Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Bolsonaro tem quadro estável, mas pode ficar fora da eleição

Por Denise Assis

06 de setembro de 2018 : 23h39

Por Denise Assis, exclusivo para o Cafezinho

A família do candidato Jair Bolsonaro, (PSL) preocupada com o seu estado, requisitou uma equipe do Hospital Sírio Libanês, para acompanhar o pós-operatório e avaliar o momento em que ele possa ser transferido da Santa Casa de Juiz de Fora (Zona da Mata -MG), para aquela unidade, em São Paulo. Os  médicos do Sírio então sendo aguardados até às zero hora, de hoje, (06/09) pelo corpo médico da Santa Casa. Apesar do estado do paciente ser ainda bastante delicado, pois pode haver uma infecção devido ao derramamento de fezes, o quadro é estável, mas o tempo de recuperação é imprevisível, o que pode deixar Bolsonaro fora da eleição. Ele respira sem ajuda de aparelho e está consciente, tendo, inclusive, reconhecido os filhos.

A imprensa começou a chegar aos poucos à Santa Casa, para onde o candidato foi transferido, em estado de choque, com intensa perda de sangue. Bolsonaro deu entrada, na unidade médica, conforme já noticiou O Cafezinho, às 15h40. O ferimento foi profundo e só ocorreu pelo fato de o candidato não estar usando colete a prova de bala. Os jornalistas, no entanto, só tiveram notícias oficiais dos procedimentos médicos, às 21h, quando teve início a coletiva de imprensa, capitaneada pelo diretor, Renato Villela Loures.

O diretor aproveitou a presença dos jornalistas para alardear a excelência do hospital, em sua descrição, “de grande porte”, com capacidade para 523 leitos e portador do ISO 9000 desde 2015. Enquanto discorria sobre as qualidades da Santa Casa, o grupo de sete médicos, visivelmente tensos, se acalmava para as considerações técnicas acerca do paciente. A primeira informação desse tipo veio do Dr. Cícero Rena, chefe dos cirurgiões, que classificou o ferimento como de “grande porte, com lesões sérias”. Em seguida falou Luiz Henrique Borsato, o cirurgião especializado em aparelho digestivo. Ele descreveu o ferimento como “traumatismo abdominal de arma branca, que teria provocado uma intensa hemorragia, seguida de choque. “Houve três perfurações. Uma no intestino delgado, que necessitou de sutura primária, e, a mais importante, uma perfuração séria no intestino grosso, que provocou um derrame de fezes em vários órgãos”. A cirurgia durou em torno de duas horas.

Este ferimento, classificado pelos médicos como sendo de grande gravidade, levou a equipe a adotar o procedimento de colostomia (bolsa externa coletora de fezes), e uma lavagem com soro de todos os órgãos atingidos. Apesar da lesão transfixante (o golpe de faca) ter sido único, os médicos explicaram que, como os órgãos são superpostos, foram sendo perfurados. “A porta de entrada foi uma só, mas os órgãos atingidos foram três”. De acordo com o médico Glaucio Souza, também presente á coletiva, “o trajeto é que provoca as perfurações”. Ele afirmou também que a cirurgia foi bem-sucedida e o quadro de Bolsonaro “é estável”.

O Dr. Luiz Borsato detalhou o risco de vida do paciente, durante a cirurgia. “Todas as perfurações com arma branca trazem em si o risco de perda de vida”, disse. Em seguida, afirmou que qualquer transferência do paciente só poderá ocorrer depois de amanhã, pela manhã. “Todos os cuidados decorrem, principalmente, da perda sanguínea grave, que foi controlada ao longo da cirurgia”, esclareceu.

Ele acrescentou que o intestino delgado foi “costurado, enquanto o intestino grosso foi limpo e acoplada a colostomia”. O Dr. Luiz previu que o paciente ficará sujeito a usá-la, no mínimo dois meses. De acordo com a equipe médica o trauma das lesões foi muito grave, apesar de Bolsonaro ter reagido bem ao procedimento. A equipe prometeu novas informações para amanhã, às 10h30 e à tarde.

