Boulos no programa de Maurício Meirelles

Andry Nirina Rajoelina presidente eleito de Madagascar, na Assembleia Geral da ONU, quando ainda servia como presidente do governo de transição. Foto: ONU/Ryan Brown

A eleição do novo presidente do Madagascar

Por Redação

10 de janeiro de 2019 : 10h19

No site da ONU

Chefe da ONU elogia eleição ‘histórica’ de novo presidente em Madagascar

Publicado em 09/01/2019

Na sequência do segundo turno da eleição presidencial de Madagascar, que viu o ex-presidente Andry Rajoelina ser declarado chefe de Estado nesta terça-feira (8), o secretário-geral da ONU, António Guterres, elogiou todos os que contribuíram para votações “pacíficas e ordenadas”. País atravessou uma crise política de cinco anos, que se encerrou em 2014. Rajoelina foi presidente durante o governo de transição.

Na sequência do segundo turno da eleição presidencial de Madagascar, que viu o ex-presidente Andry Rajoelina ser declarado chefe de Estado nesta terça-feira (8), o secretário-geral da ONU, António Guterres, elogiou todos os que contribuíram para votações “pacíficas e ordenadas”. O processo eleitoral no país africano teve início ao final de novembro.

Com 55% dos votos, Rajoelina, de 44 anos, ganhou a corrida eleitoral, disputada intensamente com seu principal rival, o também ex-presidente Marc Ravalomanana. O número foi divulgado pelo Alto Tribunal Constitucional (HCC, na sigla em inglês) e citado em relatos da mídia.

Em pronunciamento, o chefe da ONU afirmou que “a Comissão Eleitoral Independente (CENI) e o Alto Tribunal Constitucional, a sociedade civil e os líderes religiosos, bem como a liderança do governo” deveriam ser “elogiados por serem parte desse marco histórico”.

Estimativas do Banco Mundial apontam que, em 2017, em torno de 75% dos cidadãos de Madagascar estavam vivendo na pobreza extrema, com 1,9 dólar ou menos por dia. O alto índice de miséria foi registrado mesmo com melhorias consistentes da economia geral desde que a ordem constitucional foi restaurada, em 2014, após cinco anos de crise política. Rajoelina teve seu primeiro mandato durante esse período, atuando como presidente do governo de transição.

Parabenizando o novo chefe de Estado e elogiando os atores relevantes pela conclusão pacífica do pleito, Guterres afirmou que continuará acompanhando os desdobramentos no país, por meio de seu conselheiro especial, Abdoulaye Bathily, e da equipe da ONU no país. O dirigente máximo das Nações Unidas também disse que atuará em coordenação com a União Africana, a Comunidade de Desenvolvimento do Sul da África e outros parceiros internacionais.

Madagascar é a quinta maior ilha no mundo, localizada ao largo da costa do sudeste da África. O país é também o lar de muitas espécies de animais únicas, como os seus famosos lêmures. A nação consolidou-se como um centro de produção de baunilha e cravo e também como polo turístico.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »
x
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com