

      Responder

Gabriel Soares

22 de junho de 2018 às 00h47

Miguel até hoje ninguém fez trabalho mais bem feito que este que você fez agora parabéns é de uma lucidez impressionante

Responder

Fred

21 de junho de 2018 às 23h58

Qual o problema de apoiar a Lava-Jato? É um instrumento interessante no combate a corrupção, sim!
Erros estão sendo cometidos? Sem dúvidas… Erros seríssimos, mas nem por isso devemos acabar com a iniciativa… Vale lembrar que instituições de fiscalização e justiça independentes e sem ingerência política foi uma invenção do PT…

Responder

    Benoit

    22 de junho de 2018 às 09h21

    Diminuir a corrupção no Brasil é de fato importante e o PT levou isso a sério. O que não faz sentido é ter uma justiça com fins políticos próprios, uma justiça subserviente a outros países, uma justiça que destrói firmas brasileiras das mais importantes e ajuda a piorar a crise econômica, ter uma justiça nas mãos de personagens sinistras atuando como instrumentos de perseguição política.

    Responder

    Batista Neto

    22 de junho de 2018 às 09h56

    Desculpe Fred. Mas misturar investigação policial com campanha publicitária e novela da GLOBO, usando a mídia para antecipar condenações e quebrar empresas fundamentais para o emprego e a sobrevivência da população É, SEMPRE FOI E SEMPRE SERÁ CRIME!!

    A farsa a jato é e sempre foi uma ação criminosa montada em parceria entre agentes públicos corruptos, a GLOBO/Mossack-Fonseca e o DOJ (Department of Justice dos EUA). Hoje isso já e fato conhecido e a FALÁCIA do combate a corrupção já não cola mais depois de quatro anos de fraudes e ações criminosas da FARSA tarefa da farsa a jato reveladas. Inventa outra.

    Responder

      Fred

      22 de junho de 2018 às 23h08

      Quem fez isso muito bem foi o PT em sua campanhas publicitárias na disputas eleitorais… “XXX investigações da PF etc etc e tal” Inúmeras vezes…
      O PT, Lula em particular, tem sido vítima de suas próprias crias… Lembra da lei de ficha limpa? Michel?
      9 dos 11 ministros do STF? Os afagos generosos a Globo com verbais publicitárias?
      Este monstro tem o DNA de Lula… Mas como todo filho, com raras exceções, não segue os conselhos do pai…

      Responder

    Marcos

    22 de junho de 2018 às 16h20

    Só destruíram as empresas nacionais de engenharia pesada com presença internacional em nome do “combate à corrupção”, ajudaram a colocar na presidência uma quadrilha, enquanto o advogado amigão do juiz tentou extorquir um único advogado da Odebrecht em 5 milhões, para vender facilidades na própria Lava Jato…

    Errinhos insignificantes.

    Responder

      Fred

      22 de junho de 2018 às 23h00

      Como disse… Erros seríssimos… O problemas são os indivíduos que a conduz… Assim como o nosso congresso… Um antro de corruptos… Mas algum democrata aqui em sã consciência pensa em acabar com ele? Não! Corrigir é o caminho…

      Responder

Leandro Campos

21 de junho de 2018 às 23h55

Lucidez em forma de jornalismo! #Ciro2018!

Responder

Ultra Mario

21 de junho de 2018 às 23h38

Perseguem o Ciro porque para algumas pessoas, o Brasil não pode dar certo. Simples assim. Tem muita gente poderosa ganhando com o desastre brasileiro.

Infelizmente, tem muito trabalhador e pobre sendo levado a defender os interesses dos privileiados.

Responder

Arthur

21 de junho de 2018 às 23h22

Irretocável novamente Miguel.

AQ: Existe o risco de uma nova ditadura?
GOMES: Sim, claro. Estamos na América Latina.

Que resposta!

Responder

Antonio Passos

21 de junho de 2018 às 23h13

Ah então foi “SÓ ISSO” que o Ciro falou ? “…Mas ele optou por um projeto de construção de poder. E essa tem sido a tragédia brasileira”.