Denise Assis

Denise Assis é jornalista e autora dos livros: "Propaganda e cinema a Serviço do Golpe" e "Imaculada". É colunista do blog O Cafezinho desde 2015.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

28 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Rosa Lula da Silva

10 de setembro de 2018 às 12h50

Atentado a amando da esquerda kkkk
Pelo amor de Deus.
O que a esquerda ganha com isso.
Já ganhamos quatro eleições seguidas sem precisar fazer nenhum atentado.
Somos do bem.
Quem defende a violência são os bolsonaros.

Responder

Guimarães Roberto

09 de setembro de 2018 às 06h36

Quem levou o tiro foi o Bozo e, até aqui, quem morreu foi o Santo. Se o Bozo não abandonar a campanha e apoiar o Santo, pode até parar de gastar dinheiro com a campanha. Está literalmente morto.

Responder

Ricardo

08 de setembro de 2018 às 12h33

Bolsonaro já está no 2º turno; a dúvida no momento é saber se essa facada pode fazê-lo Presidente no 1º turno. A imagem da agressão e o não linchamento do Adélio vai ser usado como prova de que o Bolsonaro não prega a violência e o justiçamento. O Bolétim médico do dia 08/09 e a entrevista do General Mourão, Vice Presidente da coligação mostra que a campanha está sendo muito bem conduzida e não se abateu com a agressão.

Responder

Denner

08 de setembro de 2018 às 10h32

Tá meio estranha essa história mesmo. Tava andando de cavalinho e o cavalo caiu.

Responder

Mulão

07 de setembro de 2018 às 20h25

Quem vai assumir é o general Mullão?

Responder

Renato

07 de setembro de 2018 às 16h17

“Por Denise Assis, exclusivo para o Cafezinho”. Transcreveu todas as notícias dadas na GloboNews . E a ainda diz “exclusivo para o Cafezinho . Comédia !

Responder

Leandro_O

07 de setembro de 2018 às 09h11

Menos Miguel. Até onde vejo foi a coisa mais comentada ontem, em toda a parte. Por outro lado, houve intensa ação para denegrir partidos de esquerda (a Record News por exemplo deu amplo espaço para um deputado do PSL pronunciar que foi crime político e de esquerdistas). O cara estava estacionado, no segundo turno tenderia a perder para quase todos e aconteceu isso. Nada como um fato novo para dar um choque no cenário.

Responder

Nicolau

07 de setembro de 2018 às 08h45

Ele foi “esfaqueado” é não apareceu sangue em nenhuma foto….o sangue do cara é invisível. Hummmm. Outro fato estranho: Na foto divulgada da “cirurgia”, o médico está sem luvas. Olhem as fotos e confiram.

Responder

    Renato

    07 de setembro de 2018 às 11h45

    Eliza Samúdio foi “assassinada” e até hoje não apareceu o cadáver, nem um mísero ossinho da vitima ……..homicídio sem cadáver; muito estranho……hummmmmmmmmm !

    Responder

Elena

07 de setembro de 2018 às 08h04

Oha aí uma informação importante dada pelo blog DCM: “Antes do atentado, Bolsonauro era o único presidenciável que recebia segurança da PF”. https://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/antes-de-atentado-bolsonaro-era-o-unico-presidenciavel-que-recebia-seguranca-da-policia-federal/
Aí eu pergunto: por que falharam? Essa história está mal contada.

Responder

    Renato

    07 de setembro de 2018 às 11h47

    Mentira, como sempre, da blogosfera esquerdista. A PF dá segurança a vário candidatos. Há um colega meu fazendo a segurança de Ciro há pelo menos uma semana !

