Câmara discute privatização da Eletrobras

A manifestação dos artistas em defesa da Amazônia

Por Redação

26 de agosto de 2019 : 08h41

Ocorreu neste domingo, no Rio de Janeiro, manifestação reunindo artistas e políticos, em defesa da Amazônia, e contra (a falta de) políticas ambientais do governo Bolsonaro.

#Aovivo Artistas se manifestam pela Amazônia em Ipanema.

Posted by Mídia Ninja on Sunday, August 25, 2019

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

NeoTupi

26 de agosto de 2019 às 13h33

A manifestação foi da sociedade, não foi só de artistas. Curioso a bozominion Maitê Proença compor a comissão de frente, em uma manifestação onde só lideranças de esquerda compareceram (Minc, Molon, Jandira, Benedita). Alías é curioso como no Brasil a direita que está no poder é tão tosca que é incapaz de defender a pauta ambiental.
Diferente das manifestações fascistas de direita, onde até o bozominion Marcelo Madureira teve de sair escoltado pela PM porque fez críticas pontuais ao governo Bozo, mesmo declarando ter votado nele, Maitê Proença pode se manifestar à vontade em uma manifestação predominantemente de esquerda.

Responder

Marcio

26 de agosto de 2019 às 10h27

Artistas e bilionarios globais gostam dessas palhaçadas radica chic a moda francesa, jà o povo è um pocuo mais esperto.

Responder

Marcio

26 de agosto de 2019 às 09h17

A falta é de recursos para tudo, do começo ao fim.

Ninguém sobrevive a 20 anos de socialismo fortemente temperado com assaltos bilionários aos cofres públicos, em grande parte com o aval da turma da Alvorada.

Quem deixou o Brasil nas mãos desses vermes por 20 anos não foi eu…agora é tarde, nem precisa esquentar a cabeça mais…já era.

Responder

João

26 de agosto de 2019 às 08h56

Bolsonaro, “um homem de palavra”

Os bolsominions estão putos porque, segundo eles, a esquerda brasileira não é nacionalista e não protesta contra a interferência de Macron nos nossos assuntos internos (queimadas na floresta amazônica).

Ainda segundo eles, Bolsonaro é um verdadeiro nacionalista por não aceitar intromissão de “quem quer que seja”. Nesse caso, a esquerda é quem seria entreguista.

Eu diria que Bolsonaro é um “sujeito de palavra” por ter entregue aos Estados Unidos toda a amazônia brasileira, todinha, e não querer voltar atrás nem com a porra. Daí o ódio ao Macron.

Veja neste vídeo a única declaração de soberania proferida pelo nosso miliciano, hoje presidente, antes do desaparecimento do Queiroz.

https://youtu.be/zLIHAfMdT2Q

Se é para entregar, eu prefiro entregar aos europeus. Eles são um pouquinho mais civilizados.

Responder

Guilherme Nagano

26 de agosto de 2019 às 08h49

Pq a esquerda continua com essas manifestações de artistas? Não aprenderam nada?

Responder

    Francisco

    26 de agosto de 2019 às 10h52

    Fernanda Young, antes de partir, em seu último artigo, deixou uma dica que com um bocadinho de filtro da modéstia perdida, o medíocre talvez alcance e descubra-se não aprendendo nada, pensando de repente, do nada, começar a saber de tudo, sem sequer desconfiar da impossibilidade da mediocridade ao saber solúvel, instantâneo, mesmo tecnologicamente suportado:

    “A cafonice detesta a arte”.

    Responder

Deixe uma resposta