A tragédia brasileira é ter CANALHAS MENTIROSOS COMO CIRO.

Ele não foi à Curitiba porque “não segue a agenda do PT”. Mas segue a agenda de RODRIGO MAIA não é ? Pra quê ? Debater o Brasil ? Kkk

CANALHA

Responder

    Brasileiro da Silva

    21 de junho de 2018 às 23h31

    Mas o PT em 2002 não optou por um discurso de construção de poder? A Carta aos Brasileiros, a aliança com o PMDB foi o que? Nacionalismo?

    Responder

      Marcos

      22 de junho de 2018 às 00h10

      A aliança com o PMDB foi só a partir do segundo mandato do Lula pois a estratégia do Dirceu de compor com partidos pequenos tinha sérios limites.

      Ora, nos últimos anos houve um movimento claro de pulverização partidária e uma proliferação de legendas de aluguel. Sem garantir as maiores bancadas no congresso fica impossível governar.

      Responder

        Brasileiro da Silva

        22 de junho de 2018 às 00h17

        Então o por que da crítica ao Ciro, se é impossível governar sem alianças?

        Responder

          João Ostral

          22 de junho de 2018 às 15h33

          Os tempos são outros. Ou não sabes que houve um golpe parlamentar-juridico- midiático? Ou não vês a real natureza de hoje de sacos de gatos (gatunos-golpistas-canalhas) como dem, psdb, pmdb?

          Responder

      Fred

      22 de junho de 2018 às 00h12

      Pois é… Quando vejo um petista fazendo este tipo de colocação, gostaria ao menos que fosse irônico, SQN… É trágico mesmo…

      Responder

Zemane

21 de junho de 2018 às 23h08

Bizolista é uma merda. Só porque o picareta do Ciro gomas está no partido do brizola já o estão considerando a reencarnação do homem. Ciro é um picareta otários, se botar a pata no governo vai fazer exatamente o contrário do que está dizendo.

Responder

Paulo Renato

21 de junho de 2018 às 22h56

Miguel do Rosario, nunca gostei do Ciro, não vejo nele qualidades para representar o povo acho muito mais interessante a candidatura de Roberto Requião se conseguir vencer o Meireles na convenção do MDB e conseguir expulsar a quadrilha do Temer do partido.É muito mais nacionalista, de esquerda e coerente que o Ciro Gomes, acabaria com a Globo e colocaria o Judiciario no seu lugar rápidinho e teria poder pra isso.

Responder

    Brasileiro da Silva

    21 de junho de 2018 às 23h20

    Requião nacionalista, de esquerda e acabaria com a Globo? Sério que vc escreveu isso?

    Responder

      Marcos

      22 de junho de 2018 às 00h12

      Levando em conta suas AÇÕES como governador do Paraná, o Requião é mais à esquerda que o Lula.

      Responder

        Brasileiro da Silva

        22 de junho de 2018 às 00h19

        Mais a esquerda que o Lula, qualquer um. Ele foi o maior porta voz dos empresários e banqueiros que o Brasil já teve.

        Responder

    Bicudo ce

    22 de junho de 2018 às 05h22

    Requeijão não tem traquejo político como o Ciro, piada isso que vc escreveu

    Responder

Flavio Luiz Sartori

21 de junho de 2018 às 22h55

Miguel do Rosário a maioria seus de seus seguidores são do campo progressista , portanto estão com Lula, quanto mais à direita for o Ciro e você junto com ele, mais distante seu blog estará do campo progressista e menos seguidores você terá acho este seu apoio ao Ciro uma péssima ideia.

Responder

    Benoit

    22 de junho de 2018 às 09h28

    As propostas do Ciro são de esquerda, contendo inclusive pontos que o PT não defendeu. Por que voce acha que a esquerda não deve apoiar um candidato que é de esquerda, e mais de esquerda do que o PT?

