Cafezinho 2 minutos: Posse de Bolsonaro e alegações finais contra Lula

Vitória de Bolsonaro aumentará a violência

Por Pedro Breier

18 de setembro de 2018 : 12h44

Três fatos que demonstram o potencial explosivo de uma vitória de Bolsonaro:

1) “Ô cruzeirense, toma cuidado, o Bolsonaro vai matar viado”.

Parte da torcida do Atlético-MG direcionou as palavras acima à torcida rival no clássico contra o Cruzeiro, no último domingo. O estádio de futebol é, ainda, um triste reduto da homofobia. A novidade é a ligação direta com o candidato a presidência que lidera as pesquisas. Os torcedores exultaram com a ideia de que Bolsonaro irá matar homossexuais. O Clube Atlético Mineiro, felizmente, soltou nota lamentando as manifestações homofóbicas e repudiando os gestos de preconceito e incitação à violência.

2) Do Twitter de Chico Alencar, candidato ao Senado pelo RJ: “Sábado, cruzamos com uma carreata de ‘bolsonaristas’ em Cabo Frio. Ao se aproximarem, simularam estar nos metralhando, com semblante de ódio e gritos raivosos. Querer eliminar o diferente, mesmo simbolicamente, é coisa de totalitário, de quem flerta com o fascismo. Não passarão! Além dos gestos simulando armas, os bolsonaristas dispararam xingamentos contra as moças da nossa caminhada, que portavam bandeiras do PSOL: ‘piranhas’, ‘pu**s’. O combustível dessa carreata era a agressão, a baixaria”.

3) Uma amiga me contou que, após um debate político em um post seu no Facebook, a discussão continuou privadamente, entre um bolsonarista e outra pessoa. O bolsonarista mandou uma foto de uma arma para essa pessoa, chamando-a de “esquerdista”.

***

Não adianta nada Bolsonaro negar que faz discurso de ódio enquanto seus seguidores se comportam dessa maneira assustadoramente violenta, obviamente inspirados nas falas do “mito”. Esses três fatos ocorreram nos últimos dias. Existem muitos e muitos outros. Imaginem o que mais anda acontecendo Brasil afora.

A eleição de Trump, em 2016, gerou uma onda de intolerância nos EUA, com mais de 400 incidentes de ódio contra imigrantes, negros, homossexuais, muçulmanos, hispânicos e mulheres em apenas uma semana. O número é equivalente ao que a organização Southern Poverty Law Center, que luta desde 1971 contra a intolerância, costuma detectar em pelo menos seis meses.

O clima continuará conflagrado de qualquer forma, mas a eleição de Bolsonaro será como uma senha, uma legitimação para que a violência contra quem não se gosta seja encarada – mais ainda – como algo natural.

Aqueles que pensam que Bolsonaro é o melhor candidato para combater a violência, não se enganem: a violência irá aumentar.

Não contra os bandidos – no máximo alguns bandidos pé de chinelo sofrerão, já que com os grandes bandidos o candidato não mexe – mas contra homossexuais, mulheres, negros e pessoas de esquerda.

Votar em Bolsonaro é endossar a barbárie.

Seus amigos, familiares, ou você mesmo podem ser as vítimas de uma turba de alucinados. Pense nisso antes de fazer uma escolha trágica.

Pedro Breier

Pedro Breier, colunista d'O Cafezinho, é formado em direito mas gosta mesmo é de jornalismo. Nasceu no Rio Grande do Sul e hoje vive em São Paulo.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

39 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

napoli

30 de outubro de 2018 às 21h26

Mas que guri prevalecido, tongo metido a galo cego. Se formam neste lixos de faculdades , saem contaminados pelo que ha de pior, e vem querer largar papo furado pra cima da gente. vai se catar, otario.
Se como “jornalista” (traficantes de ‘noticias” ) já é tosco, i,magina entao como advogado. deus nos livre!!!!!

