Hangout com Miguel do Rosário 17 de abril de 2019

Twitter de Michel Temer:

Bretas manda prender Michel Temer

Por Redação

21 de março de 2019 : 11h54

Com essa ação espetacular, o juiz Marcelo Bretas, da Lava Jato do Rio de Janeiro, ganha pontos no Big Brother Brasil em que se tornou o poder judiciário no país.

É importante destacar que se trata de uma prisão cautelar, feita antes de qualquer condenação. Mesmo que acreditemos que Michel Temer é corrupto, e não nos faltam motivos – inclusive políticos – para fazê-lo, não podemos esquecer que sua prisão, determinada antes de uma condenação em primeira ou segunda instância, e, portanto, antes que ele possa se defender, é um procedimento autoritário.

***

No G1
Michel Temer é preso pela Lava Jato; PF faz buscas por Moreira Franco

Mandados foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da Justiça Federal do Rio de Janeiro. Procurada pela G1, a defesa do ex-presidente não atendeu.

Por Arthur Guimarães, Paulo Renato Soares e Marco Antônio Martins, TV Globo e G1 Rio

21/03/2019 11h14 Atualizado há 47 segundos

O ex-presidente Michel Temer foi preso em São Paulo na manhã desta quinta-feira (21) pela força-tarefa da Lava Jato. Os agentes ainda tentam cumprir mandados contra Moreira Franco, ex-ministro de Minas e Energia, coronel João Batista Lima Filho e mais cinco pessoas, entre elas empresários.

Preso, Temer será levado para o Aeroporto de Guarulhos, onde vai embarcar em um voo e será levado ao Rio de Janeiro em um avião da Polícia Federal. O ex-presidente deve fazer exame de corpo de delito no IML em um local reservado e não deve ser levado à sede da PF de São Paulo, na Lapa.

Imagem de arquivo de junho de 2018 mostra o então presidente Michel Temer com o então ministo Moreira Franco durante assinatura de decretos que regulamentam o Código de Mineração — Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Os mandados foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, responsável pela Lava Jato no Rio de Janeiro.

Desde quarta-feira (20), a PF tentava rastrear e confirmar a localização de Temer, sem ter sucesso. Por isso, a operação prevista para as primeiras horas da manhã desta quinta-feira atrasou.

O G1 ligou para a defesa de Temer, mas até as 11h25 os advogados não haviam atendido a ligação. Ainda não está claro a qual processo se referem os mandados contra Temer e Moreira Franco.

O ex-presidente Michel Temer responde a dez inquéritos. Cinco deles tramitavam no Supremo Tribunal Federal (STF), pois foram abertos à época em que o emedebista era presidente da República e foram encaminhados à primeira instância depois que ele deixou o cargo. Os outros cinco foram autorizados pelo ministro Luís Roberto Barroso em 2019, quando Temer já não tinha mais foro privilegiado. Por isso, assim que deu a autorização, o ministro enviou os inquéritos para a primeira instância.

Entre outras investigações, Temer é um dos alvos da Lava Jato do Rio. O caso, que está com o juiz Marcelo Bretas, trata das denúncias do delator José Antunes Sobrinho, dono da Engevix. O empresário disse à Polícia Federal que pagou R$ 1 milhão em propina, a pedido do coronel João Baptista Lima Filho (amigo de Temer), do ex-ministro Moreira Franco e com o conhecimento do presidente Michel Temer. A Engevix fechou um contrato em um projeto da usina de Angra 3.

Michel Temer (MDB) foi o 37º presidente da República do Brasil. Ele assumiu o cargo em 31 de agosto de 2016, após o impeachment de Dilma Rousseff, e ficou até o final do mandato, encerrado em dezembro do ano passado.

Eleito vice-presidente na chapa de Dilma duas vezes consecutivas, Temer chegou a ser o coordenador político da presidente, mas os dois se distanciaram logo no começo do segundo mandato.

