Entrevista de Haddad ao SBT

Foto: Ricardo Stuckert / Instituto Lula.

A entrevista de Pimentel à Folha

Por Miguel do Rosário

15 de julho de 2018 : 12h09

Capa da entrevista de Fernando Pimentel, governador de Minas Gerais, à Folha, publicada hoje:

Trecho de entrevista:

O sr. é contra escolher um plano B?

Não está na hora disso. Se Lula for impedido, lá na frente, vamos ver o que fazer. O campo democrático-popular terá um candidato. Já tem a Manuela D’Ávila (PC do B), o Guilherme Boulos (PSOL), o Ciro Gomes (PDT). Pode ser que tenha mais um ou pode ser que um desses seja apoiado pelo presidente Lula. Essa eleição vai ter um candidato com apoio explícito de Lula e acho que será eleito.

Ciro diz que é difícil que o PT o apoie, mas o sr. diz que isso pode acontecer.

É meu amigo e um quadro político fundamental hoje. Se ele vai ter ou não o apoio do PT, a discussão não chegou nesse momento ainda. Lá na frente, se isso tiver posto, tenho certeza que o nome dele pode ser considerado.

Lembrando:

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), também já fez, nos últimos meses, inúmeros pronunciamentos em favor do apoio a Ciro Gomes.

Há tempos que Jaques Wagner, ex-governador da Bahia, vem falando na possibilidade do partido apoiar Ciro.

Flavio Dino (PCdoB), governador do Maranhão, tem sido o mais direto. E maio deste ano, Dino deu entrevista à Folha afirmando que, sem Lula, o campo progressista deveria se unir em torno do candidato pedetista.

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), deu entrevista ao Estadão, no dia 17 de maio, exortando o seu partido a não “apostar no isolamento suicida” e, em caso de Lula não poder concorrer, apoiar Ciro Gomes.

Nas pesquisas de intenção de voto, quando se pergunta aos eleitores (tanto os eleitores em geral quanto os eleitores de Lula), que candidato o ex-presidente Lula deveria apoiar, Ciro Gomes lidera isoladamente. No Nordeste, segundo o último Datafolha, 40% dos eleitores acham que Lula, caso não possa ser candidato, deveria apoiar Ciro.

 

 

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

74 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Daniel

16 de julho de 2018 às 18h13

Ciro empatado com Alckmim nas pesquisas.
Conclusões:
– Alckmim é desastroso para a direita, que quer trocá-lo para não se suicidar politicamente.
– Ciro é a única opção viável das esquerdas, se não quiserem se suicidar politicamente.

Sinceramente, não compreendo.

Responder

Vladimir

16 de julho de 2018 às 16h08

Cafezinho, comentários críticos, sim. Mas não dêem espaço para fakes bolsonazis que vem semear a intriga. Os cara também não dão espaço nos grupos e blogs deles.

Responder

Ferreti

16 de julho de 2018 às 15h31

Miguel deve estar em festa com essa entrevista. Pimentel é mais um a aderir a batalha de Miguel para Lula apoiar Ciro. Como Lula vai fazer isso de dentro da cadeia, mão se sabe.

Responder

Quero-quero

16 de julho de 2018 às 08h02

Lula ou nada !!!

Responder

    Esmeraldo Cabreira

    16 de julho de 2018 às 11h27

    RELAXA… É SÓ PEIXE PODRE NA PONTA DO ANZOL…
    TODOS SABEM: CIRO GOMES NÃO DECOLA!

    Responder

    vitor

    16 de julho de 2018 às 14h10

    Boa! Se não liberarem a candidatura de Lula, melhor nem ir votar… kkkkkkkkkkk que gênio!

    Responder

      Vladimir

      16 de julho de 2018 às 15h58

      O Bolsonaro agradece a gente como você. Uma vez no poder dá a entender que vai decretar a ilegalidade dos partidos de esquerda. Como Hitler fez na Alemanha.

