Entrevista de Lula ao UOL

Packed crowds attend funeral procession of top military commander Qasem Soleimani in Tehran. Tehran Times

Irã ataca base americana no Iraque

Por Miguel do Rosário

07 de janeiro de 2020 : 21h39

Base que abriga forças dos EUA no Iraque é atacada por Guarda Revolucionária do Irã, diz agência iraniana

Reuters Staff

WASHINGTON (Reuters) – A base aérea de Al Asad, que abriga forças dos Estados Unidos no Iraque foi alvo de ataque realizado pela Guarda Revolucionária do Irã, disse a agência de notícias iraniana Mehr, e a Casa Branca afirmou estar ciente de relatos de ataques em várias instalações dos EUA no Iraque e que o presidente Donald Trump foi informado a respeito.

O Pentágono disse que o Irã lançou vários mísseis contra militares dos EUA e forças da coalizão no Iraque e afirmou que tomará todas medidas necessárias para proteger e defender norte-americanos, parceiros e aliados na região.

Uma autoridade norte-americana disse à Reuters que potencialmente houve uma série de ataques em vários locais no Iraque, incluindo a base de Al Asad. A autoridade não deu mais informações.

Uma outra autoridade, que falou sob condição de anonimato, confirmou mais cedo à Reuters que foguetes atingiram Al Asad e que não havia ainda informações sobre danos ou vítimas. A fonte não confirmou ataques em outros locais.

“Estamos cientes de relatos de instalações dos EUA no Iraque. O presidente foi informado e está monitorando a situação de perto e consultando sua equipe de segurança nacional”, disse a porta-voz da Casa Branca Stephanie Grisham em comunicado.

Os relatos de ataques acontecem em meio às tensões com o Irã depois de um ataque de um drone militar dos EUA que matou o principal comandante militar iraniano Qassem Soleimani.

Reportagem de Phil Stewart, Alexandra Alper e Makini Brice

***

PS Cafezinho: No Tehran Times, um dos jornais oficiais do regime iraniano, duas notícias mostram o estado de espírito no país.

A expulsão final dos EUA da Ásia Ocidental é o destino fatal de Washington, diz Zarif

Forças dos EUA devem fugir da região, diz Larijani

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

13 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Marcos Videira

08 de janeiro de 2020 às 12h12

Caiu um Boeing no Irã. Todos mortos. O avião era da UCRÂNIA. Sim, aquele país q está no centro do impeachment de Trump. E o presidente da Ucrânia estava em Omã. Tudo coincidência ?

Responder

Wellington

08 de janeiro de 2020 às 00h09

Quem dera o oriente médio virar poeira.

Responder

    Batista

    08 de janeiro de 2020 às 11h10

    E antes, tu, parar de vomitar besteira.

    Responder

ALTEVIR ALUIZIO BEREZOWSKI

07 de janeiro de 2020 às 22h34

Estas barbaridades cometidas pelos
Estados Unidos são comuns e não somente nos dias atuais. Basta verificarmos na história ao
longo dos anos. Tudo com o objetivo de dominação mundial. Quais seriam as razões? O povo
Americano é maravilhoso, porém seus governos ILUMINATIS adotam extremas medidas afim
de aumentarem seus previlégios.

Att:-

Responder

    Vinícius

    08 de janeiro de 2020 às 00h07

    Um antepassado seu tentou matar Alexandre II da Rússia, você acha que ele também estava tentando dominar o mundo?
    Você tem conhecimento suficiente para entender o perigo que o as milícias financiadas pelo terrorista general persa representam para o acirramento dos ânimos naquela região, então só posso concluir que você tem interesses contrários à paz duradoura no oriente médio ou está muito confuso.
    Outro parente seu, de origem polonesa era espião russo e desertou para o Reino Unido, foi envenenado com polônio e morreu. Será que foram os Illuminatti que o mataram?
    Teorias conspiratórias são um fermento da realidade, uma doença que se alastra pelo mundo, misturando ficção e notícias é fácil convencer um desinformado de que há um seita secreta mundial que domina a humanidade desde os tempos das cavernas.
    Volte para a sobriedade e busque em seus conhecimentos separar o que é verdade da especulação e da fantasia.
    O Irã e seu regime representa uma ameaça até mesmo para o mundo árabe e militar morto era o líder de uma miríade de milicianos fundamentalistas espalhados por todos os países daquela região. O que os Estados Unidos fizeram foi uma boa limpeza que no longo prazo desarticulará células terroristas por toda a região.

    Responder

      Batista

      08 de janeiro de 2020 às 11h20

      Muito bem!
      Gostei, explicou direitinho a versão americana da ‘coisa’.
      Toma seu torrãozinho de açúcar. Fez por merece-lo.
      Agora explica, ‘Maduro e a ditadura venezuelana’ e depois ‘a ameaça comunista no Brazil’.
      ‘Fala que nós escutamos’ ou seria, ‘comenta que nós te aguardamos?

      Responder

Alan C

07 de janeiro de 2020 às 22h17

Quem com ferro fere…

Responder

chichano goncalvez

07 de janeiro de 2020 às 21h57

Confesso que não esperava que a resposta fosse tão rapida, estamos em uma eminente guerra, só que agora o exercito dos estados unidos , que nunca ganharam uma guerra sequer, estão se havendo contra um pais que é uma potencia, e não contra os indios do Viet Nam, cujo pais sairam tocado das muttucas.

Responder

VOLIN RABÁH

07 de janeiro de 2020 às 21h56

Esses terroristas do Irã apoiado pelos esquerdopatas do mundo estão brincado com fogo, vão tomar um sacode daqueles, assim como tomou Sadan, Bin Laden, Kadafhi, Estados Inslâmicos e todos os outros que acharam que podiam medir força com a Maior Potência Mundial.Já vejo o velhinho do Irã tendo que fugir pro deserto e ficar escondido igual cachorro sarnento e população tomando o poder…….

Responder

    chichano goncalvez

    07 de janeiro de 2020 às 22h01

    Te esquecestes quer os estados unidos nunca ganharam uma guerra sequer e só conseguiram vitorias parciais, te esquecestes da Coreia, do Vietnam, entre outros, ha Cuba não te esquece. Quanto a terroristas, tu deves ser o mais ignorante do mundo, pois quem criou o Isis, Daesch, Talibans foram os estados unidos, ou tu não sabes de nada, ofelia ?

    Responder

    Abdel Romenia

    08 de janeiro de 2020 às 10h16

    Tomam nada, nao sao minimamente civilizados para fazer nada, sào animais, começam a fazer guerra entre eles mesmos de novo ou caçar encrencas com outro alguem, sao porcos desde sempre.

    Vi as imagens do funeral do animal barbudo, nem quando o piao joga a lavagem para os porcos voce assiste a uma scena dessa, infelizmente morreram pesoteados sò 50.

    O Oriente medio nao tem soluçào, è uma diarreia de maluquiçe ideologica, terrorismo, civildades barbaras que nem animais, etc…como bem resumiu o açogueiro aqui da esquina onde sou cliente: “Oh povo que gosta de uma guerra….”

    Responder

      Wellington

      08 de janeiro de 2020 às 10h32

      Concordo, parecem as cenas animalescas de quando Lula foi preso.

      Responder

        Alan C

        08 de janeiro de 2020 às 12h37

        mas que ceninha linda kkkkkk

        Responder

Deixe uma resposta