Coletiva de Rodrigo Maia (ao vivo) sobre medidas contra a crise

Coletiva de Ciro sobre o atentado contra seu irmão

Por Redação

20 de fevereiro de 2020 : 16h24

O ex-ministro Ciro Gomes deu entrevista coletiva hoje, comentando o atentado contra seu irmão Cid Gomes, no qual o senador foi atingido por dois tiros ao tentar pôr fim a um motim da polícia militar em Sobral, Ceará.

Entrevista coletiva concedida agora.

Publicado por Ciro Gomes em Quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Carpoa

21 de fevereiro de 2020 às 13h24

escreví meu comentário ontem ,mas,não está aquí.
Dizí que o CORONEL tem razão,o fascismo não se combate com flores,NEM COM VIAGENS A PARÍS,É NA PORRADA !!
Será que irá aparecer agora?

Responder

    Carpoa

    21 de fevereiro de 2020 às 13h25

    Em “dizi” leia-se DIZ

    Responder

Ranny Freitas

20 de fevereiro de 2020 às 22h13

Há como liberar os outros comentários ?

Responder

Da Pena

20 de fevereiro de 2020 às 18h22

República de CANALHAS.

Responder

Sandro Martins

20 de fevereiro de 2020 às 18h19

Esse sujeito se comenta por si só, na vale a pena perder mais tempo com um coitado desse.

A internet levou aos brasileiros o nível das asneiras que os personagens políticos fazem e falam em tempo real. Muitos esquerdistas não gostaram nem um pouco e morrem de raiva e vontade de “regular” isso tudo pois perderam o monopólio da desinformação.

Daqui pra frente é democracia caros amigos tupiniquim e quem ainda não aceitou a mesma terá que se acostumar ou sofrer feito cachorro com sarna.

Responder

Roberto

20 de fevereiro de 2020 às 18h13

fascismo não se enfrenta com flores – Ciro Gomes.

Responder

Marcos Videira

20 de fevereiro de 2020 às 17h28

“O fascismo não se enfrenta com flores”.

Responder

Deixe uma resposta