      Responder

      Zé dos Bagos

      16 de julho de 2018 às 17h12

      Gênio mesmo! Lula ou nada ! 35% nas próximas pesquisas. Botar pressão que essa vampirada vai se cagar toda!

      Responder

    Ferreti

    16 de julho de 2018 às 15h28

    NADA!

    Responder

K. Schmidt

16 de julho de 2018 às 07h26

Citando o colunista do USA Today, James Bovard, Berkowitz escreveu: “A organização [NED]” foi flagrada interferindo nas eleições na França, Panamá, Costa Rica, Nicarágua, Checoslováquia, Polônia e muitas outras nações “, disse Bovard. “Os agentes da NED ajudaram a desencadear sangrentas tentativas de golpe na Venezuela [1999 a 2004] e no Haiti; seus esforços também ajudaram a derrubar o governo eleito na Ucrânia em 2014 e inflamar a guerra civil em curso “,” [2]

Como Tony Cartalucci escreveu há dois anos, “uma das subsidiárias da NED, a Freedom House, é financiada por corporações multinacionais como AT & T, BAE Systems e Northrop Grumman, Caterpillar Caterpillar, gigantes da tecnologia Google e Facebook, e financistas como Goldman. Sachs A própria NED – de acordo com uma divulgação de 2013 – é financiada, entre outros, pela Chevron, Coca-Cola, Goldman Sachs, Google, Micrsoft e Câmara de Comércio dos EUA. O que essas corporações têm a ver com “o crescimento e fortalecimento das instituições democráticas em todo o mundo”? [3]

https://www.counterpunch.org/2018/06/15/the-neds-useful-idiots/

Responder

Alberto Jorge

16 de julho de 2018 às 05h06

A matéria diz que o PT poderá apoiar qualquer um dos três candidatos. Ciro Gomes é um deles. Mas não percebo que será escolhido por Lula. Pois vacilou na Defesa da Democracia e da liberdade de Lula!

Responder

    Josa

    16 de julho de 2018 às 08h17

    Pimentel,disse foi ,kkkk

    Responder

luis castro

15 de julho de 2018 às 22h30

A constatação é clara nem num blog como do Cafezinho que abraçou de vez a candidatura do Ciro a maioria esmagadora dos comentários aqui são contra o politico cearense e os poucos que se pronunciam a favor do candidato do PDT sempre atacam o PT. Portanto, a rejeição a esquerda a Ciro é muito grande basta fazer uma pesquisa a sua volta para ver a desconfiança que paira sobre ele neste segmento político. Então como pregar a união das esquerdas em torno de um candidato, no caso Ciro, que não tem a confiança da grande maioria desse eleitorado, como já aconteceu em eleições anteriores que disputou para presidência, o resultado será uma enxurrada de votos brancos e nulos que favorecia seu adversário. Em relação a declaração do governador Pimentel, ele mencionou Ciro, como também a Manoela e o Boulos como candidatos que podem ser apoiados no caso de impedimento de Lula. Nada foi dito de concreto como esse blog quer fazer acreditar.