Formado em direito, Temer começou a carreira pública nos anos 1960, quando assumiu cargos no governo estadual de São Paulo. Ao final da ditadura, na década de 1980, foi deputado constituinte e, alguns anos depois, foi eleito deputado federal quatro vezes seguidas. Chegou a ser presidente do PMDB por 15 anos

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

33 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Carlos J. R. Araújo

21 de março de 2019 às 15h44

O que aconteceu agora com o Temer é apenas a milésima repetição de situações deste tipo no mundo capitalista. Sim, porque as elites capitalistas, conservadoras, ricas e que dominam e exploram os pobres da sociedade capitalista sempre utilizaram maus personagens para realizarem, na condição de autores aparentemente exclusivos, o exercício dos trabalhos sujos – enfim, as elites capitalistas não querem sujar as mãos.

E lá adiante, quando tais personagens já realizaram os trabalhos sujos e não são mais considerados como instrumentos e autores necessários para a prática de futuros e iguais trabalhos, as elites capitalistas dão belíssimos pés na bunda de tais personagens, utilizando quase sempre o Judiciário. Virão as punições para outros e iguais personagens? Claro que sim.

E tudo isto com a única finalidade: a de que os pobres diabos explorados fiquem satisfeitos e felizes com tais gestos das elites capitalistas e – só rindo – que eles reconheçam e agradeçam a “nobreza” e a “justiça” delas. Enfim, o “Céu da Boca da Onça.”

Responder

    Paulo

    21 de março de 2019 às 18h16

    Carlos, o que você descreve é realmente o “modus operandi” preponderante da elite empresarial (aquela mais alta, mesmo, que manda por atacado, e não varejistas do tipo Joesley, Léo Pinheiro e Marcelo Odebrecht da vida). Assim costumava ser no Brasil, como no mundo capitalista, de modo geral. Porém, em relação ao que vem ocorrendo por aqui, nos últimos anos, eu tenho uma desconfiança de algo diferente. Realmente, os políticos começaram a roubar muito e a se tornarem perigosamente independentes de seus tutores, que, vislumbrando os riscos de perderem o controle de seus pupilos, e, consequentemente, do processo político, os entregaram aos leões, permitindo, e até estimulando, todo o trabalho da Lava-Jato, em alcance e profundidade. Não pensei que viveria para ver dois ex-presidentes da República engaiolados (e cabe mais, hein!?)…

    Responder

Brasileiro da Silva

21 de março de 2019 às 15h43

Temer preso político. É “GÓPI”. Perseguição contra um pobre político, só porque ele é aliado do PT.
#Temerlivre

Responder

LUPE

21 de março de 2019 às 15h38

Caros leitores
Na minha opinião a FARSA JATO CONTINUA.
Vocês acham que quem entregou para nossos inimigos
(entre outra entregas)
a imensa riqueza do pré sal
(US$ 5 TRI TRI)
a preço de nada
ou quase nada
vai ser preso?
Tá blindado
que nem um outro colaborador do inimigo
que,
com todas as provas escancaradas de corrupção
(gravadas, filmadas, etc.)
continuou livre,
e se elegeu……………..deputado federal……………….por…………………..Minas Gerais……..
Farsa, farsa, FARSA LAVA JATO
sÓ SEVE PARA MANTER PRESO
sem nenhuma prova,
o honrado homem
que foi o melhor Presidente do Brasil,
de todos os tempos.
O resto são calhordas traidores da Pátria
tipo o “comentarista”
Justiceiro
pago em dólares pelos nossos inimigos
para achincalhá-lo, pisoteá-lo……

Responder

    LUPE

    21 de março de 2019 às 15h55

    Por favor ponham junto,
    na mesma quadrilha do Justiceiro
    (espero que um dia na mesma cela)
    os “comentaristas”
    que nestes comentários Cafezinho comparecem:::::::::::::::::;:
    >>>>>>>>>> Roque
    >>>>>>>>> Sérgio Araújo ( o parente do….)
    >>>>>>> Jota

    Responder

      LUPE

      21 de março de 2019 às 15h58

      E + mais na mesma cela (EPA!!!)
      o “comentarista” Brasileiro da Silva
      (parece que está de volta…..)

      Responder

Zé Maconha

21 de março de 2019 às 15h30

Como jogador de xadrez enxergo duas jogadas a frente.
Além de gerar um cortina de fumaça a lava-jato e Moro querem gerar pânico no congresso com o objetivo de derrubar Bolsonaro.
Moro e a lava-jato querem poder e quem deseja poder nunca para.
Moro não se candidatou pois Bolsonaro era um obstáculo , sem ele seu caminho para a presidência está aberto.
Moro apostou alto , seu objetivo é assustar a velha-direita e o centrão para usa-los contra Bolsonaro.