Responder

Fernando

23 de outubro de 2018 às 07h02

Pedro vc precisa sair dessa profissão de jornalista da esquerda. Vc quer atribuir desqualificação do seu candidato Haddad, ao Jair Bolsonaro é? Tu acha que vai convencer quem com esse seus discurso ? podre e pobre de conhecimento? Vc iniciou sua carreira aonde garoto? Acho que tu não passa de mais um esquerdista querendo ajudar o Brasil a piorar nas mãos do seu PT que não passa de um partido terrorista. Vcs do PT precisa lavar as mãos e boca pra falar de Bolsonaro e de seus eleitores. As mãos porque digita merda aqui, e a boca porque expressa as merdas. Vcs do PT são débil metal só pode.

Responder

Deusdedit Leal da Silva

18 de outubro de 2018 às 14h14

Pedro seu artigo simplesmente ridículo. Sua parcialidade é gritante como jornalista , de um voto de confiança para o eleito presidente? Até outro dia tinha todo tipo de bandido no poder iniciando com o Presidente. Quem falou para você que vai haver cassa as bruxas ? Principalmente aos homossexual, e as mulheres e os negros? Ser jornalista e demonstrando esta perseguição ao futuro presidente ? Você esta de sacanagem. Você edita a sua pagina e já vem com indução ao leitor menos avisados . Exemplo:– desqualificando por completo o Jair Bolsonaro, em todos os sentidos ,isto sim é covardia da sua parte. Procura alguma coisa que desqualifique o Bolsonaro? Fico impressionado com esta mídia hipócrita, que da qual você faz parte , porque você não ataca os desmandos do pt quando esteve no poder, exemplo odos os tesoireiros presos e o presidente preso, e os demais membros do partidos todos na lava jato. Uma pena Pedro .

Responder

    Fernando

    23 de outubro de 2018 às 06h56

    Falou tudo amigão! Esse Pedro, jornalista fã esquerda sem dúvida, não passa de um mau informado querendo convencer os brasileiros a votar em um partido comunista ☭, que se eleito vai transformar o Brasil ?? em uma Venezuela ?? ou em uma Cuba ??. Não sabe esse Zé Ruela que o Brasil ?? ja esteve 14 anos nas mãos desse partido de bosta que ele defende que é o PT sem dúvida. Se o PT for eleito, acabou a paz ? entre os brasileiros. Fora PT, fora Venezuela, fora Cuba, fora comunismo ☭, fora partido da bandeira vermelha que nunca e jamais representou o Brasil ??.

    Responder

Serg1o Se7e

20 de setembro de 2018 às 09h01

Opinião e bunda cada um tem a sua.
Mas incitar ódio, violência, são poucos… tal qual esse pseudo jornalista que escreve aqui.

Responder

Pedro Vieira

19 de setembro de 2018 às 11h01

Cuidado com a Rita Lee!

Responder

Humanidade Permanece

19 de setembro de 2018 às 07h41

Bolsonaro é o candidato da solidariedade que vai igualar os brasileiros e acabar com esse discurso de brancos contra negros, pobres contra ricos, etc.. Vamos dar as maos e reconstruir o Brasil e acabar com o ódio gerado na ultima década de governos socialistas. O que o trabalhador produz, é e sempre será do trabalhador, e nao do governo. Liberdade, Fraternidade e Bolsonaro

Responder

    Pedro Vieira

    19 de setembro de 2018 às 11h03

    A Rita Lee pode ter razão!

    Responder

    Hudson

    19 de setembro de 2018 às 13h36

    Falta combinar com o Coiso…

    Bolsomínion não sabe nem as propostas do próprio candidato!

    Responder

    Fernando

    23 de outubro de 2018 às 06h50

    Muito bem amigo, esse jornalista autor dessa página dura pra vê logo de cara que ele não passa de um esquerdista doentio, que quer qualificar os outros com ad maus qualidades que o Haddad tem, e ele quer cobrir pra tentar enganar os maus informados

    Responder

Almanakut Brasil

18 de setembro de 2018 às 21h20

Prepara o dinheiro, que as mídias sujas terão que ressarcir os cofres públicos com as verbas recebidas pelos governos da Ocrim PT!

É a mesma coisa da Roubanet!