Responder

    rodrigo silva

    16 de julho de 2018 às 11h26

    Aí que vc se angana, e muito! Primeiro que ” a maioria do eleitorado” não vota no perfil ideológico do candidato, basta vc frequentar ambientes fora do seu grupo de afinidades. Isso vale pra todos os segmentos, faixa etária, nível de renda. Uma movimento forte que eu tenho percebido: o nome de Lula continua forte, mas a desaprovação e a rejeição ao PT são altas, inclusive pra quem quer votar no Lula, ou seja, o cara diz: “vou votar no Lula, mas que o PT é o composto por uma bando de ladrões, isso é!”. Nós sabemos que isso não é verdade na sua totalidade, mas acho que vc se engana com o efeito causado pela campanha midiática global na perseguição política de Lula e do PT. Outro fato que agrava mais ainda: Bolsonaro é realmente forte, encontrei eleitores dele entre Doutorandos. Francamente, não sei o que esse fenômeno político realmente significa, pois nem todos os eleitores de Bolsonaro se identificam ou pregam a moral fascista, mas muitos externam uma frustração política. Ou seja, nesse momento quem está vencendo é o rentismo internacional e nacional, quem realmente financia tudo isso, e está convencendo as massas a desacreditar da política. Assim, eles continuam sugando metade do orçamento público da União e nos mantendo como um país subdesenvolvido. E vc ,petista, que defende até a morte o partido que não ousa tocar em nenhum momento nos problemas que o capital financeiro sem a regulação e sem a devida tributação vem causando ao bem-estar social do país, continue brincando de Esquerda, a sua cabeça já é patrimônio do PT msm!

    Responder

LUIS ANTONIO DURANTE

15 de julho de 2018 às 20h28

A Folha não deve pautar-nos, no momento adequado o PT, caso Lula seja mesmo impedido irá se colocar. Fazê-lo antes tiraria do jogo a melhor opção para derrotar os golpistas. Que se cuide Ciro para não se descaracterizar abrindo espacos para o DEM. O que essa gente quer é retirar td que seja progressista/democrático/trabalhista e nacional.

Responder

Robson

15 de julho de 2018 às 19h34

Post, patético.
#LulaLivre

Responder

Marcelo

15 de julho de 2018 às 19h23

Bons amigos tem o cangaCiro Gomes. Fernando Pilantrel é um deles !

Responder

    JOAO BATISTA

    15 de julho de 2018 às 22h30

    É mesmo, bolsominion?

    Responder

      Marcelo

      16 de julho de 2018 às 18h57

      É mesmo, jumento encantado por Lula !

      Responder

baltazar pedrosa

15 de julho de 2018 às 18h41

A reserva moral. de pimental, estar um tanto arranhada,para tecer comentários a quem o PT deva apoiar,acho que nem em minas ele deveria falar isso.Se eu fosse ele ficaria de boca fechada,para não acirrar, novo pedido de cassação de seu mandato.Mas como não sou,apenas o oriento a não falar em nome do PT. O LULA e a gleyce saberá dizer que caminho o partido dos trabalhadores deva tomar,caminho esse, que seja bem distante, do Fascista oportunista, Ciro Gomes,aquele que receberá o apoio do Demo o seu ovo gerador

Responder

    JOAO BATISTA

    15 de julho de 2018 às 22h32

    Petista, o nome da senadora e presidente do pt que foge da candidatura à reeleição por não ter votos é Gleisi.

    Responder

    Marcelo

    16 de julho de 2018 às 18h58

    Arranhada ? Não seja econômico , ela está em frangalhos !

    Responder

NeoTupi

15 de julho de 2018 às 18h05

Político mineiro falando genericamente em “possibilidade” de apoiar não é notícia política. É resposta padrão da política mineira que não significa nada. E para quem conhece a política mineira a condição do “lá na frente, se isso tiver posto” é até uma ducha de água fria.
Traduzindo o mineirês do Pimentel: quero o PDT me apoiando para governador. Só isso.

Responder

    JOAO BATISTA

    15 de julho de 2018 às 18h27

    Bingo!

    Responder

Francisco

15 de julho de 2018 às 17h40

Miguel, a Folha dar como manchete da entrevista um factoide forçado do texto é da pratica da mídia golpista, já O Cafezinho pegar carona como aproveitador, em benefício a campanha SOS, “Lula, apoia Ciro”, aí é mais que lamentável, é desprezível.

Responder

    Fábio Ribeiro

    15 de julho de 2018 às 17h41

    Simplesmente isso.