Responder

Justiceiro

21 de março de 2019 às 15h24

Temer, como ex-presidente, vai também para aquela sala climatizada, de Curitiba.

Só falta definir quem vai ficar no beliche na cama de baixo.
********************
Em tempo:

Hospital Albert Einstein processa José de Abreu
***************************

Esses petistas não dão sorte com presidentes, mesmo.

Lula tá preso, Dilma foi impinxada e, agora, Zé do Breu sofre processo

Responder

Justiceiro

21 de março de 2019 às 15h21

Miguel, bacana tá na Câmara dos Deputados. Jandira Feghali, Ivan Valente, Érika Kokay, Carlos Zaratini…só dos que eu vi saíram TODOS, TODOS em defesa de Temer.

Acho que a hora que Gleisi chegar, vai programar uma manifestação #Temerlivre!

Agora, o acampamento lá de Curitiba vai ter que mudar, vão ter que gritar:

– BOA DIA PRESIDENTE LULA! BOM DIA PRESIDENTE TEMER!.

Responder

Hercules

21 de março de 2019 às 13h40

Jornalistas chegaram antes da puliça, jajajajajajaj alguem vazou a operação lava bunda suja. jajajajajajaj

Responder

    Alan Cepile

    21 de março de 2019 às 13h49

    FARSA JATO….

    Responder

      Roque

      21 de março de 2019 às 14h23

      Tadinho do Temer… Tão inocente, covardia que estão fazendo com ele. Mais um pobre preso político. Feliz quem vai ficar é o Lula, agora vai ter um companheiro para bater papo..

      Responder

        Alan Cepile

        21 de março de 2019 às 15h48

        FARSA JATO

        Responder

House of Cards

21 de março de 2019 às 13h23

Pânico no congresso!

Responder

    Carlos Eduardo

    21 de março de 2019 às 13h37

    Se esses dois fdp disserem o que sabem serão uns 510 deputados presos de 513.

    Responder

Batista

21 de março de 2019 às 13h11

Essa justiça brasileira de bunda de fora e agora com racho visível, continua a rebola-la conforme a agenda política, pensando que todos são bestas durante todo tempo e não enxergam-na, ao tirarem do estoque de oportunidades jurídicas do vir ou não ao caso, o chefe de quadrilha utilizado para substituir Dilma no golpeachment.

Muito manjado fazerem isso no exato momento em que no racha, o supremo avança sobre os detratores da mafia do fakenews, reenquadra a lavajateira aos ditames, não ilegais, da lei e o ex-juiz, atual ministro premiado da justiça, é enquadrado e desossado pela presidência da câmara, perdendo mais prestígio que o Brasil, na visita dos bolsonaros aos Estados Unidos.

Se aplicada a lei e a ética da ‘vergonha na cara’ no tocante a presidência da república, Temer deveria estar preso e renunciado, desde o dia seguinte ao escândalo das gravações nos porões do Jaburu e do vídeo das malas na pizzaria, em São Paulo, junto com sua quadrilha, mas não foi.

Não foi preso, nem renunciou, pela necessidade de contarem com ele no poder executivo, até o momento de legalizarem o golpe com a eleição de 2018, legalização atravessada pela candidatura Lula que levou-os a prosseguirem no golpe, agora com bolsonaro eleito, em processo espúrio, a ser futuramente desvendado, tanto que o Brasil continua politicamente e economicamente, dividido e atolado.

Na verdade, pra não variarem, deixaram o agora imprestável ex-vice golpista estocado na prateleira, à espera de momento político oportuno para prende-lo, e esse momento chegou, pelo desespero por que passam lavajateiros & bolsonaros, em tentativa de saírem das cordas, arrastando o STF à armadilha de soltarem legalmente Temer em momento inoportuno, sabendo-se que, levando-se em consideração quem tem mais horas de voo entre os rachados, ao final restará à arapuca, os lavajateiros, hoje, também semi-imprestáveis aos interesses da classe que domina, explora e vende o Brasil, desde sempre.