    Responder

    Miguel do Rosário

    22 de junho de 2018 às 12h00

    Flavio, acho uma pena. Mas eu não vou desviar do caminho por oportunismo. Acho que Ciro Gomes hoje representa um projeto muito à esquerda de Lula. Além do mais, o PT ainda não conseguiu me convencer que Lula poderá ser candidato e, mais ainda, que se for candidato, não será cassado. É um caminho de instabilidade que só interessa aos golpistas. Ademais, o que estou dizendo aqui neste post é que Ciro Gomes não foi para a direita. Quem está indo para a direita, a meu ver, é quem entra nessa onda de espalhar fake news contra o candidato mais bem posicionado da esquerda, dentre aqueles com chances reais de registrar sua candidatura.

    Responder

Werner Dietzold

21 de junho de 2018 às 22h49

Sobre o apoio irresrito de CIRO À LAVA JATO,NADA de comntário?Esta na mesma entrevista nao esta?

Responder

    MARCIO MARCONATO DE CARVALHO

    21 de junho de 2018 às 23h47

    É que o Miguel tá usando a tática
    Rubens Ricupero: “o que é bom a gente fala, o que é ruim a gente esconde.” :)

    Responder

      Marcos

      22 de junho de 2018 às 00h13

      E a troco de nada, pois Ciro não sai dos 4%-6%.

      Responder

        Nardonis

        22 de junho de 2018 às 05h26

        De onde que Ciro tá com 6%? Quem tá é o Alckimin; Ciro tá com 11%, portanto dois dígitos, empatado com a Marina e durante a campanha chegará em primeiro, se Deus permitir

        Responder

Cézar R M Lopes

21 de junho de 2018 às 22h41

Exato Miguel, os trakings dos partidos devem estar demonstrando a força de Ciro, por isso os ataques. Decepciono-me profundamente com o PT. Preferem que viremos escravos do que dar o braço a torcer. É tudo muito triste, como no golpe em 2016.

Responder

André Medeiros

21 de junho de 2018 às 22h36

Só o Miguel ainda não sacou que Ciro é um sujeito dos mais ambíguos da nossa política atual. Doido é quem o defende de características que nem ele próprio está preocupado em se defender. O Miguel ta parecendo Ulisses seduzido pelo canto das sereias. Na minha opinião não vale a pena advogar para Ciro, Miguel. Vc é um jornalista perspicaz, não arranje subterfúgios para defender atitudes indefensáveis do Ciro. Ele está dando todas as pistas de que caminho quer seguir. Vc pode até querer ir com ele. Mas vá lúcido. Acorde deste romance que vc construiu de Ciro como seu herói e herói do Brasil.

Responder

    Jader Martins

    21 de junho de 2018 às 22h46

    Concordo plenamente!!!!!

    Responder

    Benoit

    22 de junho de 2018 às 09h52

    Quais são as supostas “atitudes indefensáveis” do Ciro a que voce se refere? Ou voce está falando só por falar qualquer coisa?

    Responder

Paulo

21 de junho de 2018 às 22h24

Eita, Miguel é caso perdido, pessoal!
Não adianta, só os próximos 2 meses conseguirão mostrar a Miguel quem Cirocídio é.

Responder

Brasileiro da Silva

21 de junho de 2018 às 22h21

Miguel, parabéns pela lucidez. Vc é um dos poucos petistas que defendem tratamento igual para todos.

Responder

    raul barroso

    22 de junho de 2018 às 14h27

    Miguel é petista? Quando? Onde? Estou acompanhando o debate. O panorama muda muito rápido. Vamos ver mais adiante, uns dois meses, mas uma coisa eu digo EU NÃO CONFIO NO CIRO!

    Responder

Rita Monteiro

21 de junho de 2018 às 22h17

Embora não concorde com você, sugiro que, por honestidade, declare: Este blog é PRO CIRO. Alguém bem maior do que eu (E não precisa ser muito grande) já disse: EU POSSO SER FRONTALMENTE CONTRA SUA OPINIÃO, MAS, VOU MORRER DEFENDENDO O SEU DIREITO DE TÊ-LA. Desta forma, ASSUMA. É MAIS HONESTO.