    Responder

Rodolfo Alvim

15 de julho de 2018 às 17h23

se o PT apoia Ciro ele ainda não fica a pé… mas se PT insiste em por o Lula candidato pra perder pro bolsonaro… ai vai ser dois passarinho voando…

Responder

Marianne

15 de julho de 2018 às 16h37

Sou mais uma DESAPONTADA com o CAFEZINHO pela sua CIROIDADE……
Ciro JAMAIS!!!
Ciro é um Maria vai com as outras ta doido p ser presidente e fazendo qualquer coisa.
O que fez falta fazer foi defender Lula…

Responder

    Ultra Mario

    15 de julho de 2018 às 17h33

    Maria vai com as outras que mantém o mesmo discurso desde os anos 90, enquanto o PT fez pacto até com o diabo (Temer e sua quadrilha) pra se manter no poder.

    Responder

      Alan Cepile

      15 de julho de 2018 às 17h37

      Marianne, é vc que acha isso mesmo ou vc leu em algum lugar?

      Ciro jamais por que??
      Ciro é “maria vai com as outras” por que??

      Responder

    Marcelo Abb

    16 de julho de 2018 às 11h43

    Cara,

    É surreal isso.

    Ciro “maria vai com as outras”? Por que?

    Como pode os petistas não enxergarem o tamanho das baboseiras que vêm repetindo internet afora?

    Não conheço um petista sequer que consiga fazer uma crítica embasada sobre Ciro Gomes.

    Tudo o que ouço é completamente aleatório.

    “Ciro é de direita”.

    “Ciro é traidor”.

    “Ciro não defendeu Lula”.

    “Ciro não foi em São Bernardo do Campo”.

    “Ciro vai trair o PT”.

    Coisas completamente non-sense, despolitizadas e absurdamente sem contexto.

    E as ideias? Projetos? Economia? Propostas? Posicionamentos quanto ao golpe? Reformas? Trabalhismo? Previdência? Petrobras? Eletrobras? Geopolítica? Soberania? Reforma tributária?

    Aí os petistas me dizem:

    “Ah, companheiro, nada disso aí vem ao caso, o que importa é que o Ciro não defendeu o Lula. É LULA OU NADA! LULA LIVRE! FORA CIRO TRAIDOR!”

    Me façam uma garapa.

    VOCÊS VÃO DESTRUIR O PAÍS COM ESSA BURRICE!! ACORDEM!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Responder

Nilson

15 de julho de 2018 às 16h17

Babacas.

Responder

Ultra Mario

15 de julho de 2018 às 16h04

Ou é isso ou o Bolsonaro é eleito, simples assim. Com que cara o PT quer voltar ao poder?

“Ah, não deu certo com a Dilma, mas agora vai dar certo sim pode confiar”

Pelo amor né amigos. Tem quem fique nesse mundinho de que o Brasil do PT era perfeito, mas a realidade é outra. O povo está muito bravo com o PT, e com razão. A resposta desse povo é Bolsonaro.

Responder

Foo

15 de julho de 2018 às 15h47

Claro que o PT pode apoiar Ciro no segundo turno, se o candidato próprio não estiver lá. Mas tudo indica que o candidato do PT estará no segundo turno, seja ele quem for.

Qualquer discussão sobre o PT abandonar a disputa no primeiro turno — com Lula ou sem Lula — é conversa para boi dormir.

Responder

Valéria

15 de julho de 2018 às 14h40

Cafezinho e PHA apoiam Ciro. Um candidato que já mostrou ser de direita . Por seus depoimentos não merece a menor confiança. Ciro nunca.

Responder

    Foo

    15 de julho de 2018 às 15h54

    Eu acho que Ciro é um bom nome da esquerda, e ele sempre foi fiel a Lula e à Dilma.

    Acho, porém, que este blog presta um desserviço a ele, por tentar vende-lo como uma “alternativa viável” à luta pelo direito de Lula ou candidatar.

    Responder

Nilson

15 de julho de 2018 às 14h31

Para ter o apoio do DEM, Ciro, mudar discurso. O cafezinho coloca palavras na boca de Pimentel. Candidato e blog ridículos. PT apoiar Ciro, nunca!