Responder

Romildo T

21 de março de 2019 às 12h57

Operação abafa o escadalo e o entregismo da visita do bozo aos estates.

Responder

Robson P.

21 de março de 2019 às 12h43

Fora Temer e leve o Bolsonaro junto.

Responder

    Paulo Chico

    21 de março de 2019 às 13h02

    O cabra acaba de ser preso e vc já quer ele fora?

    Responder

Gustavo

21 de março de 2019 às 12h38

Lavajato ou farsajato ? Aparada na lei ou autoritária ? Parte do golpe ou não ?

Independente disso foram alguns figurões do PT e do PMDB do bolo. Se prender um figurão do PSDB aí sim ficará bem categorizado que não existe perseguição política.

Ia ser sensacional ver alguém do Calibre do Aécio sendo pego nessa operação.

Há quem diga que o Padilha e coronel amigo do Temer estão no bolo dos mandatos. Vamos aguardar

Responder

    Alan Cepile

    21 de março de 2019 às 13h18

    FARSA JATO total, nem tem o que analisar nessa questão.

    Não é pq as vezes eles estão cumprindo com a obrigação de uma operação anti corrupção que eles vão ser considerados os paladinos da justiça e dos bons costumes, e com o retrospecto que essa quadrilha do DD tem não me surpreenderia se essas prisões de hoje forem apenas um circo midiático como o golpismo adora fazer achando que só pobre de direita que é otário.

    Responder

Albert

21 de março de 2019 às 12h38

Mais um expetáculo hollywodiano estilo CIA.
O moro não gostou de ser chamado de empregado do bozo.
É milicia contra milícia.

Responder

Jota

21 de março de 2019 às 12h37

Os petistas estão chateado… Foi por terra o discurso fajuto de que o sapo barbudo era um preso político. Estou imaginando a cena do Lula recebendo o temer na cela da PF. Pagaria qq valor para ver este encontro dos dois líderes da maior quadrilha que assaltou o Brasil nos últimos 20 anos…

Responder

    Sergio Araujo

    21 de março de 2019 às 12h44

    Nada,

    a ideologia vai muito alèm da lei…em 3,2,1 inventam outra, vai vendo…

    Responder

      Sergio Araujo

      21 de março de 2019 às 12h54

      A cultura brasileira è essa,

      defender e reeleger criminais desfarçados de politico por afinidade ideologica ou interesses particulares.

      Responder

Alan Cepile

21 de março de 2019 às 12h22

Cortina de fumaça

Responder

Boris

21 de março de 2019 às 12h12

Moreira Franco acaba de ser preso, ele é sogro do R. Maia, presidente da câmara.

Responder

Roque

21 de março de 2019 às 12h11

O povo brasileiro está adorando, kkkkk. Vai ser lindo demais ver o calango bebum condenado jogando dama com o vampirão. Bretas, tá faltando o Aécio, a anta estocadora de ventos, a gleisi amante, e o cheiremberg.

Responder

Silveira

21 de março de 2019 às 12h09

moro cita cunha em cobrança a maia e temer é preso. coincidencias? O timming da lava jato em ação novamente.
O golpe foi comprado; Os atos do temer são inexistentes.

Responder

Zé Maconha

21 de março de 2019 às 12h06

Agora que está completamente desmoralizada a lava-jato prende o cachorro morto do Temer.
E a maldição de Dilma continua , Nardes , Cunha , Aécio e agora Temer.
Falta o Bolsonaro que será derrubado assim que aprovar , ou não , a reforma da previdência e vai terminar na cadeia.
A minha dúvida é se Bolsonaro é cúmplice ou mandante da morte da Mariele.

Responder

    Sergio Araujo

    21 de março de 2019 às 12h30

    Qual foi a motivaçào do crime segundo os frequentadores da cracolandia ?

    Responder

Sergio Araujo

21 de março de 2019 às 12h01

Kkkkk,

agora que nào serve mais para a CIA a Lava Jato mandou prender e o Gilmarzinho vai soltar amanhà !! Kkkkkk

Se o atual Governo nào enfiar as màos no dinheiro dos brasileiros serà de longe o melhor da historia.

Responder

Deixe uma resposta

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com