Responder

    Benoit

    22 de junho de 2018 às 09h59

    Assumir o que? O blog discutes assuntos e toma posições abertamente de acordo com o momento, com as circunstâncias, com as situações, de acordo com os desenvolvimentos políticos e de acordo com valores políticos que são claros para todo mundo que queira ler (apresentando algumas posições diferentes de autores diferentes). O que mais que voce quer? Se voce discorda do que é dito, por que voce não diz exatamente com o que voce discorda e dá a razão para isso? Não conheço nenhum blog que tráz em cima “Blog aprovado pela censura, pela minha família e pelo Papa”.

    Responder

      Rita Monteiro

      22 de junho de 2018 às 12h15

      sabes ler sim. ASSUMA QUE É PRÓ CIRO

      Responder

Alexandre Gasparotti Nunes

21 de junho de 2018 às 22h02

Elogia a Lava Jato, se elege, depois acaba com a Lava Jato sem ela mesma perceber, como num drible da vaca. É isso mesmo?

Responder

    Miguel do Rosário

    21 de junho de 2018 às 22h10

    Sim.

    Responder

      zuleica jorgensen malta nascimento

      22 de junho de 2018 às 22h27

      Cara, você pode tudo, só não pode ser ingênuo. É indigno da sua estatura como jornalista.

      Responder

    Marcos

    22 de junho de 2018 às 00h16

    Nem Michel Temer, com Supremo, com tudo, conseguiu acabar com a Lava Jato com uma canetada, rapaz. Imagina um Cinco% Gomes.

    Responder

    Nil

    22 de junho de 2018 às 01h26

    Sim… e vale para o controle remoto também. Sacou?

    Responder

    raul barroso

    22 de junho de 2018 às 14h29

    Santa ingenuidade!

    Responder

Marco Antonio Rocha

21 de junho de 2018 às 22h02

Faço de cada ponto dessa matéria, minha opinião. Como Ciro disse, se quem é de esquerda (nesse caso, talvez, os militantes) o taxa de direita, e se quem é direita o taxa de esquerda, talvez ele esteja no lugar certo, no final das contas. É a Social Democracia se viabilizando de fato. É de encher o peito de esperança.

Responder

Stalingrado Lula da Silva

21 de junho de 2018 às 21h59

Que pena de Ciro, é uma vítima de todo mundo….. Principalmente do ego hipertrofiado.
Ciro Jeirissati se queima sozinho.
#Lula Presidente.

Responder

    Marco Antonio Rocha

    21 de junho de 2018 às 22h07

    Ou é fake da direita querendo causar intriga, ou é, infelizmente, um cara que precisa pensar criticamente a política no Brasil.
    Pelo nome, pra mim está óbvio que é fake.

    Responder

    Potiguá

    22 de junho de 2018 às 23h07

    Continue sonhando com o Lula. Mas, puxe uma cadeira pra não cansar.

    Responder

Josa

21 de junho de 2018 às 21h54

Você tem todo direito defender Cyro, agora ele é cria de Tasso de direita

Responder

Antonio Carlos

21 de junho de 2018 às 21h52

Boa, Miguel. Acompanho o blog desde o Globogate. Bom ver essa racionalidade por aqui. DCM, 247, Paulo Moreira, Palmério Dória, Emir Sader e mais um monte da esquerda tão esculachando o Ciro. É de dar nojo. Nojo porque o esculacho não é sobre o que pensa para o futuro do país, suas ideias, seus planos e projetos. Nada disso. Eles esculacham é só na base da picuinha, da intriga, da fofoquinha. Estão agindo tipicamente MBL. O Lula pode pedir voto pro Sarney no Maranhão, pode se aliar com Renan, Maluf, PP, mas o Ciro não pode jantar com o DEM. O PT pode fazer um governo de centro-esquerda, mas se o Ciro fala isso é um assecla da direita. O PT é egocêntrico demais. Tudo gira em torno deles, incapazes de autocríticas.