Responder

    Alan Cepile

    15 de julho de 2018 às 14h49

    A entrevista é da FOLHA e não do Cafezinho…

    Responder

      Gabrielle Corrêa

      15 de julho de 2018 às 17h42

      Mas…..ler a folha, aqui, n’o cafezinho, dá a impressão que este blog virou cabo eleitoral do ciro com panfleto do pig.

      Responder

        Alan Cepile

        15 de julho de 2018 às 18h45

        O Cafezinho sempre reproduziu matérias, os lulistas que estão muito cheio de frescuras.

        Responder

Alan Cepile

15 de julho de 2018 às 14h29

Nada de novo no front.

Responder

    Gabrielle Corrêa

    16 de julho de 2018 às 11h20

    esperando Godot ou a visita da velha senhora…

    Responder

Jandui Tupinambás

15 de julho de 2018 às 14h25

É, Miguel….

Se apoiando na banda podre do PT. Vai fundo…

Seu blog virou propaganda.

Responder

    Jessé Oliveira Guimarães

    15 de julho de 2018 às 15h25

    Eu lia todos os Blogs de esquerda. Vejo, no entanto que eles viraram correia de transmissão de uma candidatura Lula, que não existe e certamente não vai existir. Eu sei que há motivos estratégicos para isto. No entanto o tempo passa, e se for uma estratégia equivocada, pode o Brasil se deparar com a eleição do Bolsonoraro. Este é meu temor, menos por mim, mas para o conjunto dos brasileiros. Está havendo um macartismo tanto de direita como da esquerda. Isto não é bom para o País.

    Responder

      JOAO BATISTA

      15 de julho de 2018 às 15h50

      Por tudo o que você escreveu, Ciro é o melhor candidato.
      Chega do “nós ou eles”.
      É hora de quem tem princípios claros e sólidos e também capacidade de dialogar com todos, em busca da solução para o quadro que temos hoje, fruto de republicanismo com sectarismo.
      Ciro manterá suas ideias, propostas e compromissos, com ou sem apoio dos partidos de centro-direita.

      Responder

        Almir Bispo

        16 de julho de 2018 às 12h09

        O cara que tem força politica e é o mediador de classes está preso sem crimes.Isso significa que não interessa a elite de direita nenhuma mediação.Agora temos que escolher esquerda entre Lula ou Boulos.Podemos salvar a vida de Ciro ao não elegermos presidente.O Ciro corre risco de vida,pois o vice é da FIESP e isso é um perigo ao Ciro.Interesses do submundo do imperialismo pode querer tira-lo da presidencia para eleger o vice ligado ao sistema da elite.

        Responder

          Zé dos Bagos

          16 de julho de 2018 às 17h19

          Boa! Enquanto Lula corre risco de vida livre o Ciro corre risco de morte!
          Finalmente uma ideia diferente do blá blá blá!
          Ciro corre risco de morte!
          Eu já estou de saco cheio!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Lula livre presidente!

          Responder

Arturo

15 de julho de 2018 às 14h22

O fato do PT apoiar o candidato X nao quer dizer que os eleitores vao seguir e votar nele.
Quero votar no Lula ou em alguem do PT, o Ciro conversa demais com partidos de direita e as vezes fala mal do Lula sem necessidade.

Responder

    Alan Cepile

    15 de julho de 2018 às 14h31

    Realmente não quer dizer nada, tanto é que 4% dos petistas votarão na direita segundo as pesquisas.

    Responder

    Ultra Mario

    15 de julho de 2018 às 16h09

    Chegamos aonde chegamos justamente porque ninguém do PT tinha coragem de criticar o Lula.

    Como que o Michel Temer é o nosso presidente? Como que o Cunha foi empoderado o suficiente pra provocar o impeachment?

    Ninguém empoderou a direita mais do que o Lula… tanto que eles nos governam hoje sem voto.