Responder

guto guarani

18 de setembro de 2018 às 20h17

TOMARA MESMO…
EU MESMO IREI ENVENENAR MUITOS MAGRELOS MACONHEIROS ESQUERDISTAS QUE SO VÃO NA UNIVERSIDADE P VADIAR E FUMAR E COMER BANDEJÃO.. BANDO DE VERMES..
EM BREVE ESTARÃO JUNTOS COM SEUS PARENTES… OS VERMES.

#ENVENENAMENTO EM MASSA JÁ…

É MELHOR DO Q FACADA.

Responder

ari

18 de setembro de 2018 às 20h05

Há poucos dias, fiz um comentário educado sobre uma afirmação de um desses imbecis. A resposta veio em dez linhas onde o sujeito me xingava de tudo. Perguntei-lhe se ele era capaz de uma frase pelo menos razoavelmente lógica. Mais 5 linhas de agressão. Desisti. Aqui e acolá faço esse tipo de coisa e nunca recebi de volta um argumento por mais simples que seja. De um lado, temos esses fanáticos totalmente imbecilizados e de outro, nossa elite correndo para os braços do nazi-fascista, com destaque para o latifúndio. Sem dúvidas, a próxima eleição é uma luta para derrotar a barbárie

Responder

fernando

18 de setembro de 2018 às 19h22

eles só crescem pq sabem que na esquerda só tem frouxo..mas um dia se um esquerdista arrebentar a cara apau de uma bolsonarete ou vários..ai o jogo vira!!!

Responder

    Amar é tudo

    19 de setembro de 2018 às 07h43

    Toda vez que a extrema-esquerda agride alguem do partido da liberdade (Bolsonaro) ele cresce uns 2%

    Responder

Paulo

18 de setembro de 2018 às 18h51

Os extremos se exacerbam, sempre. Mas, de factual, até aqui, a maior vítima de violência foi o próprio Bolsonaro…

Responder

    Valdeci Souza

    19 de setembro de 2018 às 13h50

    Ele mesmo, se violentou . Colheu oque plantou .

    Responder

      Paulo

      19 de setembro de 2018 às 21h29

      Mas, Valdeci, há outros personagens da vida pública cotidiana, no Brasil, que pregam violência, inclusive invasões de propriedade alheia, e que, até aqui, não “colheram o que têm plantado”! E eu não prego que colham, antes que me acusem…

      Responder

Justiceiro

18 de setembro de 2018 às 18h38

Miguel. Acho que sua caixa de moderação tá cheia. Desde às 15 horas postei um comentário e nada de publicação. E não é só o meu.

Responder

Ricardo

18 de setembro de 2018 às 16h01

Será que por essa lógica do comentarista, caso Hadad consiga ganhar a eleição o país ficará mais corrupto !?

Responder

    Luiz Carlos P. Oliveira

    18 de setembro de 2018 às 19h58

    Ô burrice! Impossível um bolsominion entender alguma coisa lógica. Siga o conselho do teu “mico” e vá comer capim.

    Responder

Justiceiro

18 de setembro de 2018 às 15h50

– Vavá. domingo eu vô ficar em casa escondido. Vai vir uns peões pra cá e se aparecer coxinha, eles vão meter a porrada. Coxinha vai levar tanta da porrada que nem vão saber por quê.

– Companheiro. Pelotas é exportadora de viados

– Vamos chamar a Maria do Rosário e a Fátima (Bezerra) que são mulher(sic) do grelo duro.

– Eu ainda tenho o exército do Stédile pra botar nas ruas.

Quem foi esse santo que disse essas frases?

Responder

Benoit

18 de setembro de 2018 às 15h24

Comentários maiores estão custando a aparecer. Enviei um há uma boa hora e até agora ele não apareceu.

Responder

Junior Miquelin

18 de setembro de 2018 às 14h48

Eu fico feliz e triste ao mesmo tempo, por ver reportagens como essa. Feliz, por que dá pra sentir o desespero dessa turma “polida”, politicamente correta, que não enxerga um palmo da realidade dos fatos e quer taxar aqueles que não concordam com seus pensamentos “ultra-sábios”. Triste pq, como não enxergam a realidade dos fatos, julgam palavras e gestos, como atos propriamente dito. Não, não foi a direita (ou extrema-direita, como vocês intitulam) que esfaqueou alguém. A diferença, entre nós e os que fazem parte do quadro ideológico da esquerda, é que estes não fazem gestos, mas praticam o ato.