Responder

    Cézar R M Lopes

    21 de junho de 2018 às 22h45

    E quer coisa mais preconceituosa do que chamá-lo de coroné? Viesse do MBL, tudo bem, mas vem do PT! É como se todo nordestino de destaque fosse coroné…

    Responder

    JOAO BATISTA

    21 de junho de 2018 às 23h10

    Bravo!!!

    Responder

    zuleica jorgensen malta nascimento

    22 de junho de 2018 às 22h34

    Você está redondamente equivocado. Não há intriga nenhuma, os blogs que você citou analisam Ciro pelas suas (dele) palavras e especialmente por suas atitudes. Essa conversa de dizer que quem critica não está falando de programas e projetos de governo é uma bobagem. Um candidato – qualquer um!! – é avaliado por suas palavras, por TODAS AS SUAS PALAVRAS, não apenas por programas de governo. O Ciro, como qualquer outro candidato, se revela por suas ideias sobre as coisas que acontecem, que aconteceram e que ele acredita que acontecerão. Se a crítica não te agrada, tudo bem, direito seu de não gostar. Mas não venha chamar de intriga.
    Agora uma crítica real: seu candidato adora chamar tudo de intriga, ele precisaria atentar mais para o que fala e para quem fala.

    Responder

Ediverte

21 de junho de 2018 às 21h52

Antes quero responder o Felipe!
So um idiota para se por contra a lei e ao desejo do povo, sim a lava jato e querida pelo povo, e Ciro professor de direito já disse q a sentença e frágil e mais, se o PT acredita na justiça ( sim o PT acredita tanto q recorre e entregou seu líder a ela!)por q o Ciro vai discordar do PT, deixando de acreditar na justiça brasileira?
A propósito nem a direção do PT crê q lula seja solto semana q vem…e ao para manter a ” galera unida em baixo da sombra da mangueira”
Miguel meus parabéns por sua análise , novamente parabéns!

Responder

    Felipe

    21 de junho de 2018 às 22h28

    Que povo ???

    Responder

joão

21 de junho de 2018 às 21h50

É tá dificil mesmo lavagem cerebral,o cara tá convertido e ponto final,vamos só aguardar o
arrependimento,isto é loucura cada vez que este destrambelhado abre a boca ele se mata
é um bolsonaro estudado. não consigo enxergar luz no fim do túnel se não for o lula.
aliás nem precisa ser inteligente é só ver os donos do poder ,GLOBO,MPF,STF triste

Responder

    Marco Antonio

    21 de junho de 2018 às 22h12

    E quando o tempo do Lula passar? O que sobra? Lula não viverá para sempre.
    Ainda por cima, não fez algo que de fato nunca poderá ser desfeito por um boçal que possa assumir a presidência. Institucionalmente, não mudou muito.
    Por favor, peço humildemente que analise criticamente seu pensamento e considere o quanto dele não é formado por fakes nas redes sociais querendo causar a desunião da esquerda no Brasil para desestabilizá-la.
    Não acho que você seja um fake na rede que quer causar intriga, então peço que reflita durante alguns segundos sobre o quanto seu pensamento não reproduz o de bolsominions contratados para causar a divisão da esquerda.
    #lulalivre #esquerdaunida #ciro2018

    Responder

Cuca

21 de junho de 2018 às 21h39

O que está acontecendo com vc rapaz? Que loucura toda é essa? Virou direitão?

Responder

William B.

21 de junho de 2018 às 21h27

Eu sempre achei 30% da reserva muito pouco.
Os outros 70% não são exclusivos ou necessáriamente para extrangeiros.
A própria Petrobras pode explorar e atender o mercado internacional.
Acho também a lei de royalties injusta. Beneficiando estados e municipios “produtores”. Produtores de que? Não produzem e não criaram NADA.
Por um milagre da natureza este petróleo esta lá. Então os fundos e royalties, etc
devem ser utilizados em partes com todos e com projetos que beneficiem a todos. A muitos erros a ser corrigido. Caso contrário este pais vai continuar nas trevas.

Responder

    Loris

    21 de junho de 2018 às 21h30

    Vão continuar saquendo o pais.