    Responder

      Paulo Guedes

      16 de julho de 2018 às 14h14

      Temer está no poder por conta de uma legislação eleitoral que não dá ao vencedor maioria no Legislativo. A quem interessa manter os acordos de governabilidade? É essa a pergunta a ser respondida. Quem for eleito em outubro vai ter que sentar e negociar apoio legislativo. E com certeza o MDB lá estará fazendo acertos de governabilidade. Ciro não é conciliador. Por várias vezes deixou que a língua pensasse mais que o cérebro.

      Responder

    NeoTupi

    15 de julho de 2018 às 18h08

    Agora o Ciro com o DEM repete FHC com o PFL que se elegeu como candidato de “esquerda” com discurso, campanha e plano de governo social-democrata, mas com base de apoio da direita. Resultado: ajudou a eleger 89 deputados do PFL em 1994 (a 2a. maior bancada atras do PMDB) e 105 deputados em 1998 (a maior bancada). E fez o governo neoliberal do PFL.

    Responder

      JOAO BATISTA

      15 de julho de 2018 às 22h38

      O palanque que Lula montou para Dilma em 2014 só tinha anjos! Temer, Henrique Eduardo Alves, ignorou Flavio Dino e ficou com o candidato de José Sarney, além de outros.

      Responder

        NeoTupi

        16 de julho de 2018 às 17h12

        Que argumento péssimo esse seu. A aliança em torno de Dilma com o PMDB foi a mesma que vinha dando resultados desde 2005 como a aprovação pelo Congresso do aumento real do salário mínimo, do Minha Casa, Minha Vida, do PAC, da expansão universitária, do marco regulatório do pré-sal, do Bolsa-família, da agricultura familiar, etc. Dilma foi traída, quando a direita coligada quis impor o programa “ponte para o futuro” derrotado nas urnas. Se ela aceitasse trair o povo, continuava no cargo, como Temer está.
        Dilma se aliou com gente não confiável até 2014, mas não com traidor comprovado. O caso de Ciro já é de se aliar com traidor comprovado desde o golpe de 2016.
        Pelo seu argumento, sabendo da história do golpe como Ciro sabe e escolhendo o caminho do mesmo errado que o PT caiu, então Ciro é candidato a trair ou povo para governar com o continuidade da agenda de Temer. Porque é muita ilusão achar que o Centrão vai dar carta branca e aprovar tudo para Ciro fazer um plano de governo feito por intelectuais de centro-esquerda contra os interesses patronias do centrão.
        Sobre Flavio Dino: o PT oficial não o apoiou por exigência da aliança nacional com o PMDB e inclusive sacrificou-se regionalmente, deixando de eleger deputados e senador, mas todo mundo sabia e sabe que a militância petista no Maranhão apoiou e votou em Flávio Dino, mesmo ele tendo como vice o PSDB.

        Responder

          Alan Cepile

          16 de julho de 2018 às 22h41

          Neo, vejo sinceridade e análise no seu comentário, mas gostaria de pontuar algumas coisas:

          1) Eu gostei do governo do PT, mas tb deixou a desejar em algumas coisas que inclusive vc citou. Minha Casa Minha Vida teve vários problemas, PAC idem, e na agricultura a reforma agrária, carro chefe do PT antes de subir ao poder, ficou meio esquecido.

          2) Dilma foi traída pelo Temer sim, mas foi traída por gente do partido tb, aliás, Ciro foi um dos poucos que ficou ao seu lado, mas infelizmente o petismo é mal agradecido e considera isso como nada mais que o dever de Ciro. Dilma tb fez pouco para proteger a presidência, o partido tb, e essa conta eles tem com a sociedade SIM.