    Responder

João Ferreira Bastos

07 de setembro de 2018 às 07h55

Bandido bom é bandido morto

Responder

    Renato

    07 de setembro de 2018 às 16h19

    Corrupto bom é corrupto preso, como Lula !

    Responder

    Serg1o Se7e

    10 de setembro de 2018 às 10h56

    Pois é… um é ficha limpa e o outro é ficha suja… melhor estar num hospital vítima de um crime do que estar na cadeia por ter praticado crime.

    Responder

Paulo

07 de setembro de 2018 às 00h31

Sonho do articulista. Depois desse ato de estupidez, vai ser por aclamação no primeiro turno. Ademais, se um criminoso pôde fazer campanha de dentro da cela, por que uma vítima de violência não pode fazer campanha da cama de hospital?

Responder

    nelson

    07 de setembro de 2018 às 01h23

    ele é vitima de suas própria convicções deemprego de violência, quando se acha forte em frente a mais fracos, mas que isto é pura balela pois este criminoso que atacou é da própria turma deles bolsominios que derramam verborragicamente seus improperios violentos.

    Responder

    Luiz Carlos P. Oliveira

    07 de setembro de 2018 às 02h04

    Tu já ouviu falar em septicemia? Derramamento de fezes é grave. Já o termo “criminoso” que você usa, mostra que és tão ou mais sem noção do que o teu candidato de merda.

    Responder

    Ricardo

    07 de setembro de 2018 às 08h22

    Boa. Campanha somos todos Bolsonaro. Quem mandou matar Bolsonaro

    Responder

    Caíque Pereira

    07 de setembro de 2018 às 11h19

    Interessante que agora ele é vitima de violencia (pra mim de um maluco), mas na Caravana do Lula que teve tiros e no Acamapamento em Curitiba onte teve tiros com Feridos e os que atiraram gritando Bolsonaro estava tudo bem…rsrsrsrs…Pessoas comuns sendo CHICOTEADAS por fãs do cara é sensacional e a Ana Amélia deu parabéns aos que bat6eram…agora é vitima da violencia…é a violencia que apenas ELE prega.

    Responder

crazy-fla

07 de setembro de 2018 às 00h15

Se ele sair da eleição os votos dele q são votos anti petistas irão a maioria para o Alckmin!!! grande parte dos eleitores são petistas e anti petistas!!!

Responder

Fernando

07 de setembro de 2018 às 00h13

De onde tiraram essa idéia de que Bolsonaro pode ficar fora da eleição?

Responder

    Marcelo

    07 de setembro de 2018 às 00h24

    Ele pode até morrer. Aliás, eu posso morrer agora antes de terminar de

    Responder

    gN

    07 de setembro de 2018 às 02h04

    Deixa eu ver… Falta um mês para as eleições e ele leva uma facada a mando da esquerda…

    Responder

      Miguel do Rosário

      07 de setembro de 2018 às 06h44

      cuidado com mentiras. não teve nada “a mando da esquerda”…

      Responder

        Leandro_O

        07 de setembro de 2018 às 10h42

        De fato, entretanto houve ao menos 3 partidos mais à esquerda já atingidos ontem, até mesmo criminalizados, mas, ao que parece até o momento, as manifestações desses partidos só ficam no âmbito dos sites e blogs de esquerda, enquanto que todo o estrago para manchá-los é feito em rede de TV aberta e rádios. À parte da agressão em si, quem está perdendo e sendo criminalizada é a esquerda em geral.

        Responder

        Renato

        07 de setembro de 2018 às 16h21

        Mentira por quê ? O blogueiro já levantou a bunda da frente do computador e já finalizou as investigações ?

        Responder

          Rosa

          10 de setembro de 2018 às 12h47

          E você já finalizou as suas investigações?

        Serg1o Se7e

        10 de setembro de 2018 às 10h54

        Miguel, as duas afirmativas não podem ser provadas.
        Ou você consegue provar que não foi um atentado a mando da esquerda?

        Se mentem de lá, também não minta de cá.

        Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina