Live do Cafezinho: bate papo com o cineasta cearense Wolney Oliveira

Eleições 2020: Apoiado por PT e PDT, candidato do PSOL é o favorito em Belém, diz pesquisa

Por Gabriel Barbosa

11 de agosto de 2020 : 21h46

Após um amplo acordo entre o PT e PDT, o deputado federal Edmilson Rodrigues (PSOL) vai ser o candidato da esquerda em Belém.

Até o momento, a aliança entre os partidos do campo progressista têm mostrado resultados positivos na capital paraense.

Na pesquisa feita pelo Paraná Pesquisas, Edmilson Rodrigues aparece com 39,3% das intenções de voto. Enquanto isso, o deputado federal Celso Sabino (PSDB), apareceu na segunda colocação com apenas 11,3%.

Além de PT e PDT, Edmilson também deve fechar aliança com o PCdoB e a Rede Sustentabilidade. No cenário de fragmentação da própria esquerda, o caso de Belém é um dos poucos exemplos de unificação.

Outro fator relevante que ajudou na unidade da esquerda em Belém foi o recall do psolista. Edmilson Rodrigues já foi prefeito da capital pelo PT entre 1997 e 2004.

Porém, para que fosse possível o apoio do PT, Edmilson teve que ceder o posto de vice-prefeito para Ivanise Gasparim, indicada pelo partido.

Caso semelhante poderá acontecer em Florianópolis, onde o PSOL deverá receber o apoio dos outros partidos de esquerda.

Gabriel Barbosa

Jornalista com passagens pelo Grupo de Comunicação O POVO (Ceará), RedeTV! e Band News FM.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Rui Castro

15 de agosto de 2020 às 18h26

Ótima coligação em torno do companheiro Ed 50, só faltou o PSB. O Cássio Andrade vai quebrar a cara com o Ze nada. Pior prefeito de Belém.

Responder

ANGELO MARCIO SANTOS SILVA

12 de agosto de 2020 às 08h53

Interessante essa analise, porem parcialissima e influenciada pela guerra (por birra de menino rabugento, 2018 foi jogo politico e o PT tinha direito, mesmo que o correto era apoiar ciro, como sugeriu Wagner, Rui,Camilo pimental etc)) que o ciro levou o pdt contra PT. Critcas merece claro, o Pt, mas demonizar, agir com figado contra lula e Pt, menos so fragmaneta mais um campo que tem que esta unido contra bolsonaro. Quem primeiro declarou voto em edmilson foi sim PT, PDT veio depois pq assumiu a vice. Assim como PT fez em POA, RJ,abriria mao no PR por requiao, ambos PDT ficou fora. O PDT em Salvador, vai compor com DEM, e seu ex candidato e secretario do DEM. Mesmo com PSB PCdB e PT, com candidatos. Em Sao Paulo vai de franca que de progressita nao tem nada, ate apareceu em evento co bolsonaro. O colunista que tem analises otimas, esta se perdendo deixando levar pela parcialidade. No final seja o PT ou PDT, cometem erros, buscando uma hegemonia que nao cabe. Mas,atualmente, PT que sempre foi criticado por querer hegemonia, esta cedendo em muitas capitais, com verdadeiros, fieis aliados pleiteando estrategicamente cadidatura em outras, como qualquer partido tem fazer.

Responder

Alexandre Neres

11 de agosto de 2020 às 22h46

Deixe de escrever mentira ou procure se informar. Não me venha com esse discursinho pronto no qual a matéria tenha que se adequar a ele. O PT estava desde o começo na coligação, o PDT chegou por último e por milagre dessa vez não quis criar caso. Ou seja, não houve um amplo acordo entre PT e PDT. Pare de querer adaptar os fatos às suas teses e deixe de censurar quem te critica.

Responder

Astolfo

11 de agosto de 2020 às 22h34

O norte e o nordeste é uma tragédia política mesmo….

Responder

    MARCELO DA SILVA CRUZ

    12 de agosto de 2020 às 09h23

    Realmente. Foi o nordeste que o Crivella, Witzel, Covas e o Dória firam eleitos. Péssimas escolhas.

    Responder

    MARCELO DA SILVA CRUZ

    12 de agosto de 2020 às 09h24

    Realmente. Foi no nordeste que o Crivella, Witzel, Covas e o Dória foram eleitos. Péssimas escolhas.

    Responder

Deixe uma resposta