Fórum Reforma Tributária BandNews

MASHUP MARXISTA com Sabrina Fernandes, Jones Manoel, Humberto Matos, Larissa Coutinho, Debora Baldin. TV Boitempo (link ao final do texto).

Com ou sem razão, me somo aos marxistas

Por Tadeu Porto

14 de setembro de 2019 : 13h41

Eu não sei porquê filosofia e matemática se separam tanto a medida que os séculos passaram. Minha paixão por números me fez entender cedo o teorema de Pitágoras, mas hoje me interesso mais pelo fato de lhe facultarem o surgimento da palavra filosofia (e até a primeira música já composta).

As contas e cálculos me levaram para a engenharia elétrica. Nesse campo do conhecimento, o que sempre me tirou o sono foram os números imaginários (e a poesia das equações de Maxwell). Não aceitava fazer cálculo estrutural com base em coisas imaginárias. Sempre quis saber o que era o “palpável” naquilo.

Foi só na vida sindical que consegui entender de verdade os tais números complexos. Através da amizade com um grande marxista, Professor Normando Rodrigues, conheci um outro professor e marxista simplesmente fantástico de escutar: José Paulo Netto.

Foi vendo uma balbúrdia do Netto na UNB certa vez (vídeo abaixo) que me atentei que as disciplinas “isoladas” na minha mente tinham, pelo menos, um ponto comum: a história.

A partir d a hora 01:05:00 o professor fala da história da matemática

Entender (pouco!) Marx mudou minha vida completamente. Até mesmo para interpretar filmes, outra paixão que tenho. Pegamos “Tempos Modernos” (Charlie Chaplin,1936) :


Veja que é bem mais legal pensar em Tempos Modernos inserido na conjuntura da década de 30 (ou como saberíamos que a bandeira que cai é vermelha?). Mais legal ainda é ver que ele continua atual, como o valor de uma senóide que se repete em diversos ciclos ou como uma tragédia que já foi farsa

Assim, acompanhando as tretas que tem aparecido na bolha em que estou inserido no Twitter (@tadeuporto pra quem quiser seguir), não posso deixar de prestar solidariedade aos marxistas e também agradecê-los pelos trabalhos realizados por eles e elas.

Afinal, acabei me interessando pela a história da matemática e descobri que: 1) o Youtube é uma plataforma fantástica de aprendizagem e 2) que nossos raciocínios fluem melhor na superfície de Riemann do que no plano cartesiano (também não acho coincidência que a palavra razão sirva tanto a matemática quanto a filosofia).

Bom, enxergar a importância do método marxista para entender a vida é uma coisa. Aprender e investigar as obras (e a própria história) de Marx e outros autores importantes como Engels, Lukács e Gramsci é outra, bem diferente. Os estudos são complexos e demanda uma dedicação muito grande para entendê-los bem.

Por isso, considero muito importante os trabalhos científicos e criteriosos desenvolvidos por pessoas como a Sabrina Fernandes do Tese Onze ; o Jones Manoel e a Larissa Coutinho do Revolushow; o Humberto Matos do Saia da Matrix e tantos outros (citei aqui a galera que vi mais envolvida diretamente nas tretas que vi) .

Com uma linguagem mais acessível, sabendo utilizar as plataformas mais eficientes de comunicação e com um conteúdo bem qualitativo eles e elas têm uma influência cada vez maior na formação de trabalhadores e trabalhadoras.

Posso falar por experiência pessoal, até entrevistei o Jones outro dia (e fui atendido com muita educação). Ouso arriscar que a renovação do sindicalismo nacional é (e será cada vez mais) fortemente influenciada por eles e elas.

Sobre as tretas em si, não esquento muito com a cabeça. Discussões como essa vivemos no mundo sindical o tempo todo, mesmo com grandes aliados. O twitter virou espaço amplo de debate e tá me parecendo uma grande reunião de diretoria de um sindicato.

Como já estou convencido que esse tipo de debate com confrontos faz parte da nossa cultura política e não vai mudar tão cedo (tem muita gente apegada demais a razão cartesiana), sei que devemos aprender a conviver com esse desperdício de energia enquanto não formulamos uma outra cultura de discussão.

Por fim, vou comentar uma discussão recente que acompanhei na bolha: penso que o Henry Bugalho (@henrybugalho) errou a mão no discurso contra Marx e no tom do debate subsequente.

Diversos trabalhadores e trabalhadoras (inclusive um bocado que eu conheço) segue, escuta e respeita o Henry. Como sindicalista petroleiro, tento também enxergar o mundo com os olhos da categoria que faço parte.

Penso, ainda, que Henry tem mais acertos do que erros e aposto que estaremos lado a lado quando o inverno chegar. Assim, no geral, respeito o trabalho que ele faz, inclusive recomendo o canal dele.

Vale lembrar, também, que estou longe de achar que alguém tem a razão no âmbito geral (e confesso que os marxistas que me fizeram enxergar que o mundo é dinâmico demais pra se prender a isso).