    Responder

    JOAO BATISTA

    21 de junho de 2018 às 23h17

    William,
    a lei de partilha, que os golpistas derrubaram, previa que os recursos sejam aplicados em educação, 75%, e saúde, 25%, em todo o país.
    Ciro vai restabelecer o original, ou seja, vai retomar os campos doados às multinacionais, indenizadas na forma da lei, e retornar os campos para o regime de partilha.

    Responder

      Marcos

      22 de junho de 2018 às 00h27

      Hahahahahahahaha

      (pausa para respirar)

      Hahahahahahahaha

      Não estamos mais no absolutismo, rapaz. O pré-sal está sendo entregue graças a uma ofensiva imperialista brutal que um mero presidente brasileiro não poderia enfrentar sozinho. Nem Lula em condições normais poderá reverter o que foi feito. Só com o Congresso e pressão popular permanente que é possível retomar o Brasil. E Ciro alugou dessa vez um partido com poucos deputados e nenhuma base popular. Mesmo que ele tivesse a intenção sincera de retomar o regime de partilha (não parece o caso, pelas declarações de gente do seu comitê), ele não tem poder real para tanto.

      Responder

      raul barroso

      22 de junho de 2018 às 14h34

      Santa ingenuidade!

      Responder

Felipe

21 de junho de 2018 às 21h21

Esqueceu de citar o “apoio total” dele a lava jato. O que tens a dizer?

Responder

    Miguel do Rosário

    21 de junho de 2018 às 21h23

    Tem de falar isso mesmo. A Lava Jato tem de ser desmontada sem aviso prévio. Não se pode avisar ao mafioso que você vai invadir a fortaleza dele. Eu já escrevi sobre isso no post em que analisei a entrevista de Ciro à Jovem Pan.

    Responder

      Felipe

      21 de junho de 2018 às 22h26

      Pra um candidato q vive falando de estelionato eleitoral da Dilma, não é muito coerente dar drible da vaca depois q for eleito.

      Responder

      Cézar R M Lopes

      21 de junho de 2018 às 22h47

      De agora em diante o PT vai acabar com a lava-jato, Globo, veja… esse pessoal….

      Responder

      Liliana

      22 de junho de 2018 às 07h46

      Aahhh, então é isso? A gente vota num candidato que diz que vai fazer o que a gente não concorda porque, estando no poder, ele fará o oposto? Tá difícil hein?

      Responder

        Miguel do Rosário

        22 de junho de 2018 às 12h07

        Não, Liliane. Mas é preciso entender que, num golpe, há algumas coisas que precisam ser tratadas com cuidado. Se Ciro Gomes afirma que a sentença de Lula é “injusta”. Se diz que receberia Sergio Moro “à bala”. Se faz críticas o tempo inteiro à destruição das empresas promovida pela Lava Jato, então a gente imagina o que ele vai fazer. Uma coisa eu sei: o PT não fez nada pela Lava Jato. Ao contrário, o PT aprovou, como lembra o artigo, todas as leis de exceção que criaram a Lava Jato. O PT nomeou os ministros mais furiosamente lavajateiros. Então é preciso humildade.

        Responder

          zuleica jorgensen malta nascimento

          24 de junho de 2018 às 05h22

          É isso aí. Para quem reclama que não há debate, você esta me saindo um grande fazedor de frases feitas. Tudo que a gente critica, você diz que o PT fez igual, ou não fez, ou Lula e Dilma foram os culpados, e coisa e tal. E se o PT fez, Ciro também pode fazer, só que com ele vai dar tudo certo. Isso não é discussão, isso é um congresso de bruxos (as).
          Tô fora.

          Responder

      Werner Dietzold

      23 de junho de 2018 às 17h32

      Lava Jato acaba com Ciro?E como ele fará?”zin salabin?”

      Responder

      zuleica jorgensen malta nascimento

      24 de junho de 2018 às 05h16

      O bom é que quando você conta a proposta, a estratégia, ela imediatamente chega aos ouvidos do Moro, e tudo desmorona. Ou não?

      Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com