Responder

    Benoit

    18 de setembro de 2018 às 15h23

    Quer dizer então que a direita ou a extrema direita não praticam violência? Voce vive numa realidade paralela? Voce quer uma lista que não acaba mais de atos de violência da direita?

    Responder

      ari

      18 de setembro de 2018 às 19h59

      Coincidentemente, na semana passada foi aniversário do golpe no Chile. . Mas a lista seria imensa: o golpe no brasil, as guarimbas venezuelanos, a direita alemã, a atuação norte-americana mundo afora, etc, etc.Além do mais, o golpe, no Brasil, entre as tragédias provocadas, já lançou 23 milhões de pessoas na miséria. Salvo engano, isto é violência

      Responder

    Luiz Carlos P. Oliveira

    18 de setembro de 2018 às 20h02

    A esquerda? Tem certeza? Quem matou Marielle? Quem matou JK? Quem matou Lamarca? Quem matou Castelo Branco? Vai te catar, imbecil.

    Responder

Benoit

18 de setembro de 2018 às 14h07

Manifesto do Nada

O Brasil está a caminho de ficar no exterior com uma imagem miserável na mesma medida em que cresce a miséria no Brasil. Não é possível que os eleitores brasileiros escolham para presidente o candidato com a pior imagem que o Brasil poderia oferecer e que transformaria o país num pária internacional entre muita gente bem informada no exterior, o Bolsonaro.

O Brasil tem e sempre teve um problema de competência administrativa. Fala-se também do baixo nível educacional no Brasil. Não é possível que quando se faziam esforços para melhorar essa situação, quando muitos professores se empenham com dedicação em se formarem e transmitirem melhor o saber e desenvolver o conhecimento, o Brasil eleja um candidato completamente ignorante. Não é possível que as pessoas que mais falam da ignorância política escolham o candidato presidenciável mais ignorante que o Brasil já apresentou.

O Brasil tem um problema de violência, um problema de desenvolvimento social que toma proporções cada vez maiores. Não é possível que num momento em que o Brasil precisa desenvolver uma cultura cívica, precisa encontrar instrumentos sensíveis e inteligentes para lidar com essas questões considerando o que se sabe acerca disso em outros países, ele escolha um candidato a presidente com respostas simplistas e mesmo primitivas que só poderão acentuar os problemas sociais e de violência que existem.

O Brasil precisa novos caminhos para lidar com impasses, para encontrar novas perspectivas econômicas. Para isso ele precisa de candidatos bem informados, que tenham um compromisso com o Brasil, que possam identificar os problemas do Brasil, que tenham experiência administrativa, que tenham coragem de apontar as dificuldades e desafios do país contra as ilusões e logros correntes divulgados e impulsionados por propaganda de fundo ideológico que pouco se importa com a realidade, com o que se sabe através de estudos sérios internacionais e que por fim pouco se importa com os próprios brasileiros e que usa as ideologias primitivas como modo barato de circular na política e promover nela as carreiras familiares baseadas em currículos vazios, em falta de autenticidade e na busca de privilégios a serem custeados pelos brasileiros sem jamais terem beneficiado o Brasil em absolutamente nada. Não é possível que os brasileiros escolham um candidato que quer tirar o Brasil de um impasse conduzindo-o em direção a um beco sem saída: o Bolsonaro.

Mesmo que haja militares que acreditam serem donos do Brasil só porque andam armados, e apesar da ambição megalomaníaca e perversa de juízes que praticam uma justiça política contra os ideais de justiça na política, só a política poderá governar o Brasil e delinear os destinos do país. É importante estabelecer uma política respeitável e é importante por isso apoiar candidatos com experiência, que conhecem a política e que possam tratar a política e o Brasil com a seriedade que eles merecem.