          3) Dilma fazia uma PÉSSIMA gestão, quis agradar os golpistas colocando o Levy no ministério da fazenda, aquilo foi a maior demonstração de fraqueza que um presidente poderia fazer, eu votei nela e fiquei PUTO quando ela fez isso, ali ela perdeu o respeito dos golpistas, se é que ainda tinha algum. Teve tb aquela patacoada de ter protegido o Eduardo Cunha contra o Cid Gomes, outro erro de estratégia monumental.

          4) O PT segurou até onde deu o PMDB dando cargos e permitindo a corrupção. Ciro vai discutir as bases ANTES de firmar a apoio, essa é a diferença básica entre o que o PT fez e o que ele vai fazer, além do mais, Ciro não é Dilma, há um mundo de diferença em termos de capacidade e experiência.

          Responder

GIOVANI BARBOSA JUNIOR

15 de julho de 2018 às 14h20

Ciro também já falou bem de Lula.
Celeuma essa, Cafezinho.

Responder

Antonio Fontes

15 de julho de 2018 às 14h20

Se Lula for impedido de participar das eleições, o PT não deveria apoiar nenhum candidato e fazer campanha pelo voto nulo.

Responder

    Alan Cepile

    15 de julho de 2018 às 14h34

    “PT, a esquerda que a direita adora”

    (Darcy Ribeiro)

    Responder

      Aliança Nacional Libertadora

      15 de julho de 2018 às 19h49

      É né ? “Justiça boa é justiça rápida”…….pro Lula….sem crime sem provas….é uma desonestidade intelectual lamentável…..primeiro o Ciro precisará passar o Alckmin e a Marina….essa frase não cabe ao Coroné Testosterona…….que nunca foi de esquerda……..Mas sempre foi um oportunista…..

      Responder

Bernardo

15 de julho de 2018 às 14h11

O próprio Ciro já esclareceu bem essa situação. Em geral, os governadores querem um apoio a Ciro, pois sabem que a eleição de alguém da direita significaria boicote a seus estados. Já os candidatos petistas ao congresso preferem Lula até o fim da campanha, pois é maior a chance de se elegerem coma Bandeira Lula livre. E pra eles não faz tanta diferença ter ciro ou alckmin em ao prosseguimento de suas carreiras politicas.

Responder

Jur

15 de julho de 2018 às 13h48

Demorou ja! Se quiser entrar entrar na foto de apoio ao presidente que vai mudar esse pais, ja ta perdendo tempo.

Responder

Wilton Santos

15 de julho de 2018 às 13h05

O Pimental só falou isso pois tem interesse na desistência do Márcio Lacerda na disputa ao governo de Minas Gerais. Se o Márcio Lacerda desistir o Pimentel está praticamente reeleito.

Responder

Antonio Passos

15 de julho de 2018 às 12h31

Claro que pode. Basta Ciro parar de falar bobagem, de noticiar com a direita, de se comprometer com o Brasil e seu povo.

Responder

    Antonio Passos

    15 de julho de 2018 às 12h32

    Negociar com a direita *

    Responder

      Paulo Victor Azevedo

      15 de julho de 2018 às 14h28

      A claro o PT pode negociar com o PMDB de boa, o Ciro negociar com o centrão, não.

      Responder

        Alan Cepile

        15 de julho de 2018 às 14h51

        Paulo, petistas não gostam de falar nisso, a regra é fingir que isso nunca aconteceu.

        Responder

          NeoTupi

          16 de julho de 2018 às 17h21

          Se for seguir sua lógica, então a regra de Ciro é fingir que o golpe de bandidos feito por uma assembléia de bandidos não aconteceu, que todos aqueles deputados que votaram no impeachment há 2 anos atrás em numa sessão vergonhosa perante o mundo, estão todos regenerados.
          Não dá para comparar um quadro de alianças antes do golpe (que Ciro participou, tando ao lado indicando para cargos, como no Ceará) com depois do golpe. Se depender do centrão do golpe para ser eleito, vai ter de governar com o programa de governo do centrão, e aí é continuidade do governo do golpe.
          Pela sua lógica, votar no Ciro ou Alckmin e Meirelles é a mesma coisa. Então só sobraria Boulos para votar, que nunca se coligou nem busca coligação com nenhum golpista.