Para finalizar real oficial, fica aí a dica de como ler Marx na voz dessa galera. E sigam marxistas como o @h1saiadamatrix; a @sabfb; o @_makavelijones e a @deborabaldin_ no twiter.

Tadeu Porto

Colunista do Cafezinho e diretor da Federação Única dos Petroleiros e do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

14 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

José Carlos Lima

15 de setembro de 2019 às 21h52

Allende e Vargas sacrificaram a própria vida……Mandela e Lula sacrificaram a própria liberdade …..mal agradecidos existem sim, mas milhões de brasileiros não são ingratos

Responder

    Martha Aulete

    16 de setembro de 2019 às 09h45

    E aqui no Brasil, por muito tempo, foi o estilo Kitsch do Petismo. Barango. O mau gosto cultural e educacional do PT!

    o PT é covarde!

    Mídia & Comunicação: O PT se utiliza muito de marketing que maneja frases-clichês e marcantes, tal qual: “minha casa, minha vida”; “Pronatec” etc. etc. (todas essas frases petistas «soam» bem, com boa emissão sonora e quase semelhante a rima interpolada e rica. Melodia aos ouvidos.).
    A questão não é maravilhosa em nosso país.

    E o dilmismo foi ainda pior, pra Nação.

    Mas há mulheres fabulosas. Muitas delas são MULHERES heroínas. Algumas são apagadas. Outras esquecidas. Uma das esquecidas é Janaína Paschoal (pelo menos pela mídia em geral).

    O PT é tal qual Ciro Gomes (porém mais dissimulado)… Adota um discurso…, mas, imediatamente um pouquinho ali à frente, muda a direção e o sentido, para confundir e deixar os ouvintes e leitores com a mente confusa… Tática de guerrilha. Fiquem atentos. O PT é truculento. Trata-se de ILUSIONISMO. Moro é picareta? Tolices. Pura narrativa, para o pessoal oposto parar de agir pragmaticamente.

    Eis aí a Petê:
    Ardil, frase-pronta, chavão, guerrilha virtual, enganação suave, Ersatzbrot, picaretagem arrogância, frase-feita, propaganda, estilo brega, barango cafona e Kitsch, — eis aqui em algumas palavras a essência do PT e, também, do petismo, utilizando-se de obnubilação e ilusionismo. Um antro de vigarismos.O PT é um covardão brega.

    Responder

Luiz

15 de setembro de 2019 às 15h04

Conforme a maior lição deixada pela Lava Jato, quando alguém separa a Ética da Política, tá querendo chegar aonde? Maquiavel disse que era na Política.

Responder

Wellington

15 de setembro de 2019 às 14h42

Falar de marxismo em 2019 é igual acender fogo esfregando dois palitos, é a sublimação do atraso civil e cultural brasileiro, é a apologia da desgraça.

Meu Deus do Céu.

Responder

Wellington

15 de setembro de 2019 às 14h34

O marxismo morreu antes de nascer.

Responder

    chichano goncalvez

    16 de setembro de 2019 às 11h56

    Engraçado não é Wellington ! Faz mais de 100 anos que foi publicado o Manifesto Comunista , e até hoje estão falando dele, discutindo, e os serios, bons e honestos, ao contrario de voces, todos dão razão a Marx, como voces são um bando de idiotas, ou melhor analfabetos politicos, dá uma olhada no texto abaixo, criatura imbecil.

    Responder

Oscar

15 de setembro de 2019 às 12h05

“Minha paixão por números me fez entender cedo o teorema de Pitágoras”.Nossa, que gênio !

Responder

Paulo

15 de setembro de 2019 às 10h26

Se o diabo considerar o número de mortes que as ideias delirantes desse homem causou – embora travestidas até de libertárias -, nem Stálin ou Mao, Pol Pot ou Fidel, terão igual tratamento no inferno…esse é o perigo, em filosofia política ou filosofia moral, de justificar os meios pelos fins (fins teóricos, é claro, pois na prática jamais foram nem poderiam ter sido alcançados)…

Responder

    LUPE

    15 de setembro de 2019 às 22h44

    Caro Paulo, “comentarista”, dólares, etc .

    As ideias delirantes de Marx ,
    como você chama,
    tiveram os seguintes resultados:
    (entre muitos outros resultados positivos):

    Tirou os seguintes países da miséria,
    atraso, ignorância e desespero:
    _ Rússia (2017) hoje um dos melhores padrões de vida do Mundo
    – China (1950) Hoje a segunda potência econômica mundial
    e um dos melhores padrões de vida do Mundo
    – Cuba (1958) País pobre atualmente,
    por causa da perseguição econômica brutal
    dos Estados Unidos.
    Mas, um país civilizado,
    ninguém passa fome ,
    e o índice de criminalidade é praticamente zero.

    Agora vamos às suas mentiras.

    – Que número significativo de mortes fizeram Stalin, Mao e Pol Pot?
    Aquelas que a Mídia internacional
    controlada pelos donos dos maiores bancos
    e investidores nas maiores empresas mundiais ,
    mentiu e inventou
    descaradamente ?

