Entrevista de Lula ao UOL

Empresa ligada à OI promove demissões em massa no Rio

Por Redação

10 de janeiro de 2020 : 14h40

Recebemos agora há pouco do Sinttel-Rio:

CRISE DA OI LEVA À DEMISSÃO DE MAIS DE 700 TRABALHADORES DA SEREDE

O ano começa com demissão, no Rio de Janeiro, de 700 trabalhadores da Serede, prestadora de serviço da Oi. Os cortes atingiram indiscriminadamente os trabalhadores da empresa, principalmente na área de manutenção de rede de telecomunicações e têm impacto direto no atendimento à população.

As demissões são reflexo da crise na Oi e representam praticamente 10% dos trabalhadores da Serede. Além do Rio de Janeiro, está prevista a dispensa de trabalhadores em outros estados. Entre os que perderam o emprego, estão pessoas contratadas há menos de dois meses e que se endividaram em financiamentos de veículos por exigência para a contratação.

Ao longo de 2019, já haviam sido demitidos cerca de 1.000 funcionários da Serede. Dessa vez, as demissões foram em massa. Apesar da reforma trabalhista do Governo Temer ter alterado a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e extinguido a exigência de negociação prévia com os sindicatos nas dispensas coletivas, o Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações, Sinttel-Rio, enviou notificação à Serede e à Oi, conforme explica o diretor Francisco Izidoro. “Pedimos a suspensão imediata da dispensa coletiva e agendamento de reunião. Estamos estudando medidas jurídicas cabíveis para preservar os postos de trabalho”, afirma.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

28 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Marcone

20 de janeiro de 2020 às 09h46

Esse desgoverno não gerou nada de bom…e ainda incentiva o desemprego…só retirou direitos do povo brasileiro. Está à serviço do KAPITAL ESTRANGEIRO…nada mais$$$$. BAITA CARRAPATO DO TRUMP…

Responder

Wellington

13 de janeiro de 2020 às 22h00

Perai, a Oi não é do filho do Lula???

Não????

vcs tão de sacanagem?????

Responder

    Alan C.

    14 de janeiro de 2020 às 09h06

    Sim, é dele e do Ciro Gomes.

    Responder

      Alan C

      14 de janeiro de 2020 às 11h22

      A Oi, o triplex e o sítio são meus, assim como a friboi

      gdiiuhsiusiussaIHIaihihIHihIHiahIHiIHihIihaiahahiaaaiahiaha

      Responder

        Alan C

        14 de janeiro de 2020 às 11h23

        ah, só uma dica, quando for me plagiar tira o ponto, animal, rs.

        Responder

Andre

13 de janeiro de 2020 às 20h01

Trabalho na Oi no Paraná, mais se o Lula e o PT não tivessem roubado o Brasil estaria ganhando 10000 mês com minha empresa. (Fechamento da empresa 24/02/2014)

Responder

    Andressa

    13 de janeiro de 2020 às 22h02

    Que bom, o PT não está mais em cena a quase 4 anos e vc deve estar ganhando uns 10 ou 15 mil então.

    Responder

Julio

13 de janeiro de 2020 às 07h06

A oi e as subsidiárias são o retrato da corrupção. Uma empresa que tem uma rede gigante no RJ , as maiores estações de TX, a maior rede de galerias subterrânea. Uma capacidade monstruosa de ganhar dinheiro agora está prestes a falir. É uma pena. Aí você amigo que ficou desempregado pode ver que a corrupção mata sim, joga na miséria sim. Lamentável

Responder

Rei ginaldo

12 de janeiro de 2020 às 08h29

Trabalho na serede
Aqui vai melhorar com fibra ótica

Responder

marcos conceição

11 de janeiro de 2020 às 21h53

a gente nuca viu um empresario falar mal do sindicados deles como o pobre trabalhadores falam mal do seu sindicados os empresario procuram mudar eles agem e participam

Responder

Raimundo Nonato Castro Pinheiro

11 de janeiro de 2020 às 20h14

Minha maior decepção, foi participar de diretoria sindical Sinttel-Ce – Aristides em defesa do trabalhador. Ribeiro, Vera e outros com seus interesses pessoais. Eliana se une a Ribeiro, que nunca quis largar o osso, talvez agora sem dinheiro, eles se afastam. Tenho nojo de sindicato.

Responder

Rodrigues

11 de janeiro de 2020 às 15h01

eu fui desses demitidos,8 meses de casa,são de um trampo de 3,5 para falar na Oi e em 8 meses levei os na bunda,muitos falam e ouço dizer…Sera lavagem de dinheiro?