O Brasil já fez muito pelo Bolsonaro e pela família dele. O que é que o Bosonaro jamais fez, fará ou poderá fazer pelo Brasil? Nada.
(mafafe)

Responder

Ricardo

18 de setembro de 2018 às 13h27

Vitória de Bolsonaro aumentará a violência , contra os criminosos. Vitória de “Andrade” ou de CangaCiro também aumentará a violência, mas contra cidadãos trabalhadores. O Ceará é um dos estados mais violentos da federação !

Responder

    Alexandre Neres

    18 de setembro de 2018 às 13h55

    Viva o sofisma! Viva o boçal! Viva o candidato antidemocrático que acusou o golpe de que irá perder as eleições, chorou e de antemão já arrumou a desculpa de fraude para contestar a voz das urnas.

    Responder

    Luiz

    18 de setembro de 2018 às 13h56

    Ricardo, não adianta. O fascismo representado por seu candidato será humilhantemente derrotado. Bolsonaro irá sumir e será devolvido para as catacumbas do inferno de onde não deveria, nunca ter saído. Fico me perguntando como é que pessoas se dizem civilizadas, conseguem enxergar algo de lúcido, inteligente ou inteligível nesse projeto de ditador. É muita burrice concentrada.

    Responder

      Ricardo

      18 de setembro de 2018 às 16h53

      Caro Luiz, militontos como você previram que Bolsonaro desidrataria e não chegaria ao segundo turno. O mito está cada vez mais forte. Quem está desidratando é CangaCiro que , mais uma vez , morrerá na praia !

      Responder

      Justiceiro

      18 de setembro de 2018 às 17h08

      Agora faça um perfil do seu candidato. qual a cara de Addad mesmo? a que ele nasceu ou aquela com uma máscara? Você não se envergonha de defender um sujeito que não tem a menor hombridade, que é capacho e faz questão de demonstrar isso? Um sujeito que não tem luz própria, que se orgulha de ser teleguiado?
      Por isso ouve perguntas como: se o senhor for eleito, quem vai governar será Lula da cadeia?

      Um sujeito desses é uma vergonha pra raça humana. CAPACHO.;

      Responder

      Ricardo

      18 de setembro de 2018 às 18h54

      Burrice concentrada é passar a vida lambendo os bagos de um corrupto !

      Responder

    Luiz

    18 de setembro de 2018 às 14h01

    E tem mais Ricardo. A guerra destruiu Hitler e seus asseclas. Cuidado fascista, nossa paciência com vocês está se esgotando. Se preciso for, vamos expulsar vocês do nosso Brasil, porque o provo brasileiro, aquele ordeiro, trabalhador, solidário, nacionalista, educado, pode ser muito perigoso, quando o que está em disputa é a soberania nacional e nossas riquezas. Não pague para ver, porque vocês, fascistas, são covardes, pois, só perseguem mulheres, idosos, crianças, LGBTs e outas minorias. Mas tem muito homem que protege as minorias, assim como eu, e se precisar, vamos defender o Brasil dessa horda imoral que você e seu candidato representam, pois, como todo bom covarde, só andam em grupos.

    Responder

    Hudson

    18 de setembro de 2018 às 14h08

    Para você, quem apóia time ou partido adversário é, por definição, “criminoso”… além dos “homossexuais, mulheres, negros e pessoas de esquerda” mencionados no texto.

    Se o Coiso não fosse apenas um pivete irresponsável e sem palavra, s fosse coerente com a frase “bandido bom é…”, ele já teria se suicidado (após matar o irmão, funcionário-fantasma). Covarde que ele é, vo“mita” crimes verbais, deixando o “serviço sujo” para seus fanáticos violentos.

    Mas vai perguntar ao Coiso ou a algum de seus apoiadores sobre qualquer proposta concreta dele sobre educação, saúde, cultura, economia, orçamento, pra ver se sai alguma resposta!

    Baixo nível de inteligência certamente é um dos fatores que leva a preconceitos e ideias de direita (conforme já demonstrado cientificamente em estudo de longo prazo envolvendo 16.000 pessoas) − o problema é quando o ódio se alastra em setores “normais” da população.

    Responder

Deixe uma resposta