    E que as pessoas nelas acreditaram
    porque não há contestação forte à esta poderosíssima Mídia?

    – Que cambojanos Pol Pot matou,
    além dos mais de 2 MI mortos de inanição,
    após os americanos terem bombardeado
    com milhões de toneladas de napalm
    os campos agrícolas cambojanos?

    – Por acaso foram os marxistas que causaram a morte
    de mais de 40 MI
    durante a Segunda Guerra?

    – Por acaso foram os marxistas
    que causaram a morte de mais de mais de 1 MI de vietnamitas?
    Foram os marxistas que criaram esta guerra do Vietnã
    com a farsa do Golfo de Tonkin,
    e com o auxílio da Mídia americana?
    Só para os banqueiros e a indústria de guerra ganharem mais de 2 TRlhões de dólares
    com a guerra?

    – Foram os marxistas que derrubaram as Torres Gêmeas
    para jogarem a opinião pública americana contra o Iraque,
    e tomar destes o petróleo,
    às custas de mais de 2 mI de vítimas entre mortos e feridos?

    – Por acaso foram os marxistas que inventaram a Primavera Árabe
    com a ajuda da Mídia,
    jogarem a opinião pública americana contra Gadafi
    e tomar o petróleo da Líbia após mais de 1MI de vítimas, entre mortos e feridos?

    Não vamos falar em outras “proezas” da direita após 1950,
    inclusive a destruição da Iugoslávia
    para tomar desta os muitos bilhões de sua economia,
    suas estatais, etc,
    após quase 1 MI de vítimas, entre mortos e feridos.

    Mas, a Mídia tudo esconde,
    tudo distorce,
    mente descaradamente.

    E, assim, os heróis tornam-se malditos criminosos
    na cabeça das pessoas.

    E os grandes genocidas,
    os verdadeiros causadores dos males da Humanidade
    na atualidade
    ficam nas sombras, blindados pela Mídia.
    As pessoas não conseguem vislumbrá-las
    na escuridão das sombras….

    Responder

      Paulo

      16 de setembro de 2019 às 17h43

      Caro Lúmpen, leia “Camaradas”, de Robert Service!

      Responder

    chichano goncalvez

    16 de setembro de 2019 às 11h50

    Toma Paulo, levasse um pontapé na bunda, claro tu não sabes nada de nada, és um analfabeto politico, qua, qua, qua, qua e outro qua !

    Responder

Wendell

15 de setembro de 2019 às 10h13

Recomendo o canal Orientação Marxista, do Gustavo Machado. Confiram.

Responder

Misael

15 de setembro de 2019 às 02h46

“Penso, ainda, que Henry tem mais acertos do que erros e aposto que estaremos lado a lado quando o inverno chegar. ”

Discordo totalmente de você nessa, meu caro. Henry Bugalho é um liberal. Alguém de centro-direita, que viu um nicho no Youtube e embarcou na “resistência”. Mas quando o cala aperto, sempre acaba revelando sua natureza.

Na minha opinião, gente como ele e o Ghiraldelli (americanófilo e com um passado bastante contraditório) só fazem mal à esquerda. E pra piorar são os dois que mais influenciam nosso lado no Youtube.

Esse tipo demoniza tudo o que tenha a ver com nacionalismo, utilizando-se das mesmas estratégias de manipulação da mídia corporativa. O “progressismo” deles se limita às pautas identitárias. Aliás, o identitarismo é fomentado exatamente para confundir, separar e tirar do foco o que mais importa. E claro, ser usado na política imperialista dos “direitos humanos”, estratégia adotada a partir do governo Carter para justificar golpes e pilhagem na periferia do capital. Todo apoio às minorias e grupos oprimidos. Mas, essa conscientização política sobre os problemas do identitarismo made in USA, os próprios oprimidos precisam ter, para que não sejam massa de manobra dos países centrais.

Responder

NeoTupi

14 de setembro de 2019 às 15h26

Outro dia caí sem querer num vídeo de 20 minutos da Sabrina explicando materialismo histórico. Caramba, como ela explica bem e tem capacidade de síntese e de facilitar a linguagem para leigos como eu, mesmo ela tendo PhD. Não é um tema fácil, mas se prestar bem atenção dá pra se introduzir ao assunto.

Detalhe: nos vídeos dela, nenhum discurso de ódio, nenhum palavrão. Só recorre à inteligência e conhecimento.

Depois vi outro que se tornou clássico “Socialista de iPhone”. Sensacional. Esse até quem é de direita deve pelo menos achar divertido. https://youtu.be/CL2matYOY1A

E outro da época da eleição de 2018 com o título “De onde vem seu ANTIPETISMO?” (ela não é do PT, está bem mais à esquerda do PT como conjunto), que acho legal nestes tempos de esquerdas se bicando. https://youtu.be/blAuBwaeqEI

Responder

Deixe uma resposta