Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Quase metade dos brasileiros não tem esgoto

Por Redação

23 de julho de 2019 : 12h50

Isso deveria ser motivo de profunda reflexão para aqueles que tiveram alguma responsabilidade política na condução dos rumos do país nos últimos 20 anos.

A íntegra do relatório sobre a situação do saneamento básico no Brasil, organizada pelo instituto Trata Brasil, pode ser baixada aqui.

Separei alguns gráficos e trechos de matéria do site Poder 360, que fez uma resenha sobre esses números.

Em 2017, o Brasil tinha 100 milhões de pessoas sem coleta de esgoto em casa. O número equivale a 47,6% da população. É o que mostra estudo do Instituto Trata Brasil divulgado nesta 3ª feira (23.jul.2018).

De acordo com o levantamento (íntegra), feito com base do SNIS (Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento), apenas 46% do esgoto no país passa por tratamento. Há ainda 35 milhões de brasileiros sem acesso a água tratada (cerca de 17% da população).

Observe que o percentual da população com coleta de esgoto e/ou esgoto tratado mudou muito pouco desde 2011.

Os municípios de São Paulo, Paraná e Minas Gerais têm os melhores indicadores. Eis a lista:

Franca (SP)
Santos (SP)
Uberlândia (MG)
Maringá (PR)
Vitória da Conquista (BA)
Cascavel (PR)
São José do Rio Preto (SP)
Piracicaba (SP)
São José dos Campos (SP)
Niterói (RJ)
Limeira (SP)
Curitiba (PR)
Ribeirão Preto (SP)
Campinas (SP)
Londrina (PR)
São Paulo (SP)
Ponta Grossa (SP)
Goiânia (GO)
Jundiaí (SP)
Sorocaba (SP)
Taubaté (SP)
Suzano (SP)
Palmas (TO)
Mauá (SP)
Petrolina (PE)
Mogi das Cruzes (SP)
Uberaba (MG)
Campina Grande (PB)
Praia Grande (SP)
São José dos Pinhais (PR)
Campo Grande (MS)
João Pessoa (PB)
São Bernardo do Campo (SP)
Belo Horizonte (MG)
Caruaru (PE)
Montes Claros (MG)
Taboão da Serra (SP)
Porto Alegre (RS)
Petrópolis (RJ)
Campos de Goytacazes (RJ)
Osasco (SP)
Brasília (DF)
Carapicuíba (SP)
Contagem (MG)
Boa Vista (RR)
Anápolis (GO)
Serra (ES)
Feira de Santana (BA)
Salvador (BA)
Santo André (SP)
Rio de Janeiro (RJ)
Florianópolis (SC)
Guarujá (SP)
Caxias do Sul (RS)
Diadema (SP)
São Vicente (SP)
Betim (MG)
Cuiabá (MT)
Vitória (ES)
Governador Valadares (MG)
Bauru (SP)
Juiz de Fora (MG)
Aparecida de Goiânia (GO)
Itaquaquecetuba (SP)
Paulista (PE)
Aracaju (SE)
Blumenau (SC)
Camaçari (BA)
Ribeirão das Neves (MG)
Santa Maria (RS)
Olinda (PE)
Vila Velha (ES)
Maceió (AL)
Canoas (RS)
Joinville (SC)
Fortaleza (CE)
Mossoró (RN)
Caucaia (CE)
Recife (PE)
Pelotas (RS)
Guarulhos (SP)
Nova Iguaçu (RJ)
São Luís (MA)
Natal (RN)
Teresina (PI)
Várzea Grande (MT)
Gravataí (RS)
Cariacica (ES)
São João de Meriti (RJ)
Belém (PA)
Duque de Caxias (RJ)
São Gonçalo (RJ)
Rio Branco (AC)
Jaboatão dos Guararapes (PE)
Belford Roxo (RJ)
Macapá (AP)
Santarém (PA)
Manaus (AM)
Ananindeua (PA)
Porto Velho (RO)

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

23 de julho de 2019 às 19h53

Os políticos, quando viram administradores públicos, não se interessam pelo saneamento básico. Só investem se forem compelidos, salvo raríssimas exceções…

Responder

Marcio

23 de julho de 2019 às 17h46

Moro em uma das cidades no topo do lista e o único rio que corta cidade é 100% esgoto, carniça pura.

Responder

Marcio

23 de julho de 2019 às 14h03

Não tem nem esgotos e querem industrias.

Não sabem ler nem escrever e querem faculdades.

Passam a mão na cabeça de criminais e querem segurança.

Jogam tudo que é lixo no chão e querem salvar a Amazônia.

Elegem bandidos e se acham mais inteligentes dos outros.

Ridículo.

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?