Coletiva de Rodrigo Maia (ao vivo) sobre medidas contra a crise

Felipe Neto, com 36 milhões de inscritos em seu canal do Youtube, é um recente aliado do campo esquerdista: alcance insuperável.

Sonhando com youtubers

Por Pedro Breier

01 de fevereiro de 2020 : 17h45

No finalzinho de 2019 saiu uma pesquisa do Datafolha apontando que a maioria dos brasileiros (57%) é favorável à priorização de investimentos na área social como medida para combater a criminalidade. Em segundo lugar (41%) ficou a turma do prendo e arrebento, para a qual deve-se priorizar o investimento em segurança com vistas ao combate à criminalidade. Considerando o fenômeno do bolsonarismo e o fato de que a principal proposta de seu líder, o presidente eleito em 2018, é “jogar duro nessa cuestão aí da segurança”, podemos dizer que essa preferência dos brasileiros por uma solução de bom senso para a questão da segurança é uma grata surpresa. Quando vi a notícia sobre a referida pesquisa, logo lembrei de outras pesquisas (como esta) apontando que a maioria da população é contrária às privatizações de empresas estatais.

Acontece que a venda de patrimônio público e a repressão dura/violenta ao crime são dois dos pilares do discurso da direita moderna brasileira. Como se explica a existência destas pesquisas desfavoráveis às políticas da direita, mesmo no auge da popularidade deste campo e das ideias liberais?

Algumas reflexões se impõem. A primeira é óbvia: há fortes inclinações das pessoas a apoiarem ideias identificadas com a esquerda. Desta, segue-se outra, também óbvia: a esquerda não está conseguindo se comunicar com a população. Ou seduzi-la a apoiar sua política mesmo que a população tenha inclinações a fazê-lo, o que causa certo estranhamento. Uma das explicações para o fenômeno é o fato de que a direita tem o capital, a mídia tradicional e o conservadorismo do judiciário a seu favor, como bem sabemos. É uma trinca poderosa.

No entanto, a incompetência das várias vertentes da esquerda na área comunicacional também precisa entrar na equação. Até mesmo porque trata-se do elemento que podemos trabalhar para aprimorar, uma vez que não se vislumbra no horizonte uma guinada à esquerda do capital, da mídia e do judiciário. Não é uma tarefa fácil melhorar a comunicação com o povo, mas algumas coisas parecem ser imprescindíveis. Do lado de quem cria conteúdo, profundidade e criatividade, para tornar o que é dito acessível e atraente. Do lado dos governos estaduais ou municipais de esquerda, políticas para fortalecimento, expansão ou criação de mídias alternativas e públicas, assim como para o acesso massivo à internet pela população.

As táticas de um grupo político devem ser flexíveis para se adaptarem às mudanças de conjuntura. Pode até soar estranho, mas sonhar com uma onda de youtubers de esquerda de sucesso, nesta quadra histórica, é perfeitamente razoável. 

Pedro Breier

Pedro Breier é graduado em direito pela UFRGS e colunista do blog O Cafezinho.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

16 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Lúcio

03 de fevereiro de 2020 às 18h13

O Nelipe Feto já usou o “poder midiático” dele para militar em favor do Haddad, e o resultado é conhecido. Me parece mais provável que o apoio de youtubers de esquerda acabe sendo tão radioativo quanto o apoio dos artistas de esquerda. Só vai jogar mais trabalhadores, que nunca vão se identificar com as tais políticas identitárias, no colo das igrejas evangélicas.

Responder

Wellington

03 de fevereiro de 2020 às 11h13

De onde saiu esse retardado…? kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

    Pururuca

    03 de fevereiro de 2020 às 12h06

    Tem gente que ainda nào acredita que esquerdismo é um transtorno mental….kkkkk

    Responder

Evandro Garcia

02 de fevereiro de 2020 às 21h01

Tá lindo de ver o chororó de quem tá aprendendo hoje o que é a democracia.