          Responder

            Alan Cepile

            16 de julho de 2018 às 23h23

            HEIN?!!!?!?!!?!?!?

            Vc tá afirmando que Ciro disse que não houve golpe ou que participou dele????

            Enlouqueceu né????

            Lembro que quem disse que não houve golpe, apenas uma “ruptura da democracia” foi o preferido do PT caso Lula seja de fato impedido, Haddad!… Declaração tosca num jantarzinho com o mentor do golpe FHC…

            Esse petismo é muito cara de pau né?!

            Responder

      Marcos

      15 de julho de 2018 às 14h32

      O PT negociou com o PMDB de Temer, Jucá, Renan, Barbalho, Cunha e outras tranqueiras, mas o Curo não pode. Haja óleo de peroba na cara de pau destes petistas…

      Responder

    Marcelo Abb

    16 de julho de 2018 às 11h54

    Amigo,

    Você ficou cego ou não viu o Lula em uma caravana abraçado com o Renan Calheiros DEPOIS DO GOLPE?

    Você acha que se o PT for eleito ele vai fazer o que? Instalar uma ditadura de esquerda no país? Dissolver o congresso? Ou de repente você acha que o congresso eleito em 2018 será puramente progressista?

    Acorda, meu camarada.

    Qualquer um que for eleito, Lula, Bolsonaro, Ciro, Marina, Alckmin, ou Tiririca, precisará negociar com o congresso.

    E infelizmente o congresso que temos é esse aí, clientelista e majoritariamente conservador.

    Teremos que negociar com esses caras, doa a quem doer. Ciro tem feito uma manobra muito inteligente, de unificação do país. Ao procurar partidos do chamado “centrão” para uma conversa, PP, DEM, etc, Ciro estabelece um processo de pacificação em torno de um projeto para tirar o país do buraco, no entanto, apresentando suas ideias de maneira muito transparente e firme. A sua candidatura e o seu projeto defenderá o brasil que trabalha, que produz, fará uma reforma tributária para desonerar os pobres e a classe média e cobrar dos ricos, etc etc etc. Tudo isto está muito claro no seu discurso.

    Ao procurar o centrão, Ciro tangencia a burra polarização PT x PSDB e começa a criar uma nova força política livre destes vícios que nos são impostos há décadas.

    Doa a quem doer, Ciro gomes é o melhor nome para presidir o país a partir de 2019. Seja para o coxinha burro que não consegue mais votar no PSDB, seja para o petista, que clama por um candidato flagrantemente inelegível e ainda por cima sabe que o partido não tem nenhum outro nome competitivo, seja para o ignorante bolsonarista, que clama por decência, honestidade e resolução dos problemas de segurança pública, mas apostam em um cara completamente despreparado e sem experiência, etc etc etc.

    Ciro gomes é o único nome em 2018 capaz de unir o país de novo.

    Pensem nisso, petistas, ou vocês vão legitimar o golpe através do voto e vão AFUNDAR o país, com um bolsonaro, alckmin ou marina eleitos.

    Responder

gN

15 de julho de 2018 às 12h24

E já está saindo noticia de puxão de orelha da Gleisi contra o Pimentel

Responder

    JOAO BATISTA

    15 de julho de 2018 às 15h57

    Pimentel não precisa de Gleisi, amigo. Ela que vá cantar no Paraná, onde será candidata a deputada federal por não ter condições de se reeleger senadora.
    Sou Mineiro, aqui política é feita noutras bases, não precisamos destruir adversário para melhorar nossa autoestima. Esse tempo foi com o Aécio, de péssima memória.
    Seu pt, sem Minas, mais e apruma!

    Responder

      JOAO BATISTA

      15 de julho de 2018 às 16h01

      …não se apruma!
      Pimentel faz Política!

      Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com