Responder

Renato

11 de janeiro de 2020 às 09h11

” Estamos estudando medidas jurídicas cabíveis para preservar os postos de trabalho”. Vão pedir empregos ao Lula, cujo fenomenal filho foi beneficiado com quase 170 milhões da OI. Só quem se deu bem com a OI foram Lula e o filhote. Façam ” L ” de Lula Livre, pobretõs de esquerda ! kkkkkk

Responder

marcos conceição

10 de janeiro de 2020 às 23h06

eu avisei agora faz arminha

Responder

    Renato

    11 de janeiro de 2020 às 09h07

    Enquanto os que fizeram “L” de Lula Livre estão tendo o traseiro chutado, o fenomenal filhote de Lula foi o único que se deu bem com a OI . Será que ele ao menos vai empregar os pobretões de esquerda que estão sendo demitidos? Ou sua genialidade só durou enquanto o Papi estava no poder ?

    Responder

      Gilmar Tranquilão

      11 de janeiro de 2020 às 10h38

      Oi?!?!?!?!?!?!?!?!? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Responder

      Daniel bezerra

      13 de janeiro de 2020 às 08h47

      Lula á esta solto vagabundo, e a luta continua Lula 2022

      Responder

      Daniel bezerra

      13 de janeiro de 2020 às 08h48

      Lula já esta solto vagabundo, chupa essa Lula 2022.

      Responder

    Junior

    11 de janeiro de 2020 às 11h17

    Agradece ao Lula não à arminha. lula, como sempre, se fez valer de falcatruas, agora secou a fonte, a Oi quebrou e deu nisso, crescimento (se eu que de fato houve) irresponsável também gera fatos como esse. Só para lembrar. Existiam Brasil Telecom e Oi,l no Brasil como empresas de telefonia fixa Lula deu um jeitinho para permitir o monopólio visando facilitar as coisas para a Oi, a quem diga que seu filho tinha participação na Oi. Mas para vocês, a culpa é do Bolsonaro, o Lula tem de estar livre pois é inocente e não existiam mais pobre no Brasil.

    Responder

    Wilton

    11 de janeiro de 2020 às 20h08

    Isso é uma falácia desse sindicato de merda, e os idiotas funcionais vão na onda, a Oi é e está quebrada envolvida na corrupção do Brasil,eu acabei de sair dela pois todos falam por um Boca só que essa bosta é donfikh de lula, passei 8 meses nela e pedi demissão Graças a Deus estou aliviado por sair dessa empresa,mas fico triste por ver tantos trabalhadores desempregados, pois a Oi é uma empresa forjada pela corrupção!

    Responder

Marcos Cordeiro

10 de janeiro de 2020 às 18h56

Eu trabalhei na Serede aqui em Olinda, Pernambuco. Entrei de 24 de setembro de 2019 e fui demitido dia 13 de novembro de 2019. Me disseram que foi devido a baixa produtividade (pois era Vendedor PAP de planos da Oi Fibra) que fui demitido mas vejo que isso só foi desculpa para demitir por causa da crise.

Responder

Alan C

10 de janeiro de 2020 às 18h46

“Retomada da economia”

Responder

Abdel Romenia

10 de janeiro de 2020 às 18h45

Devolve o cheque Lulinha…Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

    Daniel

    13 de janeiro de 2020 às 08h50

    que cheque vagabundo, me falaram que tua boca aberta não sai da bimba de bolsonaro vai trabalhar vagabundo.

    Responder

Doug

10 de janeiro de 2020 às 18h24

Empresa privada NÃO é cabide de emprego.
Quer evitar demissões?
CONTRATE PLANOS DE INTERNET DA OI.
Esses Sindicatos são cheios de BANDIDOS. Lembro até hoje de entrar em um e ao homologar o sujeito responsável no Sindicato “Algo que tivesse problema na empresa? Olha, se não teve, a gente sempre acha alguma coisa para processar a empresa’.
HAJA PACIÊNCIA COM ESSES CARAS.

Responder

    Paulo

    10 de janeiro de 2020 às 20h01

    Não é cabide de emprego mas está sob investigação por suspeita de ter sido beneficiada em diversos casos de corrupção, inclusive com a edição de um Decreto camarada no Governo Lula. Será que vai pagar sua dívida com a sociedade brasileira e ao menos indenizar os veículos que obrigou os recém-contratados a adquirir, para o trabalho, além das demais verbas rescisórias e consectários? Duvido!

    Responder

    Alfredo Neves

    11 de janeiro de 2020 às 11h13

    Calma, pelegão, calma! Senão onde é que você vai encontrar forças para continuar babando o ovo dos patrões? Aliás, você não é burro de esconder deles o seu nome verdadeiro, impedindo-lhes de lhe pagar das tarefas de lacaio dos senhores da Casa Grande pós moderna. Calma, pelego, calma! Olha o enfarte e o derrame cerebral!

    Responder

chichano goncalvez

10 de janeiro de 2020 às 15h37

Não se preocupem, vai piorar ainda mais, votaram num chefe de quadrilha, antes deixaram acontecer o golpe, agora aguentem.

Responder

Deixe uma resposta