Responder

    Bozonaro

    03 de fevereiro de 2020 às 08h18

    “precisa aceitar a democracia”

    Responder

      Evandro Garcia

      03 de fevereiro de 2020 às 12h04

      Passou da hora.

      Responder

Escrototex Indústrias

02 de fevereiro de 2020 às 20h55

A nova esquerda brasileira é essa ? kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

putin

02 de fevereiro de 2020 às 07h08

nao precisa melhorar a comunicaçao da esquerda, precisa PIORA-LA. fazer come fez a direita e como faz o infame gringo falido aqui dentro:
– só falar falsidades, difamaçoes, calunias
– repeti-las milhoes de vezes até que se tornem verdades
– multiplicar ao infinito as “personalidades” que espalham os milhoes de mentiras

falsas facadas tambem ajudam muito…

Responder

    Paulo

    02 de fevereiro de 2020 às 10h17

    Você melhorou na avaliação dos Governos PT na presidência (admitiu os desmandos), mas ainda não abriu os olhos que a facada foi verdadeira? É sério que você acredita numa teoria da conspiração envolvendo dezenas de pessoas, inclusive médicos e funcionários do Albert Einstein, e mais de uma vez?

    Responder

      Wellington

      03 de fevereiro de 2020 às 12h00

      E’ uma provocaçào, nào tà vendo que o sujeito é mongoliode…?

      Responder

Alan C

01 de fevereiro de 2020 às 18h36

Pedro,

Tudo se resume nesta sua frase:

“Uma das explicações para o fenômeno é o fato de que a direita tem o capital, a mídia tradicional e o conservadorismo do judiciário a seu favor, como bem sabemos. É uma trinca poderosa.”

Isso explica praticamente tudo, inclusive a incongruência da sociedade ser a favor de aspectos sociais típicos da esquerda e votar na direita. A propaganda é a alma do negócio, já dizia a famosa frase.

E só um detalhe, sei que vc é petista, ou pelo menos é simpatizante, mas não dá pra dizer que a esquerda não soube se propagandear, pois o PT, apesar da origem na esquerda, deixou de se-lo quando subiu ao poder em 2003 vendendo a alma ao diabo.

Responder

    putin

    02 de fevereiro de 2020 às 07h01

    se nao tivesse “vendido a alma ao diabo” o golpe teria sido em 2004.
    para governar teve que fazer os interesses de todos (tudo mundo sabe e faria), tambem do capital.
    a politica brasileira se divide em 2:
    – quem faz os interesses de todos e tambem do capital (o PT)
    – quem faz os interesses só do capital (todos os outros)
    só na era PT, invertindo uma tendencia de 40 anos, o salario real do trabalhador nao só subiu (73%) come aumentou de 31 á 38% a fatia do produto nacional que vai para os salarios.
    o ciro conseguiria tudo isso?

    Responder

      Alan C

      02 de fevereiro de 2020 às 09h27

      O PT se perdeu no caminho, foi muito além de cuidar dos interesses de todos, se corrompeu e deixou o PMDB roubar a vontade só pra se perpetuar no poder. Não vale repetir todas as cagadas que o PT fez pq já foi debatido neste fórum dezenas de vezes.

      O golpe seria em 2004? Eu não sei, vc não sabe, ninguém sabe.

      Ciro conseguiria? Não sei o que Ciro tem a ver com o assunto, mas como ele nunca esteve lá então impossível responder.

      Citar Ciro nas cagadas do PT é a mesma coisa que os bolsominions fazem ao citar o PT quando essa bozolândia incompetente deixa evidente seu total amadorismo. Neste aspecto a semelhança entre petistas e bolsominions “impreciona”, rs.

      Responder

    Psolista Esquerda Caviar

    02 de fevereiro de 2020 às 15h10

    Esse seu purismo some quando Ciro busca apoio do DEM.

    Responder

    Wellington

    02 de fevereiro de 2020 às 21h03

    Que dia Vc irà começar a aceitar a democracia…?

    Responder

      Alan C

      03 de fevereiro de 2020 às 07h59

      O dia que o camundongo virar gente.

      Responder

Deixe uma resposta